Das ambições marcianas do programa espacial chinês

Sonda marciana chinesa Yinghuo 1 (http://www.chine-informations.com)

Sonda marciana chinesa Yinghuo 1 (http://www.chine-informations.com)

No decurso do seu programa espacial – que tem tanto de cuidadoso como de ambicioso – a China tem agora como meta maior o planeta Marte. Já havia rumores de que Pequim iria lançar uma missão marciana tão cedo como em 2013.

Já se sabia que em 2011, a China vai colocar uma pequena sonda, a Yinghuo 1 na sonda russa Phobos-Grunt. Este pequeno Orbiter tem como missão estudar a alta atmosfera marciana, tentando encontrar respostas que possam aclarar a questão de saber para onde foi a atmosfera que se suspeita que Marte possa ter tido num passado geológico recente.

A China já tem a tecnologia para levar longas missões como provaram as missões lunares
Chang’e 1 e 2, havendo indícios de que a Chang’e 2 poderá – no fim da sua missão abandonar a órbita lunar e realizar uma aproximação a um asteróide.

Não é assim impossível que a China desenvolva o modelo de sonda usado com sucesso por duas vezes em missões lunares para uma terceira sonda, completamente autónoma como o Phobos-Grunt e a lance na próxima aproximação Marte-Terra, em 2013.

O maior problema com uma missão marciana completamente autónoma será, contudo, o lançador… Para uma missão mais longínqua – até Marte – será precisa mais potencia do que a que o mais potente lançador chinês, o Longa Marcha 3C (da Chang’e 2), talvez usem o 3B, mais antigo, mas mais potente… a China está a trabalhar nos novos Longa Marcha 5, mas esta nova geração de foguetes só será estreada em 2014.

Uma missão marciana completamente autónoma daria uma prova insofismável da sofisticação do programa espacial chinês e num programa onde a afirmação política interna e externa é crucial, tal sucesso seria tão importante como – no passado recente – foi o envio do primeiro taikonauta para o Espaço, razão pela qual este rumor deve ter mesmo bases muitos sólidas…

Fonte:
http://www.spacedaily.com/reports/China_Goes_To_Mars_999.html

Categories: China, SpaceNewsPt | Etiquetas: | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Das ambições marcianas do programa espacial chinês

  1. Otus scops

    ficaria decepcionado se os chineses fossem os primeiros a chegar a Marte… 😦
    foguetes Longa Marcha … lembra-me aqueles “belos tempos” do Livro Vermelho e da reeducação!
    taikonautas… 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: