A Holanda lançou mais uma corveta da Classe “Holland”: A “Zeeland”

Corveta holandesa de Class "Holland" (http://www.naval.com.br)

Corveta holandesa de Class "Holland" (http://www.naval.com.br)

A Holanda lançou o terceiro navio da classe “Holland”. Este navio será seguido para o ano por mais uma corveta da mesma classe que irão assim substituir as 4 fragatas “Classe M” atualmente em serviço.

Estas corvetas foram concebidas para serem usadas em missões internacionais, a longas distâncias das suas bases, como aquelas que a Holanda cumpre atualmente nas perigosas águas da Somália. Estão equipadas com um largo espectro de sensores muito modernos, completamente integrados e automatizados permitindo que a tripulação não exceda os 50 elementos.

A corveta foi batizada como “Zeeland” e apenas não foi classificada como “fragata” porque apesar da sua panóplia de sensores sofisticados e dimensão não tem todo o armamento ao dispor de uma fragata típica. São também mais lentas (22 nós) ainda que durante algum tempo consigam manter uma “velocidade de intercepção” de 40 nós. Mas ao contrario de uma fragata o navio consegue operar em paragens remotas durante muito mais tempo devido à sua reduzida tripulação e ainda levar até 40 fuzileiros com um custo operacional relativamente baixo, duas vantagens importantes no contexto atual…

Fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Holland_class_offshore_patrol_vessels
http://www.defpro.com/news/details/19887/

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 13 comentários

Navegação de artigos

13 thoughts on “A Holanda lançou mais uma corveta da Classe “Holland”: A “Zeeland”

  1. LuisM

    Navios admiráveis que fazem os nossos NPO2000 parecerem calhambeques. E mais bem armados também.

    E aqui estão as excelentes fragatas que são também navios de defesa aérea de zona. Não levam Tomahawks devido aos cortes da crise.

    http://en.wikipedia.org/wiki/De_Zeven_Provinci%C3%ABn_class_frigate

    • Otus scops

      “fazem os nossos NPO2000 parecerem calhambeques” totalmente de acordo! agora já nem sabemos projectar navios… aquela bronca do ferry-boat para os Açores que o camarada Hugo Chavez fez o favor de comprar (vamos lá ver se paga) é um sinal de definhamento das nossas capacidades e competências.

      também sou fã destas Zeven Provincien, o design é arrasador e a electrónica parece ser o estado da arte: “Estes navios encontram-se entre os mais sofisticados navios de guerra fabricados na Europa. Entre as suas características distintivas está a utilização do radar plano do tipo Phased Array, conhecido como APAR.
      Embora com um alcance menor que o radar congénere norte-americano Spy-1, o APAR é considerado mais preciso e além disso funciona também como director de tiro, dirigindo os mísseis anti-aéreos.”
      http://areamilitar.net/DIRECTORIO/NAV.aspx?nn=209

      mas olhando a concorrência gosto mais das FREMM e FREDA, levam cerca de metade da tripulação, são o estado da arte na automação.
      parece que esta classe Holland vai pelo mesmo caminho.
      se querem despedir na TAP, na Ground Force, nas Páginas Amarelas e até os portageiros das auto-estradas estão a desaparecer então vamos reduzir tripulações também…

    • Otus scops

      LuisM

      perdi-me com as fragatas e esqueci-me de dizer o seguinte:
      existe um concorrente de sonho para este tipo de navio (class Holland) http://en.wikipedia.org/wiki/Visby_class_corvette são as Visby, tem o design espectacular que conheço e as características são do melhor também. que acha???
      http://www.kockums.se/en/products-services/naval-surface-ships/surface-combatants/visby-class-corvette/

      • LuisM

        Sem dúvida Otus!

        E têm armamento mais poseroso pois levam 8 SSMs embora se houvesse vontade e dinheiro tanto os navios holandeses bem como os nossos “calhambeques” também os pudessem levar.

      • Otus scops

        sim, o recheio é à medida do cliente.
        mas as nossas cascas-de-noz precisavam de mais velocidade para merecerem SSMs…

  2. o problema é que eu nem acho os NPO maus navios… no âmbito de patrulhas oceânicos são muito adequados (ainda que não lhes ficasse mal terem um pouco mais de armamento, p.ex. um lança-mísseis AA).
    O que acho muito mau é serem o substituto de corvetas, navios mais militarizados e a consequente redução drástica na capacidade operacional da Marinha.

    • Otus scops

      CP

      mais uma vez faço de Waldorf & Statler (mas sem ter a categoria deles….)

      “o problema é que eu nem acho os NPO maus navios” o problema é que há mais a pensar assim! 😀

      “ainda que não lhes ficasse mal terem um pouco mais de armamento, p.ex. um lança-mísseis AA).” e muito mais coisas, sobretudo velocidade que é o mais importante no patrulhamento para intercepção de barcos super rápidos dos traficantes.

      “e a consequente redução drástica na capacidade operacional da Marinha.” para que serve termos uma marinha poderosa no actual contexto histórico-politico-económico-georestratégico em que nos encontramos???

  3. HSMW

    Apesar de tudo o que se possa pensar acerca dos NPO e dos ENVC muita coisa daquilo que se passa “cá para fora” não são mais que meias verdades e muito por culpa do ministério da defesa e da marinha.

    ” E com o recente interesse da Nigéria nos 2 NPO já construídos por 100 milhões de euros com entrega para ontem, Não há ainda negócio concluído, mas,

    Bastou alguem oferecer 100 milhões pelos dois NPO`S que, como por milgre, saltarm os dois para doca seca…………….
    A dita falta de capacidade para os concluir em tempo útil desapareceu num segundo

    Depois nao duvidemos que os NPO´s para desempenharem a sua função em paises com nível economico médio e baixo, pela relação qualidade/ operacionalidade/ Preço, são uma óptima escolha, e poderão ter muito mais mercado em África

    Por 50 milhões de Euros nao há no mercado navio com as mesmas caracteristicas “
    http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=38&t=42&start=2760

    No nosso país, os patrulhas vão substituir corvetas, com funções de patrulhas…

    • HSMW

      É a Nigéria!!! Onde é que fui buscar a ideia que era a Guiné?…

  4. e ainda bem!
    esses aí têm petrodoláres para comprar uma (inútil) frota de uns 200 e tal NPOs…

  5. lara martis

    O NPO2000 foi feito para isto:

    http://www.marinha.pt/PT/noticiaseagenda/noticias/Pages/ApreensaodedroganoAlgarve.aspx

    http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=277834

    em pouco mais de 2 meses operacioal ja tem no curriculo 1770 quilos de cocaina apreendidos
    E salvou a vida a 4 Britanicos num veleiro a deriva com o mastro partido.

    e imaginem nao precisou das armas para nada……
    o NPO è um navio patrulha…

  6. alex

    Acho o navio holandez, sem dúvida um grande iate naval. Nossos patrulhas oceanicos, digo amazonas e afins, poderiam, realmente serem um pouco mais modernos do ponto de vista de design, tanto externo quanto internos. Parece que ninguém sabe conjugar eletronica, com instrumentos de trabalho, como fazem os contrutores de móveis planejados, porque fizeram isso no holandez. É só prestarem um pouco de atenção, com o refinamento parecendo aço escovado, ficou jóia. Um pouco mais de armamento, nos NPOs também seriam uma boa, alguns lança torpedos, canhao de 76mm mais um de 30mm e pelo menos 12 mísseis anti aéreos. Não é corveta, mas um patrulha oceanico de 90 metros para carregar um canhãozinho de 30mm e um canhão d’água + metralhadoras, cá pra nós, hein! Pelo menos ainda vale a pena sonhar com um poder naval e guarda costeira melhor. Merecemos isso, e como merecemos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: