Sobre o mais recente “Caso Vara”: a prática de um crime de tráfico de influências, favorecendo a Associação Nacional de Farmácias

A faustosa sede da Associação Nacional de Farmácias

A faustosa sede da Associação Nacional de Farmácias

“O achado em casa de Vara indiciava a eventual pratica de um crime de tráfico de influências, favorecendo a Associação Nacional de Farmácias, de forma a que o Governo repusesse a margem de 20% dos lojistas (que tinha baixado para 18.25%) (…) A reposição da margem de 20% para as farmácias acabou por ser aprovada em maio de 2010”
Expresso
13 de novembro de 2010

Este novo (mas nada surpreendente) “Caso Vara” é mais uma ilustração da dramática situação moral a que chegaram os partidos políticos. Quem mais e melhor singra no interior dos seus aparelhos são precisamente os “varistas”: os indivíduos que puxam cordéis e cordelinhos, movem influências e traficavam favores e dinheiros a favor da sua própria carreirinha, alevantando-se de posições obscuras como caixas bancários até administradores de Bancos, tendo de permeio uma turva carreira política. E não duvidemos: Vara não é o único Varista da Partidocracia. É apenas e tão somente um dos mais imbecis e a prova disso é que hoje toda a gente sabe o que ele é (ainda que tudo indique que vá sair do lasso crivo da Justiça como “inocente”).

A Partidocracia tornou-se nisto: num ninho de víboras e ratazanas varistas. Os partidos sequestraram a democracia e o Estado. A República tornou-se propriedade exclusiva de uma poucas centenas de famílias, que se sucedem e alternam no Poder, reduzindo o espaço da Cidadania e da Liberdade Cívica.

Categories: Economia, Justiça, Política Nacional, Portugal | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Sobre o mais recente “Caso Vara”: a prática de um crime de tráfico de influências, favorecendo a Associação Nacional de Farmácias

  1. Lusitan

    Esqueceram-se de dizer no Expresso que com a reposição da margem veio também uma redução de 30% no preço dos medicamentos… não me parece que, se a ANF tiver pago ao Vara, tenha valido a pena. Esqueceram-se de dizer que desde que Sócrates chegou ao poder as farmácias têm vindo a perder margem de lucro. Que existem farmácias com dívidas aos fornecedores de milhões de euros e que não conseguem pagar, que muitos medicamentos já baixaram de preço, não porque o mercado funciona, mas por imposição do Ministério da Saúde, sem qualquer tipo de estudo de impacto nas farmácias ou na população. Esqueceram-se de dizer pesquisar quem foi um dos grandes financiadores da campanha de José Sócrates e porque razão é que é tão importante a liberalização do sector a todo o custo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: