Daily Archives: 2010/09/10

Quids S20: Que filme é este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Anúncios
Categories: Quids S20 | 7 comentários

MAIS RECENTES POSIÇÕES DO MIL

Declaração MIL de Homenagem de António Telmo

Membro do MIL desde a primeira hora, António Telmo foi um dos autores maiores da Filosofia Lusófona. Discípulo de Álvaro Ribeiro, José Marinho e Agostinho da Silva, defendeu sempre o princípio de que “sem autonomia cultural não pode haver autonomia política”. Foi, por isso, de forma coerente e consequente, ainda que de modo muito singular, um patriota. Tal como nós, ele sabia que a autonomia política de todos os países de língua portuguesa só se manterá enquanto se mantiver essa autonomia cultural lusófona. Manter-nos-emos fiéis a esse princípio, assim honrando a memória de António Telmo.

MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO
www.movimentolusofono.org

Declaração MIL sobre a situação de Moçambique

O MIL segue com preocupação os últimos acontecimentos na capital de Moçambique, Maputo, que já causaram a morte de mais de uma dezena de pessoas e o ferimento de quase meio milhar.

Repudiando os actos de vandalismo registados, o MIL apela à moderação das forças policiais moçambicanas. Na sua maioria, as pessoas que protestaram fizeram-no pelo incomportável aumento dos preços dos bens essenciais.

Todos sabemos que Moçambique, 35 anos após a sua independência, ainda é um Estado com graves carências sócio-económicas. Mas, por isso mesmo, importa promover ainda mais a solidariedade – entre todos os moçambicanos, por extensão, entre todos os lusófonos.

MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO
www.movimentolusofono.org

Declaração enviada às Autoridades de Moçambique e dos demais países da CPLP.

Proposta MIL: Fundo Monetário Lusófono

Face à admissão expressa das Autoridades Moçambicanas de que o aumento dos preços dos bens essenciais, que tanta justa revolta causaram, foi imposto pelo FMI: Fundo Monetário Internacional, o MIL reitera o seu apelo à constituição de um Fundo Monetário Lusófono, a ser gerido pelo “Banco de Desenvolvimento Lusófono”, conforme proposta já por nós apresentada:
http://movimentolusofono.wordpress.com/2009/12/06/proposta-mil-banco-de-desenvolvimento-lusofono/

Decerto, uma entidade como essa, a ser gerida por todos os países da CPLP: Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, teria outra sensibilidade para casos como o de Moçambique, não fazendo imposições de consequências sociais catastróficas, antes promovendo a solidariedade lusófona.

MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO
www.movimentolusofono.org

Declaração enviada às Autoridades de Moçambique e dos demais países da CPLP.

CONVITE MIL
Convenção da Cidadania e da Esperança

Convenção Nacional de apoiantes de Fernando Nobre reunindo Delegados provindos de todo o País. Intervenções de João Ermida (mandatário nacional), um responsável da Juventude, a Direcção de Campanha e Fernando Nobre!
Cada delegado pagará uma inscrição no valor de 20 euros, que servirá também para comparticipação do jantar que se seguirá à Convenção (tudo a decorrer no dia 25 de Setembro).
Local: Lisboa, no Auditório 1 da AIP na Expo (em frente ao Pavilhão Atlântico)
Pagamentos para o NIB 0007.0000.0086.2776.7832.3
Após o pagamento, deverá enviar um email a confirmar a sua inscrição para o email convencaofn@gmail.com indicando
Nome
Morada
Telefone
Núcleo de Apoiantes
Menú simples ou vegetariano

Categories: Fernando Nobre, Lusofonia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Fernando Nobre: “A implementação dogmática do “quanto menos Estado melhor Estado” e do “mercado auto-regulador por excelência” levou à derrocada do sistema ultraliberal tóxico”

Fernando Nobre

Fernando Nobre

“A implementação dogmática do “quanto menos Estado melhor Estado” e do “mercado auto-regulador por excelência” levou à derrocada do sistema ultraliberal tóxico. (…) os estados, tão vilipendiados e sob permanente suspeita (…) socializaram as colossais perdas, injectando doses maciças de dinheiro tanto em avales como a fundo perdido.”
Fernando Nobre, Humanidade

Paradoxalmente, são os mesmos especuladores e Bancos que agora por via da sua reação emotiva e irracional arrastaram até à beira da bancarrota muitos Estados europeus. Em 2008 foram os traseiros destes mesmos banqueiros e especuladores que foram salvos pela injeção massiva de dinheiro dos contribuintes. Agora, ingratos e irracionais são novamente estas aventesmas a serem responsáveis por mais uma machadada (decisiva?) no Estado Social e por medidas draconianas de contenção de custos que trarão de volta a recessão que agora – apenas debilmente – se começava a atenuar.

Esta movimentação pendular em que o pêndulo são os Estados e os extremos são os ávidos e insaciáveis banqueiros e especuladores é impossível de sustentar a prazo. Simplesmente é impossível continuar a imprimir mais papel moeda para lhes atafulhar os bolsos enquanto tudo em torno deles se desmorona, sob o peso de um Estado Social cada vez mais anémico, de uma democracia cada vez mais formal e abstencionista diminuída sob doses massivas de ópio (Desporto de Massas e Televisão) e manietada por poderosos lobbies financeiros que fazem eleger os “seus” mandados e lacaios.

A Prazo tudo vai estourar. A menos que os cidadãos despertem da sua marcha lenta, cega e escrava, recuperem para si a expressão da sua vontade cidadã e a capacidade para saírem deste torpor e participarem na democracia através de formas renovadas de auto-governo e de democracia direta, ponteadas por ações cívicas em várias vertentes e por uma conduta moral e socialmente exemplar com um poder contagiante e renovador.

Comecemos esta era de renovação social e cívica, recuperando para nós as rédeas perdias do nosso destino, rejeitemos esta partidocracia de lacaios do poder económico que nos rege e aceitemos dar o primeiro passo para a renovação da nossa moribunda democracia: elegendo Presidente da República um candidato realmente independente e sem as mãos sujas por erros governativos passados, nem por servilismos ou cobardias constantes.

Elegendo em janeiro de 2011 o Dr. Fernando Nobre.

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Brasil: Uma potência em gestação também na área das Tecnologias de Informação (TI)?

Positivo

Positivo

O Brasil está a intensificar o seu investimento em sistemas de informação e segurança devendo investir nestas áreas mais de 8.9 biliões de dólares em 2010. Com este investimento, este setor tecnologico irá reforçar a liderança brasileira neste estratégico campo sobre os seus vizinhos sul-americanos.

O inestimento em segurança informática enquadra-se num plano mais global de modernização do setor da Defesa, que não conhecia atualizações significativas desde finais da década de 70.

Recentemente o Fórum Económico Mundial classificou o Brasil no lugar 53 em “preparação para as TI”, deixando o país lusófono atrás de países como o México ou o Chile. Esta posição deverá começar a ser invertida com a entrada em ação de diversos projetos governamentais como a concessão de acesso à Banda Larga a 37 milhões de crianças até finais de 2010 e a incentivos que façam subir até 90 milhões o número de ligações à Banda Larga no Brasil até 2014. Desta forma, metade de todas as habitações brasileiras estarão ligadas à Internet.

Estas medidas deverão impulsionar o mercado nacional de computadores e irão ser reforçadas pelos grandes investimentos em TI que o país terá que fazer a propósito dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

No Brasil, o maior fabricante de computadores é a empresa nacional Positivo, que está posicionado no competitivo mercado local bem acima de gigantes internacionais como a Dell ou a HP. Em termos de serviços de suporte e de desenvolvimento de software empresas brasileiras como a Politec ou a Stefanini competem ombro a ombro com a Infosys ou a Tata.

Este grande investimento em segurança e em tecnologias de informação pode também transformar o Brasil num dos destinos mundiais de serviços de Outsourcing favoritos pelas multinacionais dos países mais desenvolvidos. Atualmente, a sua maior desvantagem para o líder nesse setor, a Índia, é o fraco domínio da língua inglesa por parte da maioria da população brasileira, mas esse número – pela via do ensino oficial público – tem vindo a aumentar nas últimas décadas e o facto de os brasileiros conseguirem falar português (a quinta lingua mais falada do mundo), conseguirem dominar facilmente o castelhano (a quarta) e agora começarem a dominar também o inglês, significa que o Brasil pela via linguista e pela tradicionalmente elevada qualidade do seu ensino técnico tem todas as condições para se tornar uma suporpotencia também na área das tecnologias de informação.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Brazil_invests_heavily_in_IT_security_999.html

Categories: Brasil, Informática, Lusofonia | 4 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade