Lauro Moreira: “Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil em abril de 1500, à frente da maior expedição marítima até então organizada em Portugal: treze navios e cerca de 1500 homens, ou seja, quase 3% da população de Lisboa da época”

 

 

“Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil em abril de 1500, à frente da maior expedição marítima até então organizada em Portugal: treze navios e cerca de 1500 homens, ou seja, quase 3% da população de Lisboa da época.”
Lauro Moreira

Imaginemos que os portugueses de hoje tinham a mesma força anímica destes portugueses de Quinhentos? Que Índias, que Brasis, poderiam agora ser desbravados? Se todo o desperdício de tempo, energia, criatividade e recursos que hoje malbaratamos em infindas inutilidades, desde o farmville às novelas vampíricas, passando pela baixa politiquice e sem esquecer a inefável e omnipresente “Bola”para onde estariam hoje a zarpar as naus do Tejo? Para o Espaço, a idêntica fronteira material que desafiava o Homem de então e o de hoje, só que vertical e não mais horizontal? O desbravamento, mapeamento e exploração dos extensos (e ricos) mares da nossa ZEE (Zona Económica Exclusiva) ou… as famosas e mítico-proféticas “índias espirituais” do poeta?

Onde estaríamos hoje, em suma, se nao tivéssemos tantas distracções?

Categories: Brasil, História, Política Nacional, Portugal | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “Lauro Moreira: “Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil em abril de 1500, à frente da maior expedição marítima até então organizada em Portugal: treze navios e cerca de 1500 homens, ou seja, quase 3% da população de Lisboa da época”

  1. Pingback: Lauro Moreira: “Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil em abril de … | Info Brasil

  2. amais1975

    Por vezes questiono-me se só funcionamos enquanto Estado e povo, com um governo musculado. Teremos maturidade para funcionar enquanto democracia? É o povo suficientemente informado para voltar, não por “clubismo”, mas pela validade das propostas políticas? Eu já não sei o que pense.

  3. Sabe Clavis faço-me essas perguntas constantemente, será que o Brasil, Angola, Moçambique, Portugal e outros vão conseguir se elevar ao posto que realmente pertençam? Vãos ter a coragem e força necessária para superar os vícios seculares? Vícios esses que nos aprisionaram na mediocridade. INfelizmente não tenho essa resposta, mas se conseguimos superá-los uma vez podermos fazer isso de novo, pelo menos assim espero.

    • terão certamente… pela via da Qualificação e Educação estão a criar-se massas críticas que nas próximas décadas mudarão a face da África lusófona, precisamente como já está a acontecer hoje em Cabo Verde…

  4. pedro

    Pedro Álvares Cabral chega ao brasil e depois chega a India

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: