Tudo indica que as próximas presidenciais brasileiras serão ganhas por Dilma Roussef do PT

Dilma Roussef (http://noticia23.com.br)

Dilma Roussef (http://noticia23.com.br)

Segundo as sondagens mais recentes, caberá à candidata apoiada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) a sucessão de Lula da Silva. Isso é pelo menos o que dizem as últimas sondagens.

Embora muitos brasileiros das classes mais altas e com maiores níveis de instrução académica possam discordar, os últimos oito anos registaram uma notável redistribuição de rendimentos, colmatando uma parcela significativa das grandes desigualdades económicas que assolavam a sociedade brasileira.

A geração de Emprego foi também notável durante estes anos com a criação de mais 14 milhões de novos empregos, com a saída de 30 milhões de brasileiros da pobreza e um crescimento generalizado de rendimentos em todas as demais camadas sociais. Boa parte destas realizações foram encetadas sob a administração de Fernando Henriques Cardoso e Lula da Silva limitou-se a dar-lhes seguimento e a expandi-las.

A valorização da moeda brasileira, o Real, atraiu grandes capitais de investidores estrangeiros para a economia brasileira e foi possível a que muitos brasileiros das classes mais baixas comprassem bens tecnológicos fabricados no exterior a preços baixos.

Esta melhoria generalizada das condições de vida é atribuída pela maioria dos brasileiros a Lula e ao PT, razão pela qual os níveis de aprovação de Lula continuam altíssimos e sem aparentes sinais de desgaste e Dilma Roussef tem praticamente garantida a eleição.

Terá o Brasil, sob a presidência de Dilma condições para manter os níveis extraordinários de desenvolvimento dos últimos oito anos e resistir à estagnação ou mesmo recessão que sofrerão as economias europeia e norte-americana nos próximos cinco a dez anos? A quase inevitável quebra das exportações para estes mercados pode ser compensada com o aumento da Procura daquela que já é a segunda maior economia do mundo, a China, pode compensar este declínio e assim poupar ao Brasil a “receita neoliberal” que a Europa está a aplicar de forma mais ou menos cega, pela redução drástica dos auxílios sociais e dos défices orçamentais.

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/fernandocanzian/787308-o-brasil-pos-lula.shtml

Categories: Brasil, Política Internacional | 18 comentários

Navegação de artigos

18 thoughts on “Tudo indica que as próximas presidenciais brasileiras serão ganhas por Dilma Roussef do PT

  1. Odin

    Pode até ganhar, mas não com o meu voto.

  2. Pegasus

    Caro Odin…

    Essa eleição ta dura…ta dura de alguem bem informado escolher alguem.

  3. Odin

    Caro Pegasus…

    Tá muito dura, quanto aos políticos, tamos todos f******s. Necessitamos que os céus nos envie um Messias pra nos salvar dessa Partidocracia do Inferno… 😀

    Brincadeiras à parte, nunca mais vou votar no PSDB, DEM E PT de novo. O PSOL, PCB e PSTU vivem na era da Guerra-Fria, só pode. Acha que ninguém quer ser rico, que todos querem tudo estatal, ninguém quer ter propriedade, pensam que realmente vão conseguir implantar o Comunismo no Brasil. É só rir pra não chorar. Pegasus, nós estamos realmente sem opção séria! 😦

  4. Viriato Hermenico

    Eu vou votar nulo.

  5. Quem vai decidir esta eleição é quem limpa a bunda com jornal e naum quem o le.

  6. Balthazar Blake

    É! Tá feio! As opções expostas a nós… 😦

  7. Luiz Ely Silveira

    Infelizmente, os eleitores brasileiros não optam por quem tem corrículo, e sim por quem tem ficha criminal.

  8. Otus scops

    pela pequena amostra dos “postadores” brasileiros do Quintus leva-me a concluir o seguinte: o que merecem!

    uns não votam (dois elementos que revelam um esclarecimento, cultura, interesse e entusiasmo bem acima da média), clamam por “salvadores da pátria”, reconhecem aqui regularmente que o Lula é o excelente presidente mas não votam na sucessora e criticam os palhaços que se candidatam demitindo-se de participar no processo democrático.

    brasileiros potencialmente abstencionistas, pensem bem na vossa atitude, esta é das poucas oportunidades que os anónimos cidadãos tem algum poder, não a desperdicem e nunca desistam de lutar.
    não se desculpem com ideias do género “não há ninguém ou partido em que me revejo” , a perfeição em política é uma impossibilidade.

    p.s. se mesmo assim não mudarem de ideia, então votem na mulher-melão! 😉

    • Viriato Hermenico

      Sugestão ao Otus Scops,

      vote num candidato apartidário para Presidente. Caso vença, pode ser que ele tenha coragem de exonerar o 1º.Ministro e dissolver o Parlamento, coisa que o Cavaco Silva não foi capaz. 😉

      p.s.votar na mulher-melão, só pode ser piada!

      • Otus scops

        VH

        realmente é isso que irei fazer, mas em Portugal (obviamente).
        quanto a Cavaco Silva dissolver o parlamento não existiu nenhuma circunstância durante o seu mandato que a isso o obrigasse.
        sou fã indefectível de maiorias relativas, assim é que é governar. os indicadores confirmam que historicamente os melhores períodos de governação são com esta composição parlamentar.

        mas ó Viriato, o assunto não são as eleições portuguesas, mas as brasileiras. agora é a vossa vez daqui por uns meses será a nossa.

        quanto à Mulher-Melão ainda bem que entendeste… 🙂

    • Otus scops

      caramba, só agora reparei no erro.

      correcção ao 1º parágrafo:
      pela pequena amostra dos “postadores” brasileiros do Quintus leva-me a concluir o seguinte: TEM o que merecem!

    • Viriato Hermenico

      -> “uns não votam (dois elementos que revelam um esclarecimento, cultura, interesse e entusiasmo bem acima da média), clamam por “salvadores da pátria”, reconhecem aqui regularmente que o Lula é o excelente presidente mas não votam na sucessora e criticam os palhaços que se candidatam demitindo-se de participar no processo democrático.”

      – Eu disse que “vou votar nulo” como expressão de ira, indignação, na hora de votar, eu vou ter selecionado bem os que eu considero menos indignos, ou mais dignos de serem eleitos. E sei que os “palhaços” estão exercendo o direito democrático deles de se candidatar. E ninguém pode ser em absoluto responsável pela decisão da coletividade. Se alguém quiser votar no Tiririca, na Mulher-Melão, no Kiko do KLB, no Netinho… vai da consciência de cada eleitor.

      Quanto a “clamar por salvadores da pátria”, o próprio escreveu depois “brincadeiras à parte”, então pelo menos eu entendi que foi só uma brincadeira dele. Inclusive, aproveitando que tocaram no assunto, no Brasil, o eleitor menos esclarecido não sabe muito bem a função de um Deputado e a de um Senador, e acha que é só o Presidente que faz tudo acontecer no país, e o governador que faz tudo acontecer no estado… o Brasileiro menos culto não vai por partidos, ideologias partidárias, vai por pessoas, candidatos. O que conta para a maioria do eleitorado é “quem é a pessoa do candidato à Presidente” e não liga para os candidatos a Deputados do partido dele. Aqui está o erro. Só prestam atenção no Poder Executivo.

  9. Luís

    Otus

    Quase não existem abstencionistas no Brasil, o voto é obrigatório. Caso quem quiser se abster, terá que se justificar muito bem porque não vai votar, e por escrito. Ao contrário, terá problemas, penalizações, multas.

    • Otus scops

      realmente esqueci-me que no Brasil o voto era obrigatório, obrigado pela chamada de atenção.
      digamos que o abstencionismo será o voto em branco, na práctica é o mesmo, os votos em branco não ficam com espaços vazios nos parlamentos.
      também Portugal devia seguir o exemplo do Brasil e obrigar os eleitores a votar.
      já agora, quais são as penalizações?

      • Luís

        Otus

        Não faço apologia do abstencionismo, e acho que é moralmente correto ir votar, mas para o bem ou para o mal, quem quiser se abster deveria ter liberdade para tal. A democracia é para quem quer escolher e para quem não quer escolher. Em suma, liberdade de consciência a cima de tudo.

        • Otus scops

          Luís

          eu sou mais radical, como vivemos numa democracia e é algo que diz respeito A TODOS deveria ser obrigatório participar de todos os processos democráticos.
          se é obrigatório cumprir leis, pagar impostos ou cumprir com uma série de obrigações para com o Estado (eu ainda tive que cumprir – bem contrariado – Serviço Militar Obrigatório durante 18 meses…) porque razão as pessoas não votam, sendo as eleições um acto fundamental num regime democrático???
          mas entendo o princípio “A democracia é para quem quer escolher e para quem não quer escolher”…

          afinal quais são as penalizações???

  10. Fred

    Olá Otus, como vai?

    Sem a justificativa (que é feita com o comparecimento do eleitor em algum local de votação fora de sua cidade e no dia da votação) o cidadão não pode: solicitar ou renovar o passaporte, participar de concurso público, matricular-se em universidade (pública ou privada), entre outras coisas.

    Já a multa é irrisória deve ser algo como 3 reais ou um pouco mais, que é cobrada apenas na falta da justificativa e durante a regularizaçãoda situação do eleitor.
    (acredito que o tempo perdido para regularizar atue como uma punição muito pior que a multa)
    Não há limites para a justificativa, tantas quantas o eleitor quiser, só precisa comparecer em algum local de votação fora da sua cidade de votação para justificar.

    Esse ano haverá voto em trânsito, apenas para presidente e nas capitais dos estados e após cadastro antecipado.

    Acredito eu, que com a implementação total do controle biométrico nas urnas o voto em trânsito acabe com as justificativas.

    abraço

    Fred

    http://acessoeponto.mixlog.com.br/tecnologia/urnas-biometricas-aumentam-tempo-votacao/

  11. Viriato Hermenico

    ->”também Portugal devia seguir o exemplo do Brasil e obrigar os eleitores a votar…”

    Já acho que o Brasil tem que abolir a obrigatoriedade do voto. Pelo menos no caso brasileiro, o voto facultativo ajudaria a evitar que quem não se interessa por política, quem não gosta, e quem não entende do assunto votasse de forma errada. Porque se as pessoas não fossem obrigadas a votar, aqueles indivíduos que só querem saber de festas, farras, bagunças, não se sentem responsáveis pelo bem-estar da nação, fossem fazer algo mais inútil ainda do que votar nas pessoas erradas, e poupava o país de elementos ruins no Congresso, Assembleias estaduais… Votar deve ser um direito, e não uma obrigação. Parece que a população brasileira está dividida quanto ao voto ser obrigatório ou facultativo.

    http://www.blogdacomunicacao.com.br/voce-e-a-favor-do-voto-obrigatorio-no-brasil/

Deixe uma Resposta para Viriato Hermenico Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: