A NASA está a trabalhar num novo conceito para chegar ao Espaço: Carris

X-51A Waverider (http://www.flightglobal.com)

X-51A Waverider (http://www.flightglobal.com)

Uma equipa da NASA está a trabalhar num novo conceito para chegar ao Espaço: lançar uma nave espacial a partir de um sistema de carris até que o engenho alcance uma velocidade suficiente para que os seus motores scramjet possam ser ligados e elevar a nave até uma altitude que lhe permite lançar um segundo estádio, propulsado a foguete até órbita.

A nave terá, no seu primeiro estádio, motores scramjet alimentados pelo ar atmosférico (poupando assim as toneladas de oxigénio líquido dos foguetões químicos convencionais) e neste estádio uma capacidade para acelerar até ao Mach 10 e asas muito aerodinâmicas. Logo que libertar o segundo estádio (a foguete) a nave-mãe dará uma volta e regressará ao solo, planando graças às suas asas.

Desta forma, a parte mais importante do sistema será reutilizável com uma notável poupança de custos.

A tecnologia necessária já existe, mas tem que ser aperfeiçoado até se conseguir um protótipo viável e económico.

Os carris de lançamento poderão ser eletrificados, de forma a permitir o uso do magnetismo para acelerar a nave-mãe. Mas um sistema de impulso a gás também está a ser avaliado.

A tecnologia scramjet ainda não está completamente amadurecida, mas os progressos registados graças a programas como o X-51A Waverider e o X-43A indicam que se está perto do nível tecnológico necessário para levar este projeto a bom porto.

Não é contudo certo que a NASA receba os fundos suficientes para levar até ao fim este ambicioso e muito promissor programa…

Fonte:
http://www.space.com/businesstechnology/rail-launched-scramjets-new-nasa-technology-100914.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “A NASA está a trabalhar num novo conceito para chegar ao Espaço: Carris

  1. Carlos Portugal

    Caro Clavis:

    Este conceito não tem nada de novo, pois os nazis, em 1944, em Peenemünde, estavam a trabalhar num projecto semelhante, embora com fins bélicos: o Projecto Sänger. É claro que o «booster» de primeiro estágio não era de sistema scramjet, nem os carris (monocarril, no caso) possuíam motores eléctricos lineares, mas o conceito era deveras semelhante. E, se atentarmos que o grande impulsionador da NASA foi o Dr. Wherner von Braun…

    Cumprimentos.

  2. Otus scops

    bem, este é revolucionário!

    mas como será a aceleração??? não irá esmagar os tripulantes até atingir a velocidade necessária???

  3. http://en.wikipedia.org/wiki/Eugen_S%C3%A4nger
    sim, acho até que já escrevi aqui sobre o seu projeto… mas não encontro o artigo!
    a aceleração é um problema, excepto… se servir apenas para colocar cargas em órbita!

  4. LuisM

    Obviamente que o AMERIKA BOMBER de Eugen Sanger era (e talvez ainda o seja) impraticável com a tecnologia de então.

    Representava mais o desejo de conseguirem atingir o coração da América no seu bastião insular-continental.

    De qualquer das formas, Sanger foi um visionário.

  5. Otus scops

    LuisM

    excelente video, nem conhecia este projecto.

    a semana passada vi no National Geographic a história da Fritz X, o início da bombas inteligentes que só 40 anos depois é que começaram a ser usadas.
    há que admitir, os alemães são os melhores engenheiros do mundo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: