Confirmado: Os T-72 do MV Faina íam mesmo para os rebeldes do sul do Sudão

Cargueiro MV Faina (http://i.telegraph.co.uk)

Cargueiro MV Faina (http://i.telegraph.co.uk)

Talvez ainda se recordem daquela estranha mas verídica história de um bando de piratas somalis que atacou e capturou o cargueiro ucraniano MV Faina com a sua preciosa carga de tanques 32 MBTs T-72 além de outro armamento. Na altura (2008) não se sabia bem a quem se destinaria esta impressionante lista de armamento. Mas agora, graças ao… Wikileaks. Segundo um telegrama diplomático norte-americano, este armamento de origem ucraniana teria como destino os rebeldes do sul do Sudão e seria apenas a última de várias entregas de material patrocinadas pela Administração Bush: quando o cargueiro foi sequestrado já haviam sido entregues 67 tanques T-72 aos rebeldes do sul do Sudão.

A compra deste armamento não foi realizada diretamente sob instruções dos EUA, mas este documento da Wikileaks revela que estavam a par de tudo e que tinham vendido também equipamento de comunicações, “armas não letais” e treinamento às forças do sul.

Os documentos revelam também que com a chegada de Obama a atitude “tolerância ativa” quanto a esta transacção mudou e o Quénia (que armazenava os tanques entretanto recuperados) foi ameaçado com sanções para não entregar os tanques aos sudaneses.

Fonte:
http://defensetech.org/2010/12/09/t-72s-were-indeed-being-sent-to-sudan-rebel-army/

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Confirmado: Os T-72 do MV Faina íam mesmo para os rebeldes do sul do Sudão

  1. Muito interessante bem isso realmente me surpreendeu, o que mais me surpreende é não ver nada disso nas redes de TV aberta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: