Daily Archives: 2010/09/23

Quids S21: Quem era este homem?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Anúncios
Categories: Quids S21 | 15 comentários

Bundeswehr Transformation Center sobre os impactos do Pico Petrolífero

Bundeswehr Transformation Center (http://www.streitkraeftebasis.de)

Bundeswehr Transformation Center (http://www.streitkraeftebasis.de)

Embora a Recessão Global que tendo surgido em 2008, ainda faz hoje sentir o seu peso, tenha feito passar para segundo plano os reflexos na economia do Pico Petrolífero, a verdade é que este já ocorreu nalguns dos maiores produtores mundiais (como a Arábia Saudita e a Rússia) e assim que a Recessão der sinais decisivos de resolução, o consequente aumento de consumo há de expor as suas consequências.

Esta é também a conclusão de um estudo produzido pelo “Departamento de Análise Futura” do Bundeswehr Transformation Center, um instituto alemão que procura identificar o rumo da estratégia que devem seguir as forças armadas alemãs.

O estudo conclui que o Pico Petrolífero irá alterar de modo irreversível o equilíbrio global de poder e levar à aparição de novas superpotências. Conclui também que os países ocidentais irão entrar num declínio económico acentuado e que os Mercados Financeiros irão entrar em colapso total e irreversível. Em consequência, o globo será assolado por uma sucessão de crises políticas e sociais.

Além da Alemanha, também o Reino Unido está preocupado com as consequências de curto prazo do Pico Petrolífero estando (segundo o prestigiado jornal The Guardian) o governo britânico a preparar juntamente com o Banco de Inglaterra e representantes da Indústria um plano de reação ao Pico e à tremenda redução dos níveis de energia que se esperam como sua direta consequência.

O relatório do instituto alemão escreve a dado ponto que “alguma probabilidade de que o Pico petrolífero ocorresse em torno do ano 2010 e que o impacto sobre a segurança seja expectável ser sentido 15 a 30 anos depois”.

Uma das maiores alterações no quadro geopolítico mundial será o aumento notável e inédito do poder dos países que após este Pico, conseguirão manter-se como exportados de hidrocarbonetos. A escassez determinará que os maiores consumidores estarão dispostos a quase tudo para cativarem a escassa oferta que então estará disponível para exportação.

O relatório também prevê que esta escassez sistémica e crescente vai destruir a atual tendência para a liberalização do mercado da energia: “A proporção de petróleo comerciada a nível global, o mercado do petróleo acessível livremente, diminuirá quando mais petróleo for comerciado através de contratos bi-nacionais”. Isto determinará o fim do Mercado e a estatização do comércio mundial de petróleo é inevitável.

Como consequência desta escassez de petróleo, todos os preços – de todos os produtos – irão subir de forma absolutamente explosiva, já que o petróleo compõem os preços de cerca de 95% de todos os bens.

O estudo militar alemão lança uma serie de respostas possíveis a uma emergência económica de tão grande amplitude: o regresso à planificação económica em que “um racionamento governamental e a destinação de bens importantes ou o estabelecimento de programas de produção e outras medidas coercivas de curto prazo para em tempos de crise substituir mecanismos baseados no mercado”.

Os autores do estudo referem também a possibilidade da erupção de colapsos generalizados dos sistemas democráticos do Ocidente, com a chegada ao poder – pela via democrática – de “alternativas ideológicas e extremistas às formas existentes de governo”.

Fontes:
http://www.spiegel.de/international/germany/0,1518,715138,00.html#ref=nlint
http://www.resistir.net (tradução)

Categories: DefenseNewsPt, Economia, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade