Fernando Nobre: “No lapso de uma ou duas gerações temo que alguns países europeus, se vejam a braços com um problema cultural e religioso gravíssimo”

 

Fernando Nobre

Fernando Nobre

 

“No lapso de uma ou duas gerações temo que alguns países europeus, nomeadamente Alemanha, França, Bélgica, Holanda, Áustria, Dinamarca, Suécia e Itália, se vejam a braços com um problema cultural e religioso gravíssimo, relacionado com o crescimento demográfico acelerado da sua população islâmica. População essa que, se não travarmos a política do ódio e da exclusão (nutrida pelo que se passa na Palestina, no Iraque e no Afeganistão) e se não soubermos investir seriamente na educação, no diálogo intercultural e ecuménico, poderá ser sensível a apelos extremistas, provocando reações racistas e xenófobas violentas? favorecendo por sua vez o surgimento entre nós de partidos fascistas de triste memória.”
Fernando Nobre
Humanidade

Esta guerra – mais ou menos surda – entre religiões ainda não alcançou o seu apogeu. As guerras no Iraque e no Afeganistão nada são quando comparadas com aquilo que se perfila no horizonte: a erupção de grandes comunidades islâmicas em países como França, Alemanha e Reino Unido e a capacidade que então terão para influenciar a governação ou de – até – assumirem.

Perante a estagnação demográfica da maioria dos países ocidentais, a crescente população islâmica (crescente, mais pela via da reprodução do que imigração) irá criar uma inevitável tensão social nas nossas sociedades: a cultura islâmica não contempla a integração com as sociedades ocidentais (de matriz judaico-cristã) e perante toda a torrente de ódio gerada pelo apoio ocidental a Israel (motivado por uma pesada dor de consciência) a eclosão de terríveis confrontos no interior da Europa entre estas cada vez maiores comunidades islâmicas desintegradas e as demais populações são inevitáveis e de alcance e consequências absolutamente imprevisíveis.

A solução para esta tragédia de proporções cataclismicas antevistas pelo Dr. Fernando Nobre só pode ser dupla, na nossa :
1. Reforçar o esforço de integração das comunidades europeias de religião islâmica, sem as descaraterizar nem oprimir
2. Combater por todas as formas legais e legítimas as derivas radicalizantes que surgem nestas comunidades.

Às quais há que somar o verdadeiro Nó Górdio da radicalização do Islamismo no mundo: a Questão Palestiniana… Sem ela, sem o pleno e livre acesso dos muçulmanos aos seus lugares sagrados em Jerusalém e, sem que cessem todos os abusos israelitas e expansão territorial de Israel, há de sempre haver o gérmen da dissensão onde quer que viva um muçulmano.

Categories: Fernando Nobre, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: