Daily Archives: 2010/10/20

Cavaco e a “Magistratura de Influência” de um Presidente da República

“Só há uma semana é que Cavaco ficou plenamente convencido de que o líder do PSD estava determinado a chumbar um OE que nao cumprisse as duas condições minimas que enunciou na Festa do Pontal: não haver subida de impostos e a rejeição do corte nas deduções fiscais em saúde e educação”
(…)
(Cavaco sai) debilitado perante os eleitores depois de ter visto falhar os seus poderes de concertação junto dos partidos, mesmo naquele, o PSD, que foi a sua casa política de sempre.”

Paula Sá e Eva Cabral
Diario de Notícias
9 de outubro de 2010

Sejamos muito claros: em Portugal, os poderes da Presidência da República estão reduzidos a um ponto tal que ao titular do cargo e ao PR pouco mais resta que o uso – necessariamente raro – da “bomba atómica” da dissolução do Parlamento e um difuso, mas precioso, “poder de mediação e influência”. Desde há muito tempo que defendo que os poderes efetivos da Presidência foram de tal modo erodidos (muito por vontade do antigo Presidente Mário Soares) que torna o mais alto cargo da Nação num “monarca sem ceptro” quase sem poderes reais e efetivos. A este respeito, defendo o regresso a um Semipresidencialismo pleno, como aquele que já existiu em Portugal. Mas, vejamos, se hoje o maior poder do Presidente da República é precisamente o de influência e se Cavaco Silva nem é capaz de influenciar o seu próprio partido (o PSD) a tomar a decisão que esperava (aprovar o OE2011) e se foi até surpreendido pela posição de Passos Coelho então não estaremos perante um Presidente francamente MUITO MAU e que não merece ser reeleito?

Anúncios
Categories: Política Nacional, Portugal | 7 comentários

Quids S21: Que avião era este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S21 | 11 comentários

O projeto “Janala” de ensino do inglês por telemóvel no Bangladesh

 

 

Em vários países do mundo decorrem projetos que envolvem o uso de telemóveis como ferramenta educativa. Nenhum alcançou ainda uma grande escala, sendo a maioria ou projetos de âmbito muito limitado (envolvendo por exemplo o ensino de línguas) ou tendo terminado ainda na fase piloto.

Mas há nesta área um imenso espaço para progredir. Exemplo disso mesmo é um projeto que decorre hoje no Bangladesh e onde a parceria com a BBC assume um papel central. O projeto é conhecido como “Janala” e consiste na disponibilização de aulas de inglês por telemóvel. O projeto é financiado pela UKaid traduz-se no acesso a gravações com entre dois a três minutos de duração que chegam aos telemóveis de quem enviar um SMS para um número específico com um código de quatro dígitos. Existem 140 lições áudio diferentes disponíveis que já foram ouvidas mais de dois milhões de vezes demonstrando assim o sucesso do programa.

Apesar do sucesso, o “Janala” está ainda numa fase inicial. Só existem ainda aulas de língua inglesa disponíveis no sistema, mas isso nas significa que não seja bem sucedido: até ao momento, mais de dois milhões de aulas já foram ouvidas, mais de cem mil lições já foram carregadas no site móvel da BBC, ou seja através de telemóveis smartphone, o que num país como o Bangladesh é muito notável.

Uma das chaves do sucesso do sistema foi o factor preço… Foi firmado um acordo com operadores de telemóvel local que permite a cobrança de uma tarifa especialmente baixa para tráfegos de voz e dados para o site da Janala.

Como parte do processo de divulgação da Janala, houve uma seleção de utilizadores “incentivados” cuja utilização do sistema será cuidadosamente medida, recebendo em troca o reembolso dos custos despendidos no sistema e produzindo dados estatísticos que depois foram estudados. Este estudo revelou que as mulheres são o maior utilizador do sistema.

Um sistema semelhante pode ser desenvolvido para os países de língua portuguesa… Um projeto em que o MIL poderá ter uma palavra a acrescentar brevemente.

Fonte:
http://blogs.worldbank.org/edutech/learning-the-queens-english-on-your-mobile-phone

Categories: Economia, Educação, Informática, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono | Etiquetas: | 2 comentários

Sobre a estranha compra de um Mercedes para a Presidência do Conselho de Ministros

 

Não é este... mas qualquer dia será (http://www.diariomotor.com)

Não é este... mas qualquer dia será (http://www.diariomotor.com)

 

“A noticia de que o Governo comprou um Mercedes topo de gama por 134 mil euros está a agitar os bastidores da política. (…) alegadamente, para servir o Presidente da Comissão Europeia na Cimeira da NATO, em Novembro, não deverá ter esse uso. Isto porque Durão Barroso, como outras individualidades internacionais, irá ter direito a um carro requisitado ao Protocolo de Estado e não à Presidência do Conselho de Ministros.”
Diário de Notícias
2 de outubro de 2010

Estamos perante um mistério de contornos desconhecidos e cujo desfecho será para todo o sempre imerso nas mais obscuras teses conspirativas… parece claro que o dito veículo de luxo foi comprado para ser um usado em propósitos pouco confessáveis, em manifesta contradição com a sucessão de restrições que o Governo lançou sobre os portugueses e que esta compra devia ter seguido pela via mais discreta possível mas que algo correu mal e acabou nos títulos dos jornais. O Mercedes é agora um embaraço que ninguém tem ensejo em assumir e que provavelmente irá desaparecer num qualquer armazém do Estado muito rapidamente… agora que o jogo foi aberto.

Mas o episódio é ilustrativo… expõe a forma predatória com que as “elites políticas” que através da Partidocracia e do bipartido PS-PSD sequestraram o Estado e a Repúblico em seu próprio usufruto e proveito e que dele repelem todos os cidadãos que – supostamente – deviam servir. Esta cáfila de abutres não recusa para si nenhuma mordomia ou nababaria e exige o seu estatuto de “primeiro entre iguais” com tiques aristocráticos indisfarçáveis que nos fazem lembrar a profusão de barões e condes nos últimos anos da monarquia… São estes “senhores da política” que partilham os cargos de gestão nas empresas públicas ou nas dependentes de contratos com o Estado. São estes senhores que compram Mercedes com dinheiros públicos, e que depois os fazem envergonhadamente desaparecer para camuflarem o seu despesismo desregrado em época de bancarrota e desemprego.

É esta gente que importa varrer do nosso Parlamento promovendo uma revisão constitucional que permita a eleição de deputados independentes, como aqueles cuja existência o MIL defende em petição pública e empenhando-nos na eleicao do primeiro candidato presidencial totalmente livre de peias ou condicionalismos partidários: o Dr. Fernando Nobre.

Categories: Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade