Quids S21: Quem é este homem?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S21 | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “Quids S21: Quem é este homem?

  1. Otus scops

    Malaca Casteleiro

    detesto este sabujo. 😦

    • pedronunesnomundo

      …o que é que faz o ppl começar a ser tratado pelos últimos nomes? ou por um do meio e pelo do fimm… ou pelo primeiro e pelo último…
      há algum impresso próprio para isso?

      *isto sou eu a desviar a conversa do ponto*

      • Otus scops

        os advogados e na tropa também é assim, trata-se pelos últimos nomes: dá um ar solene! a habitual feira de vaidades…

      • Otus scops

        “*isto sou eu a desviar a conversa do ponto*”
        nem só de pontos vive a família Quintusiliana… 😉
        desvia à vontade!

  2. Otus scops

    olé Espanhofonia!!!

    http://www.elpais.com/articulo/cultura/be/sigue/siendo/be/elpepucul/20101128elpepucul_2/Tes

    La be sigue siendo be
    Las academias del español acuerdan en la ciudad mexicana de Guadalajara mantener la ortografía con nuevas recomendaciones de uso.- La Feria está dedicada este año a Castilla y León

    (…Los académicos han llegado a la conclusión de que no quieren imponer nada, ninguna novedad en la nueva ortografía razonada del español. Lo que quieren es hacer propuestas. En muchos sitios la be se llama grande o alta, la uve se llama be chica, en algunos contextos la y griega se llama ye, y la gente puede optar entre escribir solo con o sin acento. …)

    (…Para explicar las controversias, el académico mexicano dijo que la lengua tiene muchas ambigüedades; “gracias a las ambigüedades hay poesía”. Todo sigue igual, sólo (con acento) hay recomendaciones, …)

    ODEIO-TE MALACA CASTELEIRO E DEMAIS PROSÉLITOS “DA NOVA ORTOGRAFIA” VENDIDOS A INTERESSES FINANCEIROS DE EDITORAS E ASSASSINOS DA LÍNGUA PORTUGUESA (e até brasileira) !!!!

    este foi meu grito de revolta e indignação. 😮

  3. ahaha!
    eis o membro fundador do Clube de Fãs de Malaca Casteleiro!
    (eu sabia que ias reagir, Otus!…)
    (se há tecla que te faz saltar a tampa é mesmo a do AO!)
    🙂

    • Otus scops

      “saltar a tampa”??? EXPLUDO! 😀

      CP, agora repara neste caso:
      uma revista de referência brasileira trata assim o português

      http://super.abril.com.br/cotidiano/

      em vez de QUOTIDIANO atira-nos “às trombas” com COTIDIANO.

      que terão os defensores portugueses do (des)AO a dizer por este gigantesco abastardamento do português perpetrado por um órgão dos média (mídia é outro abastardamento da língua) tão importante e conhecido???
      venham de lá esses comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: