A Holanda hesita na opção F-35…

O ministro da Defesa holandês exprimiu recentemente a sua desilusão pelo aumento de preço dos aparelhos F-35 que o seu país se comprometeu a adquirir. Falando com o embaixador dos EUA, o responsável holandês terá mesmo admitido que tinha “grandes dificuldades com esse aumento”.

Com efeito, a aquisição holandesa deverá custar mais 1.4 mil milhões de euros que o inicialmente estimado. Isto é: mais 20% num total de 6.2 mim milhões por 85 F-35s.

Este aumento de 20% pode levar ao abandono holandês do programa e levou a Holanda a procurar formar um “grupo de pressão” europeu contra este aumento e que deverá contar com os outros operadores (esperados) do avião: Reino Unido e Noruega.

A decisão final holandesa sobre a compra ou não deste avião para substituir os F-16s será tomada em 2011 e os grandes cortes de despesa na Defesa serão aqui um elemento decisivo, o que não coloca a opção pelo F-35 em bons lençóis, podendo levar ou a redução dramática do total de aparelhos ou até a uma opção por um aparelho mais económico, como o Saab Gripen NG ou o Super Hornet da Boeing.

Fonte:

http://www.defpro.com/news/details/20451/

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | 7 comentários

Navegação de artigos

7 thoughts on “A Holanda hesita na opção F-35…

  1. Otus scops

    sob o ponto de vista da máquina (o F-35) tenho pena, mas sob o ponto de vista político acho muito bem que a Holanda se retire, mas que pague o erro.
    na minha opinião os holandeses deviam, tal como a Noruega, adquirir o Gripen NG.

    estou para ver se o Embraer KC-390 não vai pelo mesmo caminho, portugueses e brasileiros juntos…

  2. os holandeses faziam até parte do processo de desenvolvimento, ao que sei…
    e os suecos já andaram a tentar vender o Gripen…:
    “On 7 July 2008 Dagens Industri reported that the Netherlands announced they will evaluate Gripen NG together with four other competitors and announce the result in the end of 2008.[64] Saab responded on 25 August 2008 to a ‘Replacement Questionnaire’ issued by the Dutch Ministry of Defence, offering 85 aircraft to the Royal Netherlands Air Force.[65] The Netherlands evaluated the Gripen NG against the F-35.[66] On 18 December 2008 media reported that the Netherlands evaluated the F-35 ahead of the Gripen NG, citing better performance and lower price.[67][68][69] On 13 January 2009, NRC Handelsblad claimed that, according to Swedish sources, Saab has made an offer to the Dutch to deliver 85 Gripens for 4.8 billion euro, about 1 billion euro cheaper than budgeted for the F-35.[70] This price includes training of pilots and maintenance for the next 30 years.[71]

  3. LuisM

    Parece-me incrível a Europa ter excelentes aviões como o Gripen e o Typhoon ( já nem falo no Rafale) e optarem por aviões de papel, tudo em nome do “bendito” atlantismo.

    • Otus scops

      “…a Europa ter excelentes aviões como o Gripen e o Typhoon ( já nem falo no Rafale)…”

      será o meu amigo LuisM??? 😀

  4. política!
    a indústria de defesa dos EUA vive muito das suas alianças militares…

    • Otus scops

      CP

      acho que não há nenhuma que não viva “muito das suas alianças militares…”

      é assim, aliás uma das funções das alianças militares é a venda de material.

      • veja-se a França a usar toda a sua força no Brasil para vender o Rafale…
        Mas esse jogo é jogado pelos EUA com grande força desde sempre sendo excelsos nesse domínio…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: