Isabel Rei Sanmartim: “Segundo o atual Estatuto de Autonomia da Galiza, unidade administrativa espanhola, o conhecimento do chamado “idioma galego” é objeto de direito, mas não de dever”

 

Isabel Rei Sanmartim (http://media.lavozdegalicia.es)

Isabel Rei Sanmartim (http://media.lavozdegalicia.es)

 

“Segundo o atual Estatuto de Autonomia da Comunidade Autónoma de Galicia (CAG), unidade administrativa espanhola, o conhecimento do chamado “idioma galego” é objeto de direito, mas não de dever, ao tempo que o conhecimento do castelhano é objeto de dever em todo o Estado. Isso quer dizer que os galegos, como cidadãos, temos a briga de conhecer o castelhano, mas temos a obriga de conhecer a língua própria.”
Isabel Rei Sanmartim
Sobre o conceito de prática genocida

Este desequilíbrio é uma ferramenta a que recorrem os centralistas de Madrid para prosseguirem os seus planos de “espanholização” dando assim seguimento ao plano de Francisco Franco (ironicamente, um galego…) de extinguir todas as nacionalidades e línguas nacionais de Espanha e de forjar uma identidade “espanhola” que de facto, mais não é do que uma versão extrovertida do castelhanismo, a nacionalidade imperialmente dominante em Espanha desde a conquista de Granada. E Castela-Madrid sabe que para prosseguir com o seu rolo compressor esmagador de nacionalidades pela Espanha fora tem que desbravar primeiro o terreno desmatando as milenares árvores linguísticas catalã, basca e galega (língua portuguesa da Galiza)… e é por isso que a espanholização da Península usa a imposição da sua língua “imperial” (o castelhano) pela via económica e estatal para acultural e destruir a nacionalidade galega.

Anúncios
Categories: Galiza, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Portugal | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Isabel Rei Sanmartim: “Segundo o atual Estatuto de Autonomia da Galiza, unidade administrativa espanhola, o conhecimento do chamado “idioma galego” é objeto de direito, mas não de dever”

  1. Otus scops

    CP
    boa análise!
    Portugal está com as habituais traições dos iberistas a deixar-se colonizar, enfim.
    já reparaste no traçado de TGV que eles nos enfiaram pela “garganta abaixo”??? um traçado radial com centro em Madrid, subalternizando Lisboa. para sairmos de TGV para a Europa temos sempre que passar por Madrid.
    é outra forma de colonização, “y despúes dejaremos de hablar portugués, coño”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: