Fernando Nobre: “Um terço da população do planeta vive em situação de pobreza”

Fernando Nobre (http://www.ionline.pt)

Fernando Nobre

“Um terço da população do planeta vive em situação de pobreza, a saber, vive com menos de 2 dólares por dia e que um quinto do planeta vive em situação de miséria absoluta, isto é, com menos de um dólar por dia por pessoa. Falar de pobreza é automaticamente falar de violação de Direitos Humanos.”
Fernando Nobre
Gritos contra a Indiferença

Não há Direitos Humanos, sem libertar o Homem dessa condição desumana que é aquela imposta pela Fome e pela Miséria. Como dizia Agostinho da Silva só um “para pensar é preciso não ter a barriga vazia”. Este trágico número demonstra de forma cabal e terminalmente eloquente o fracasso do neoliberalismo e, sobretudo, de uma globalização radical e de um funesto favorecimento crónico do setor financeiro sobre as restantes atividades económicas. Apesar da existência de melhorias concretas em alguns países do Oriente e da América do Sul, há ainda continentes inteiros onde essas melhorias nao foram ainda registadas… e mesmo onde elas tiveram lugar, há severos problemas de desequilíbrios de distribuição de rendimentos por resolver.

www.fernandonobre.org

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Fernando Nobre: “Um terço da população do planeta vive em situação de pobreza”

  1. Pior que isso é o contraste: os 20% simétricos desses que vivem em pobreza extrema (menos de um dólar por dia), que são aqueles que detêm 80% (4/5) dos recursos do planeta!!! Só é pena que a “riqueza” deste mundo tenha de se traduzir em dólares, ienes e euros, porque se fosse medida em escrúpulo, sentido de justiça e altruísmo, provavelmente a situação era a oposta. A ganância do dinheiro é serva de muito maus instintos e sentimentos. Já vai sendo altura de colocar o Valor onde ele pertence – no carácter e na humanidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: