Isabel Rei Sanmartim: “Segundo o atual Estatuto de Autonomia da Galiza, unidade administrativa espanhola, o conhecimento do chamado “idioma galego” é objeto de direito, mas não de dever”

 

Isabel Rei Sanmartim (http://media.lavozdegalicia.es)

Isabel Rei Sanmartim (http://media.lavozdegalicia.es)

 

“Segundo o atual Estatuto de Autonomia da Comunidade Autónoma de Galicia (CAG), unidade administrativa espanhola, o conhecimento do chamado “idioma galego” é objeto de direito, mas não de dever, ao tempo que o conhecimento do castelhano é objeto de dever em todo o Estado. Isso quer dizer que os galegos, como cidadãos, temos a briga de conhecer o castelhano, mas temos a obriga de conhecer a língua própria.”
Isabel Rei Sanmartim
Sobre o conceito de prática genocida

Este desequilíbrio é uma ferramenta a que recorrem os centralistas de Madrid para prosseguirem os seus planos de “espanholização” dando assim seguimento ao plano de Francisco Franco (ironicamente, um galego…) de extinguir todas as nacionalidades e línguas nacionais de Espanha e de forjar uma identidade “espanhola” que de facto, mais não é do que uma versão extrovertida do castelhanismo, a nacionalidade imperialmente dominante em Espanha desde a conquista de Granada. E Castela-Madrid sabe que para prosseguir com o seu rolo compressor esmagador de nacionalidades pela Espanha fora tem que desbravar primeiro o terreno desmatando as milenares árvores linguísticas catalã, basca e galega (língua portuguesa da Galiza)… e é por isso que a espanholização da Península usa a imposição da sua língua “imperial” (o castelhano) pela via económica e estatal para acultural e destruir a nacionalidade galega.

Categories: Galiza, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Portugal | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Isabel Rei Sanmartim: “Segundo o atual Estatuto de Autonomia da Galiza, unidade administrativa espanhola, o conhecimento do chamado “idioma galego” é objeto de direito, mas não de dever”

  1. Otus scops

    CP
    boa análise!
    Portugal está com as habituais traições dos iberistas a deixar-se colonizar, enfim.
    já reparaste no traçado de TGV que eles nos enfiaram pela “garganta abaixo”??? um traçado radial com centro em Madrid, subalternizando Lisboa. para sairmos de TGV para a Europa temos sempre que passar por Madrid.
    é outra forma de colonização, “y despúes dejaremos de hablar portugués, coño”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: