Interpass: Cuidado com a venda agressiva!

Interpass /http://www.gmstatic.com)

Interpass (www.gmstatic.com)

Recentemente foi contactado pela Interpass. Segundo dizia o operador do Call Center que tinha “ganho um sorteio” e que num hotel na região de Lisboa estava um voucher de 3 dias à minha espera. Desde logo, a primeira estranheza: como é que a Interpass sabia o nome nome completo e o meu número de telemóvel… obviamente, fiz uma queixa à Comissão de Nacional de Protecção de Dados (CNPD), cujo desfecho agora aguardo. Mas adiante…

A Interpass realiza estas ações de venda após o pico dos meses de verão, entre setembro e abril de cada ano, um pouco em todo o país. A abordagem é sempre a mesma: telefonam e informam a pessoa que ganhou um “sorteio” (que deve ter tanto de sorteio como eu tenho de turco-mongol) e que “só” tem que ir a um hotel levantar o voucher para 3 dias de estadia num dos hotéis do grupo. Diz também a operadora algo que mais tarde se vem a revelar falso: que é apenas uma ação de publicidade, de pura divulgação dos serviços da empresa, e que “não é uma ação de vendas”.

Logo que se mete o pé nestes hotéis percebe-se logo que estamos perante uma operação em larga escala… no hotel em que nos fizeram ir levantar o voucher a Interpass tinha reservado duas salas de reuniões, algo que deve ter custado uns belos milhares de euros por dia… Aliás, os hotéis são sempre judiciosamente escolhidos entre os melhores e os que se encontram nos locais mais centrais das grandes cidades. Aliás, já seguiu também uma queixa à gerência deste hotel onde “convidaram” a ir quanto aos danos na imagem pública que o Tivoli da Praça das Nações sofre pela sua associação com esta empresa.

A Interpass reservou assim duas salas no Tivoli. A recepção é feita por indivíduos que pairam pelo andar onde estão as salas da Interpass em busca de “angariados”, isto é: nós. O atendimento tem tanto de primoroso como de suspeito: tanta atenção só pode ser dada a um provável cliente e não a um mero “sorteado”.

O recetor levou-nos de seguida a um “técnico de turismo” (que duas horas depois ao ser confrontado com facto de ser “vendedor” negaria veemente e inutilmente tal designação). Exato: duas horas a ouvir e a ver comparações de preços com outras agências (em plena violação do código de publicidade que regula a “publicidade comparativa”), dissertando sobre as vantagens e credibilidade (um ponto forte da venda, sabe-se lá porque… 🙂 ) e sobretudo sobre o quanto éramos “especiais” e como a Interpass “apenas oferece esta oportunidade uma vez a cada pessoa” (salvo excepções, admitiu mais tarde… 😉 mas que lendo um pouco na Internet se descobrem serem frequentes). Enfim, duas horas nisto até chegar ao apogeu de toda a arenga: o momento em que o vendedor diz (após uma sucessão infinda das clássicas perguntas de resposta “sim”): “tem agora a oportunidade única de assinar o contrato para o cartão cliente exclusivo” que lhe dá acesso a todos estes preços mais baixos que a concorrência. Exato. Tinha que assinar ali, sem reflexão e sem poder investigar na Internet o que era afinal a Interpass. E nem abordo aqui os problemas que tiveram os assinaram este contrato! Para essas autenticas histórias de terror remeto os leitores para os links de “fontes”…

Estas duas horas de arenga de vendas é o incumprimento da promessa deixada pela chamada do call center que prometera que toda a operação de recolha do voucher não demoraria mais do que “uns minutos”. É claro que é mentira: a reunião de vendas nunca dura menos de 2 horas e a única forma de a evitar é ao chegar dizer: “dêem-me o voucher ou chamo a polícia”. Segundo contam, funciona sempre…

Ah, claro, todo o processo induzido pela Interpass conduz ao imediatismo da decisão: o call center dizia que tínhamos que ir ao hotel no mesmo dia da chamada, a decisão tinha que ser tomada naquela reunião…

Uma nota quanto à utilização do voucher: ele é real e pode ser efetivamente usado. Não inclui qualquer extra, mesmo o pequeno-almoço e não são raros os relatos de pessoas que após terem marcado um dado fim-de-semana, receberam uma chamada cancelando-o e remarcando-o. Outra nota ainda: há taxas… não é completamente gratuito já que a maioria das pessoas acabam a pagar entre 20 a 50 euros em “taxas”, para além de 100 euros de caução que são devolvidos no fim da estadia.

Em suma: cuidado com a Interpass! Não vou negar que em dadas condições (viagens internacionais muitos frequentes, p.ex.) o pacote até possa ser interessante, mas pressupõe pagamentos antecipados, fim da oportunidade de escolha, fidelização paga pelo cliente, inflexibilidade de dadas e locais nalgumas circunstâncias e, sobretudo, tem uma abordagem de vendas muito agressiva e eticamente muito questionável que faz lembrar os tempos do timesharing. A minha opinião é: não assinem este contrato. Mas naturalmente, todos devem forma a sua própria opinião. Não o façam é no calor do momento, após duas horas de arenga de vendas e sem período efetivo de reflexão, como quer forçar a Interpass…

Fontes:
http://forum.autohoje.com/off-topic/45704-quem-e-que-ja-gozou-oferta-da-interpass.html
http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:17Rm8Qy4PQgJ:anossavida.pt/forum/3891+interpass&cd=4&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt&client=firefox-a
http://www.queixas.co.pt/popup.php?id_queixa=5406

Anúncios
Categories: Portugal, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: | 13 comentários

Navegação de artigos

13 thoughts on “Interpass: Cuidado com a venda agressiva!

  1. Juca

    Putz, não sabia q tinha Interpass em Portugal. Nem sei se existe no Brasil ainda. Só sei q minha família passou uma boa novela com essa empresa. E os casos são parecidos: informações desencontradas pelo atendimento, taxas “surpresas” e muita enrolação. Fiquei espantado quando vi o cartãozinho abrindo o site; pensei q a Interpass tinha acabado.

  2. Ah, sim!
    andam por cá, sim…
    confirmado!

  3. Vicente

    Bom.
    Passei pelo mesmo processo.
    Contacado telefónicamente oferecendo o resultado de um sorteio.
    Já no “aeroporto da portela – Zona ABC VIP” fui muito bem recebido com amena conversa… no entanto no fim e após expor todas as condições a menina perguntou-me se queria associar-me, ao que declinei dizendo que o faria mais tarde caso assim optasse e após ponderadas todas condições.
    Durante toda a conversa existiu um sorriso, que após esta minha resposta desapareceu completamente da face da comercial.

    Despedi-me trazendo o respectivo voucher.
    Posteriormente verifiquei as centenas de relatos na www exactamente idênticos ao meu, mas que resultaram em experiências bem desagradáveis. De tal modo que fiquei bem apreensivo no que toca a dirigir-me à interpasse para marcar o fim de semana (conforme sugerido pela comercial).

    Questão:
    Podemos marcar o fim de semana através de telefone ou temos mesmo que ir com o voucher presencialmente às instalações destes srs?

  4. Rui Miguel

    Interpass é uma banhada, um familiar meu foi indrominado em 1993 num centro comercial e conseguiram vende-lhe cartões para ele e que abrangia até 4 familiares no máximo se não me engano, cada familiar ficou sócio (5 cartões) = 550 contos…….

    Os descontos de férias que eles disponibilizavam eram em datas ridículas que as pessoas não podem quase nunca pois têm sua vida de trabalho e isso………..

    Resultado = nunca foram usados os cartões, já nem existem… 550 broas para o lixo

    INTERPASS = BANHADA COM MUITOS ANOS JÁ DE MERCADO NACIONAL

  5. jose

    Ligaram-me hoje axei tudo muito estranho quando me começaram a pedir dados e a dizer que tinha de ligar para um telemóvel do chefe disse que tinha o telefone estragado e mesmo assim disseram que tinha de mandar um toque disse lá à senhora que já nao estava a gostar disse xau e desliguei.
    Vim ver a net e vi que procedi bem, So servem para enganar os outros

    • E fez muito bem… Quando um vendedor (qualquer) nos diz que temos que tomar a decisao ja “para ganhar os beneficios ou o premio” devemos dizer imediatamente que NAO. ‘E porque esta a tentar usar a tecla da “compra do impulso” e porque teme (como neste caso) o que o cliente podera vir a encontrar na Net…
      Infelizmente para este tipo de gente existe Internet, uma desvantagem que nao existia no auge do tempo do Timesharing…

  6. É verdade! São mesmo vigaros com todas as letras!! Anteontem à noite depois da dita lavagem ao cérebro, ao fim de 2 horas e tal, conseguiram convencer-nos a assinar o tal contrato, mas sem ficarem ainda com qualquer documentação nossa, uma vez que queriamos primeiro saber através de outras pessoas se estavam satisfeitas, etc, sem nos precipitarmos, excepcionalmente, lá concordaram que viriam então à nossa casa no dia seguinte para levarem todos os documentos que precisavam, bla,bla bla…, se assim o decidíssemos. Enfim, a cena do costume!!
    Acontece que vim pesquisar na net e deparei-me com todos estes horrores, decidindo imediatamente que não daria seguimento ao contrato! Ligámos para os senhores ao fim do dia, uma vez que ainda se encontravam no mesmo hotel (a enganar outros), dizendo que não estávamos interessados, que tinhamos reflectido e queriamos desistir. ainda tentaram dissuadir-nos, claro, mas tendo nós mostrado vontade de lá ir entregar a pasta com toda a informação que tinhamos recebido na véspera e anular o exemplar do contrato assinado por nós que tinha ficado com eles, imediatamente disseram que não era necessário, que podiamos ficar com a pasta e que ficaria tudo sem efeito sem precisarmos de ir lá. No entanto achei por bem pedir ao meu marido que fosse lá para ter a certeza que o contrato seria destruido. Ele foi lá, desta vez com o meu filho, e ao fim de alguma conversa, lá riscaram as assinaturas e o contrato na presença deles, tendo eles ficado convencidos que estava, assim, tudo resolvido.
    Qual não foi o meu espanto, quando, hoje, à cerca de meia hora atrás, recebi um telefonema no meu telemóvel, supostamente da nossa “gestora da interpass”, a dar-nos as boas vindas ao clube! Fiquei para morrer! Então disse-lhe que o nosso contrato tinha ficado sem efeito, que ontem à noite tinhamos desistido e o contrato tinha sido destruido. Ao que a senhora me respondeu: o contrato assinado pelos senhores está na minha mão, para ser dado sem efeito tem que ser por escrito em carta registada! Vocês têm que ler o que diz no contrato! Aí eu respondi que são uma cambada de mentirosos! Que ontem à noite, no hotel, me disseram que estava tudo resolvido e o contrato tinha sido riscado na minha frente! Fiquei nervosa, alterei-me com ela e acabei a desligar-lhe o telefone, incrédula!! Ela não podia ter na mão dela um contrato assinado por nós, porque nós assinámos dois exemplares, tendo ficado com eles um exemplar e o outro trouxemos nós na tal pasta que devolvemos, mas tirei de lá o contrato que ficou cá em casa. Como pode ela ter um contrato assinado por nós se o mesmo foi destruido na frente do meu marido e filho? Será que destruiram uma cópia e eles não repararam?? Tudo é possivel com esta cambada de vigaristas! Alerto todos para terem muita atenção às assinaturas.Aquilo que eu pensava que não tinha importância por não termos deixado qualquer documentação com eles e depois vimos ser destruido à nossa frente, pode afinal trazer-nos surpresas bem desagradáveis! Na segunda feira vou enviar a tal carta registada com aviso de recepção a rescindir o contrato, não vá o diabo tecê-las!
    NÃO CAIAM NO CONTO DO VIGÁRIO!! GRAÇAS A DEUS QUE DESCOBRI A TEMPO A VIGARICE!

  7. Tb me senti burlada mas ficou tudo resolvido qd liguei para o moço que me atendeu na entrevista. Por vezes as pessoas que trabalham na empresa não têm formação para atender os clientes e assim se cria uma péssima imagem. Eles estão só a fazer o seu trabalho! Não obrigam ninguém a assinar nada! Eles tentam vender pq têm a comissão deles se venderem, só isso!
    E atenção que não devemos nunca, em situação alguma, assinar seja o que for sem primeiro ler! Estamos no nosso direito!
    Boa sorte a todos e estejam alerta, pq só cai quem quer!

  8. HFialho

    Há poucos dias aconteceu comigo precisamente a mesma história q aqui está relatada. Já foi a 2ª vez q me ligam a infiormar da oferta e desta vez decidi ir levantá-la e ver realmente como funciona o club interpass. Estive durante uma hora e meia na presença de uma das pessoas mais mal educadas que conheci. Aguentei sempre calmo, sereno e aparentemente interessado porque queria saber os valores que teria que pagar e elas recusavam-se a fornecer até que lá veio um colega convencido que eu iria assinar o contrato e me informou que a joia p/ entrar p/ o club interpass é de 4.995€, pagos a pronto ou em prestações. Eles usam técnicas de markting bastante agressivas e há sempre pessoas que acabam por assinar sem saber o q estão a “comprar” pois querem que o contrato seja assinado na hora sem que se possa levar p/ casa e analizar.Agora p/ reforçar e se tornar mais atrativo dizem que oferecem um plano de saude p/ todos os membros da familia incluindo os nossos pais. Sinto que fui alvo de uma tentativa de burla. Será que as autoridades não podem mesmo fazer nada a este tipo de burlões ou teremos de ser nós a perder a cabeça quando os ditos forem mal educados e fazermos justiça de rua?

  9. Ade

    Gente eu assinei esse contrato e agora? nunca u
    sei e eles me disseram que vão penhorar minhas coisas.. pode acontecer isso?

  10. Ze Alves

    Em Portugal tudo é possivel para lixar o mais pequeno e a justiça não ajuda, ajuda so a enterrar mais.

  11. Hugo

    Eu tenho um relato tal e qual estes aqui e acabei por assinar! Mas óbvio que cheguei a casa vim investigar e dei com todos relatos que são muito parecidos desde da maneira com nos informam dos voucher e a estratégia de venda foi igualzinha! fiquei por enviar um comprovativo de morada e uma copia da folha de vencimento, que não vou mandar e amanha de manhã irei proceder ao envio da carta registada para anulação do mesmo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: