Fernando Nobre: “Em breve, e 2030 está à porta, o Mundo poderá ter de enfrentar uma profunda crise alimentar global”

“Em breve, e 2030 está à porta, o Mundo poderá ter de enfrentar uma profunda crise alimentar global. (…) calcula-se que terá que se produzir mais de 50% de alimentos do que agora! Actualmente, as reservas alimentares no Mundo já estão num mínimo histórico de 30 dias, quando há uns anos era de 90, e mesmo os países ricos já não são auto-suficientes do ponto de vista alimentar, devendo importar 30 a 70% das suas necessidades alimentares.”
Fernando Nobre, Humanidade

Um pouco por todo o mundo, a escassez de alimentos, conjugada com a constante e imparável explosão demográfica, estão a criar condições para uma situação potencial tão explosiva como o aumento radical do preço do petróleo que se sucederá ao Pico Petrolífero que estamos hoje a viver.

A tomada de uma percentagem crescente das terras aráveis por culturas industriais de produção de biocombustíveis – motivada pela alta de preços do petróleo – tem com o Pico condições acrescidas para se desenvolver, impondo assim uma tensão ainda maior na produção alimentar num globo onde a explosão demográfica continua a ser um fenómeno imparável na maioria dos países em desenvolvimento.

A saída – a prazo – parece ser dupla: redução da explosão demográfica e aumento da produção agrícola de alimentos. Mas esta solução dupla é também uma dificuldade dupla: nem mesmo a autoritária China conseguiu reverter (ou mesmo travar) o crescimento da sua população. E o aumento da produção está bloqueado pela exaustão das terras aráveis no globo, pela escassez de água utilizável e pelas alterações climática. A curto prazo apenas a massificação da culturas transgénicas pode responder a este incremento das necessidades globais de alimentos. Mas a que preço? Com que impactos no Homem e no Meio Ambiente? E tornando os agricultores dependentes de que corporações agro-industriais para a obtenção de sementes? Ou seja, a alternativa tem tudo para ser tão indesejável como de… incontornável.

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Fernando Nobre: “Em breve, e 2030 está à porta, o Mundo poderá ter de enfrentar uma profunda crise alimentar global”

  1. Odin

    Vamos ter que procurar outros planetas para colonizar…

  2. zwyg

    Engraçado… a agricultura só ocupa uma mínima porcentagem das terras brasileiras que podem ser usadas para esse fim. O Brasil quer vender seus alimentos para o mundo e só encontra barreiras, protecionismo, principalmente na Europa. E está para faltar alimentos no mundo ????? Por causa das barreiras de hoje, certamente! Não será outro o motivo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: