Daily Archives: 2010/09/11

Facebook: Quatro erros crassos a evitar

Toda a gente está hoje em algum tipo de rede social… Por cá, não sou excepção e quem quiser saber qual é o meu perfil no facebook (sim! Sou um dos seus 400 milhões de utilizadores!) tem apenas que enviar um mail para quintus@movv.org… Mas cuidado com o facebook! Ou melhor: cuidado com as redes sociais!

1. Atenção ao que escrevemos se o nosso… Senhorio é um dos nossos “amigos” no facebook. Amanda Bonnen, uma utilizadores de Chicago classificou o seu apartamento alugado como sendo “húmido” e zás, a empresa que geria o conjunto de apartamentos onde estava o seu processou-a e exigiu 50 mil dólares em perdas e danos. Felizmente que o juiz sensato atirou o processo para o seu devido lugar: o lixo. Mas atenção que a ter em conta algumas decisões judiciais recentes, não parece que existam assim tantos juizes sensatos em Portugal, logo… Cuidado com o que se escreve no facebook.

2. Quando uma empresa tem dados pessoais, de preferencias, simpatias de mais de 400 milhões de pessoas, tem muito pode na mão… A publicidade direcionada que o facebook pode atirar contra nós pode ser de uma precisão muito superior aos anúncios contextualizados por pesquisa que fez da Google um fenómeno global. No passado recente, a facebook tentou levar ainda mais longe o conceito criando o “Beacon”, uma plataforma que inseria detalhes das compras em websites participantes e colocando-os visíveis a todos os que comprassem. Isso criou uma onda de protestos, já que expunha detalhes da vida pessoal a todos os amigos de alguém, sem que isso fosse absolutamente claro. Em resposta, o CEO e fundador da empresa, Mark Zuckerberg, teve que voltar atrás e admitir que se tratara de um erro e o Beacon passou do inicial opt-in para opt-out e meses depois seria definitivamente encerrado, mas apenas depois de a empresa ter sido processada várias vezes por utilizadores seus.

3. Segundo um estudo 73% dos utilizadores facebook não são “amigos” dos seus patrões, colegas ou subordinados por receio de que isso possa prejudicar a sua relação laboral. E com razão… A primeira vítima conhecida desta ligação “amigal” no facebook foi a norte-americana Kimberley Swann, que ao chegar a casa, escreveu no seu seu status update que estava farte do seu trabalho aborrecido. Na semana seguinte era chamada ao gabinete do seu gestor e despedida. Não é novidade para ninguém que muitas empresas e departamentos de recursos humanos menos éticos ou se insinuam nas listas de pedidos de amizade com os seus nomes verdadeiros, ou usando nomes falsos, para irem controlando o que os funcionários dizem da empresa e do seu trabalho nela. Outro caso foi o de alguém que usou o nome “Lindsay” e que se tinha esquecido que o seu patrão era um dos seus “amigos”. Ao escrever que tinha um “patrão estúpido”, recebeu de volta no Mural uma mensagem dele dizendo para não regressar ao trabalho.

4. Na Suíça, um chefe despediu um funcionário depois de descobrir que ela tinha atualizado o seu status no facebook quando estava doente, demasiado doente para poder usar um computador, conforme ela tinha alegado ao dizer que estava a padecer de uma enxaqueca e que tinha que ficar numa sala escura. A empregada reagiu alegando que estava a usar o seu iPhone a partir da sala escura e que o seu patrão tinha criado uma conta fake para a enganar.

Fonte:
http://www.telegraph.co.uk/technology/facebook/7635982/Top-10-gaffes-on-Facebook-Twitter-and-Google.html

Anúncios
Categories: Informática, Sociedade | Etiquetas: | Deixe um comentário

Touradas de Morte em Monsaraz: ‎”Brincadeira”. Diz o repórter da TVI

Em Monsaraz todos os anos se viola a lei perante a passividade cúmplice da GNR que assim – insulta a Lei e a Justiça – deixando que estas violações ao quadro legal em vigor, ano após ano.
Para o imbecil deste repórter é tudo “uma brincadeira” (disse-o 6 vezes numa peça de 2 minutos). Para nós, contudo, a violação da Lei, a Cumplicidade da Polícia e a Morte gratuita de um animal em ambiente de espectáculo circense é tudo menos “uma brincadeira”.

Em Monsaraz todos os anos se viola a lei perante a passividade cúmplice da GNR que assim – insulta a Lei e a Justiça – deixando que estas violações ao quadro legal em vigor, ano após ano.Para o imbecil deste repórter é tudo “uma brincadeira” (disse-o 6 vezes numa peça de 2 minutos). Para nós, contudo, a violação da Lei, a Cumplicidade da Polícia e a Morte gratuita de um animal em ambiente de espectáculo circense é tudo menos “uma brincadeira”.

Categories: Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa, VideoBlogue | 8 comentários

Sobre o Municipalismo ou Regionalização Municipalista

Um dos pontos fundamentais da Declaração de Princípios e Objetivos do MIL foi sempre a promoção de uma descentralização municipalista inspirada na “federação de municípios livres” de Agostinho da Silva e nas “Economias Locais” de E. F. Schumacher. Assim sendo, acolhemos com satisfação a consideração recentemente produzida pelo presidente da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas (CTOC), Domingos Azevedo, que declarou a sua concordância pela tese de que “as receitas das autarquias sejam provenientes dos impostos gerados localmente”.

Parece-nos claro que no melhor espírito da autonomia local, não deve haver verbas geradas localmente pela via dos impostos diretos ou indiretos que sejam transferidas para outras regiões. Naturalmente, não defendemos uma quebra da solidariedade entre municípios ricos e pobres, ou uma completa estanquidade financeira entre esses membros paritários da “federação municipal”, mas que o essencial da fiscalidade local, permaneça local, havendo uma constante reserva para a distribuir pelos municípios do interior ou que tenham menos condições financeiras, pela pequenez da sua escala.

Este factor de equilíbrio entre municípios ricos e pobres seria introduzido por este “fundo comum de coesão social”, inspirado em programas europeus de idêntico objetivo e de reputado grande sucesso. O método atual que basicamente consiste no envio para Lisboa de quase todos os impostos cobrados localmente, para que depois a capital os redistribua, permite favorecimentos e distorções de acordo com a cores políticas de São Bento ou dos caciquismos locais. Em suma, entregue-se a gestão das receitas locais aos políticos eleitos localmente e estes deixarão de poder invocar Lisboa para justificarem a sua má gestão junto dos seus eleitores…

Fonte:

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1377955

Categories: Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | Deixe um comentário

A viagem a Marte proposta a Obama pela SpaceX

A família de lançadores "Falcon" atuais e previstos da SpaceX

A família de lançadores "Falcon" atuais e previstos da SpaceX

A SpaceX apelou ao governo dos EUA para que focar os seus esforços via NASA num programa estatal de desenvolvimento de um sistema nuclear térmico de propulsão a utilizar numa futura missão marciana e deixar o desenvolvimento de lançadores pesados para as empresas privadas como a SpaceX.

A declaração foi produzida na apresentação de duas novas gerações de lançadores pesados da SpaceX: o Falcon X e o Falcon XX. O diretor de desenvolvimento de foguetes da SpaceX, Tom Markusic acrescentou que “Marte era o objetivo último da SpaceX”.

Estes anúncios parecem indicar que depois dos até agora muito económicos e bem sucedidos Falcon 1 e Falcon 9 a SpaceX está a apontar miras para objetivos mais ambiciosos, já não a colocação de satélites em orbitas baixas (LEO) ou no abastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS), a empresa norte-americana irá agora focar-se no Espaço Profundo, provavelmente através de contratos governamentais.

Mas para realizar a transição de uma órbita terrestre para Marte a SpaceX acredita que a forma mais eficiente de o fazer é através de propulsão nuclear térmica. A SpaceX defende que a missão principal devia ser seguida por uma missão secundária transportando abastecimentos com propulsão eletro-solar. Segundo a SpaceX estes estudos deviam começar de imediato, de forma a poder realizar o primeiro voo experimental antes de 2025.

Em termos de Design para a missão a Marte, a SpaceX sugere uma cadeia de módulos ligados entre si por cabos e propulsados por uma série de impulsores eletro-magnéticos em cada módulo transportaria até 4 toneladas métricas de carga levando 390 dias a fazer a viagem de ida e volta de Marte até Terra. No total, a visão da SpaceX prevê 10 módulos circulando entre órbitas terrestres LEO e a órbita marciana com os veículos sendo abastecidos na ISS.

Para a aterragem e descolagem em Marte, a SpaceX propõe um sistema de propulsão a oxigénio líquido e metano com a capacidade de transportar até 35 toneladas. A empresa prevê usar o metano de Marte para abastecer o Lander.

O lançamento desta missão marciana vai depender do desenvolvimento do lançador Falcon 9 Heavy com o novo motor Merlin 2 que poderá estar pronto dentro de 3 anos e após um investimento de um bilião de dólares. Serão 3 destes motores Merlin 2 que darão propulsão ao primeiro estádio do Falcon X, o lançador super-pesado da SpaceX com uma capacidade para colocar em órbita 38 toneladas em órbita baixa LEO. O lançador seguinte será o Falcon X Heavy, com 9 Merlin 2 agrupados em 3 núcleos e com uma capacidade de colocar 125 toneladas em órbita. Por fim, a SpaceX tenciona construir o Falcon XX Com 6 motores num único núcleo e capaz de colocar 140 toneladas em órbita LEO.

Se a Administração Obama aceitar este modelo de uma viagem a Marte desenvolvida por um operador privado, será dada uma autêntica revolução nos métodos de desenvolver a exploração espacial, com custos potencialmente muito mais baixos do que aqueles que a NASA consegue mas… sacrificando os seus tradicionalmente elevados padrões de segurança?

Se Obama aceitar esta proposta a SpaceX acredita que conseguirá colocar um norte-americano em Marte até 2025, desde que se comece a construção e desenvolvimento dos sistemas necessários ainda durante o corrente ano de 2010.

O modelo proposto pela SpaceX é interessante: o governo define um objetivo; abre um concurso e recolhe as melhores propostas dos privados, cabendo à agência espacial nacional (NASA neste caso) escolher a melhor opção. O modelo está a funcionar bem para a substituição do Space Shuttle nos voos de abastecimento para a ISS, será que também funcionaria numa escala tão superior como aquela exigida num voo tripulado para Marte?

Fonte:
http://www.aviationweek.com/aw/generic/story_channel.jsp?channel=space&id=news/asd/2010/08/05/07.xml&headline=SpaceX%20Unveils%20Heavy-Lift%20Vehicle%20Plan

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: , , | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade