A Rússia vai vender aviões Su-35 Flanker E à China

Até hoje, a Rússia sempre recusou vender os seus mais avançados aviões de combate à China. Até hoje. Tudo indica que Moscovo vai aceitar vender o mais recente avião da Sukhoi, o Su-35 à China.

O Su-35 Flanker E é propulsado por dois motores 117S com impulso vetorial, combinando assim elevada manobrabilidade com a capacidade para atacar vários alvos ao mesmo tempo. O modelo deverá começar a ser fabricado a partir de finais de 2011 e a China deverá receber os seus primeiros aparelhos entre 2011 e 2015. No total, e segundo algumas fontes, a China poderá adquirir entre 40 a 50 aviões deste modelo.

Apesar de se tratar do último modelo do Su-35, a Rússia vai vender uma “versão de exportação” o que na linguagem russa significa uma versão com menos capacidades que a versão original. Curiosamente, esta foi a versão proposta ao Brasil (no âmbito do programa F-X2) e entretanto afastada.

Esta decisão inédita pode ter sido potenciada pela patente necessidade chinesa por várias centenas de aviões de combate modernos e pela necessidade russa de manter a China como um dos seus principais clientes.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Russia_sells_Su-35s_to_China_999.html

Anúncios
Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | 31 comentários

Navegação de artigos

31 thoughts on “A Rússia vai vender aviões Su-35 Flanker E à China

  1. BRAÇO FORTE

    Aguardemos, então, o próximo clone chinês.

  2. os russos não aprendem, errar uma vez é humano, mas repetir o mesmo erro é simplesmente burrice

  3. Odin

    1º – É lamentável que os aviões Sukhoi costumem dar problemas mecânicos;
    2º – Apesar dos problemas mecânicos, é uma pena que o Brasil não tenha conseguido transferência de tecnologia do SU-35 da Sukhoi, como a Dassault afirma que vai ceder do Rafale. Porque o detalhe dos problemas, o Brasil procurava uma solução de aperfeiçoamento.
    3º – A China com o SU-35 não vai ser bom. A Rússia que tome cuidado para a China não clonar e replicar às muitas dezenas e usar contra a própria Rússia. A China superando os EUA lembra, no começo do século XX, o 2º Reich do Kaiser Guilherme II ameaçando superar o Império Britânico. A conseqüência foi a 1ª Guerra Mundial. 😦

    • ao que sei os “problemas mecânicos” são a falta de peças. os aviões em si mesmo, são mais robustos que os ocidentais.
      continuo pensando que o SU-35 seria a melhor opção para o F-X2, mas havia essa questão das peças que dizem mantêm no solo a maior parte do Sukhoi venezuelanos, por exemplo.

      • Otus scops

        “os “problemas mecânicos” são a falta de peças”
        se antigamente este era um problema, agora agravou-se, ninguém faz nada sem dinheiro…

        “os aviões em si mesmo, são mais robustos que os ocidentais.”
        não sei de onde vem esta fama, mas ainda que seja verdade não será uma fiabilidade determinante, no geral ninguém se queixa da proverbial fiabilidade do ocidente.

        falta referir a histórica superioridade tecnológica e sofisticação dos aparelhos ocidentais cujos inimigos principais tem sido… os próprios aparelhos ocidentais ou o nº muito superior de inimigos.

      • LuisM

        O SU-35 tinha toda a lógica para o Brasil se este se integrasse no programa PAK-FA, como a Índia.

  4. Pingback: A Rússia vai vender aviões Su-35 Flanker E à China | PLANO BRASIL

  5. LuisM

    Os russos podem ser muitas coisas mas de parvos é que não têm nada. Apenas são os mais hábeis jogadores de xadrês do mundo.

    A cópia chinesa do SU-27, o J-11 é um fracasso porque eles chineses não conseguem copiar, muito menos desenvolver a tecnologia necessária dos motores, e como tal, só com os motores Lyulka fornecidos pelos russos, conseguem alguma eficácia. A electrónica, em particular os radares e jammers também é inferior.

    Está precisamente a acontecer o mesmo com o J-10.

    Com o advento do PAK-FA, a família Flanker passa a 2ª linha. Mesmo assim como é referido no texto, o SU-35 a fornecer será uma versão downgrade.

    Resultado: os russos vendem um produto de excelência em quantidade, mantêm um grande cliente e fazem bom dinheiro, tudo isto mantendo a liderança tecnológica e respectiva vantagem militar.

    Nos últimos tempos tem crescido cada vez mais o antagonismo EUA – China e como tal também será uma maneira de fortalecer um grande opositor do tradicional “inimigo”.

    • será um downgrade, decerto, mas os chineses de hoje são os japoneses da década de 70: comprando tecnologia para a desmontarem e reproduzirem.
      E a Rússia já devia ter aprendido que a China não é um parceiro fiável!

      • LuisM

        Caro Clavis

        Não concordo muito com isso. A atitude dos japoneses é muito diferente dos chineses e isso tem a ver com uma questão cultural. Os japoneses quando copiam determinado produto melhoram-no enquanto que os chineses, as suas cópias são sempre inferiores ao original. No caso dos aviões, ou utilizam motores e electrónica fornecidos por estrangeiros ou então os aparelhos funcionam mal.

    • Otus scops

      LuisM

      mais uma (excelente) análise de estratégia!

      gostaria de dizer que o PAK-FA ao ser co-desenvolvido com a Índia, a Rússia mantém igualmente outro grande cliente e partilha custos e riscos.
      o histórico inimigo da China, é o maior beneficiado nesta história, com as mesmas vantagens que referi e sabendo de antemão que fica em vantagem tecnológica em relação aos chineses.
      é que os russos podem ser os melhores jogadores de xadrez do mundo (e são), mas quem o inventou foram os indianos… 🙂

      a última frase é de antologia.

      • LuisM

        Viva Otus

        😀

        E para ver se o meu amigo muda de opinião sobre esta “belezinha”

      • Otus scops

        LuisM

        assim que tiver banda-larga, prometo vou ver, muito obrigado.
        será mais uma macacada circense (manobra) tipo Cobra Pugachev??? 😀

        agora mais a sério (relativizando a importância do assunto) eu não digo que os aparelhos russos sejam assim tão maus e que não tem mérito técnico, nada disso, na realidade são eles que obrigam o ocidente a dar sempre o máximo porque a letalidade está lá.
        mas por “n” motivos a história e a estatística demonstram-nos uma superioridade TOTAL das aeronaves ocidentais e aquilo que me irrita por aqui é o ufanismo e os epítetos elogiosos sempre que alguma coisa “vem do frio” e quando são as sofisticadíssimas maquinas ocidentais fala-se (escreve-se) delas com banalidade.
        até podem ter isso tudo mas ainda não provaram nada, interpreto isso mais como um entusiasmo anti-ocidente (que há em muita gente – e respeito a opção) do que uma realidade comprovada, o que neste mundo conta muito.

        digamos que neste assunto (e noutros) faço de Waldorf e Statler do The Muppet Show… 🙂

        • LuisM

          Pois, mas foi preciso vir o F22 para os maricanos fazerem essa actividade circense, percebeu, seu marreta?

          😉

        • TONIO RODRIGO

          QUANDO A COMPROVAÇÃO SÃO AS GUERRAS INJUSTAS POR MOTIVOS POLÍTICOS E
          INTERESSES ESTRATÉGICOS, QUANDO AS FAZEM PARA ESCONDEREM O MAL QUE FAZEM E AQUILO QUE DEVEM AO MUNDO,MUITOS ACERTOS FAZEM NAS ARMAS, MESMO AS ESCONDENDO NOUTROS PAÍSES, E SÃO OS TAIS DEFENSORES DA DEMOCRACIA, AMIGOS, OLHEM BEM PARA A HISTÓRIA,TANTAS MORTES INOCENTES, TANTA DESTRUIÇÃO, NINGUÉM É ACUSADO POR CRIMES DE GUERRA,
          SERÁ QUE É PRECISO METER ESSA GENTE DEBAIXO DE UM B-52, B-1, DE BOMBAS DE FÓSFORO BRANCO, DE NAPALM,DE AGENTE LARANJA,TUDO FORNECIDO A PEDIDO???
          ABRAM ESSES OLHOS,AS ” CRUZADAS” JÁ FORAM!!

        • Otus scops

          TONIO RODRIGO

          também não gosto de guerras.
          esta discussão é puramente académica no sentido em que são apaixonados por máquinas voadoras, que tem tanto de fantástico como obras-primas de engenharia, como de letal e de veículo de morte, destruição e dor. da minha parte nunca perco a consciência daquilo que estou a falar – é como admirar cobras venenosas.
          mas também não nego o perigo que é não ter estas (ou outras) armas, sabendo que devoram orçamentos, causam em muitos casos pobreza, hipotecam o crescimento de nações, enriquecem alguns sem retorno para a sociedade. mas como diz Sun-Tzu “O melhor general é aquele que vence a guerra obrigando o inimigo à rendição sem combate.” e para isto acontecer é necessário desenvolver armas sofisticadas (de preferência sem nunca as ter de usar).
          concordo com a criminalização dos senhores da guerra: George Bush, Condoleeza Rice, Dick Cheeney, Donald Rumsfeld, Tony Blair e Colin Powel no TPI já!!!

      • Odin

        Eu vi. Que caça fantástico! 🙂

        • LuisM

          Sem dúvida, Odin!

          Mas aquele Otus é um teimoso!

          😀

          • Otus scops

            😀

            casmurro!!!

            (ainda não vi o vídeo mas fá-lo-ei em breve)

          • Otus scops

            LuisM

            procure no dicionário algum substantivo superlativo ao teimoso:
            este SU-35 é muito bom nos vídeos promocionais, ainda não vi nada! 😀

            apesar de tudo impressiona.

            singela homenagem a uma máquina elegante, ágil e com uma relação peso/potência superior:

            😉

            p.s. – a música é pavorosa…

            • atenção… hoje em dia, bem mais do que avião, importa o míssil que ele transporta… o seu alcance e precisão.
              Esse foi o “segredo” da vitória da USAF contra os MiG-29 sérvios e iraquianos, por exemplo…

            • Otus scops

              CP, sem dúvida.
              o novo MBDA Meteor parece ser o estado da arte.

              e também o apoio electrónico dos AWACS, sistemas de comunicação de dados, redes, actuar em silêncio electrónico, etc.

              mas aqui a questão é mais a máquina em si, se por hipótese um EF2000 e um SU-35 se encontrassem sem mísseis só para o “dogfight” qual das mecânicas se sobreporia à outra??? eu voto EF2000!
              🙂
              (com pilotos que dominassem bem a sua máquina)

  6. Só q os Rússos da desenvolveram os misseis no “estado da arte” p contrapor tbm esse problema; a coisda azul contra os ianks nesta áerea.O + triste e q o BRASIL está prestes a ter um vazio de caças na FAB, por culpa do sr. mLula q está adiando a decição do amarrado FX 2. esta descuidando da segurança do BRASIL , ao jogar p frente essa questão.Q venha os rafales. Mt triste.Sds.

  7. Odin

    Japão designa China como principal ameaça militar

    http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1737943&seccao=%C1sia

    Corrida armamentista no Extremo Oriente. Será que veremos, depois de tantas décadas, China e Japão novamente em guerra? 😦

  8. mas desta vez a China não é aquele gigante desarmado da década de 30…
    estrategicamente, é a opção correta.
    e a razoável, já que a Coreia do Norte… não passa de um tigre de papel… com a Bomba!

  9. Odin

    Desta vez os papéis estão invertidos. Naquela época, quem governava o Japão era o tirano, o vilão maligno. E os chineses estavam entre “os mocinhos”. Hoje, quem governa a China é o tirano, o vilão maligno. E os japoneses estão entre “os mocinhos”. Não apóio o império norte-americano, mas regimes como o iraniano de ayatollás, o regime “comunista”(fascista) chinês e o regime comunista norte-coreano tinham que cair através de revoluções internas, sem intervenção estrangeira. É um absurdo povos como chineses, japoneses serem inimigos. Os coreanos do norte e do sul matarem uns aos outros. Israelitas e árabes + persas serem inimigos mortais. Há momentos que eu desejo poder ir embora deste planeta, e levar comigo quem quer a paz com as outras pessoas e por livre vontade quisesse vir junto. Que pena estar preso a um mundo cuja espécie dominante não tenha consideração pelo seu semelhante e nem respeito pela natureza. 😦

    • e hão de cair… não acredito que com o aumento da circulação da informação pela Internet (que resiste a toda a censura) a China se aguente como o monolito que ainda é…

      • Odin

        Abençoada invenção é a internet. Considero uma das melhores invenções deste mundo. O que há de ruim na internet não é nada mais do que mal uso por parte de pessoas. A internet em si é boa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: