Fernando Nobre: “A democratização é um acontecimento progressivo que nasce da aspiração dos próprios povos e que tem de ser implementada por eles”

Fernando Nobre (http://ma-schamba.com)

Fernando Nobre (http://ma-schamba.com)

“A democratização é um acontecimento progressivo que nasce da aspiração dos próprios povos e que tem de ser implementada por eles; não pode ser imposta à força, à custa de bombas e de metralha, pelo exterior, nem por pretensa superioridade dos falsos civilizados.”
Fernando Nobre, Humanidade

Uma frase escrita por Fernando Nobre a pensar especialmente na presença de Fujão Barroso na fatídica “Cimeira dos Açores”. Com efeito, esta Cimeira não teve outro propósito que não o de servir para aparentar um pretenso “apoio internacional” (neste caso do Reino Unido, Portugal e Espanha) a uma operação que tinha – entre outros – objetivos a instauração pela via da força militar de um regime democrático no Iraque de Saddam Hussein.

Mas como bem declara o Dr. Fernando Nobre, a democracia não pode ser imposta a partir de fora… para que ela possa implantar-se e enraizar-se numa sociedade é preciso que ela brote da própria vontade de expressão democrática da população e não da vontade exógena de qualquer exército de ocupação. Sem bases populares, sem liberdade plena de expressão, Justiça célere e equitativa, paz social e sem elevados níveis de Educação cívica não pode haver verdadeira democracia. E nenhuma destas condições pode ser criada por nenhum exército de ocupação… algo que os neoconservadores e ultra cristãos de Bush nunca conseguiram compreender.

Anúncios
Categories: Fernando Nobre, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “Fernando Nobre: “A democratização é um acontecimento progressivo que nasce da aspiração dos próprios povos e que tem de ser implementada por eles”

  1. *Clavis, vamos combinar assim: eu não verto aqui a minha radical oposição a uma espécie de aura de civilidade que alguém espetou no toutiço do Fernando Nobre e tu, quando eu morrer, passas-me uma carta de recomendação para eu entrar pela caixa prioritária no Céu… pode ser?*

  2. Otus scops

    😀

    grande PNM!
    “carta de recomendação para o Céu”!
    realmente em Portugal quem não mete uma “cunha” não consegue nada… 😉

    contudo o CP e o FN tem bastante razão em “sem liberdade plena de expressão, Justiça célere e equitativa, paz social e sem elevados níveis de Educação cívica não pode haver verdadeira democracia.”

    p.s. – vai para o inferno que ouvi dizer que é mais divertido

    • eh! e quem presume que eu estarei no céu?…
      com tanta coisa escrita e dita contra a Santa Inquisição, o Papa Ratz, o Index, as Perseguições e Pogroms, se o Céu é mesmo dos cristão estou feito…

  3. HSMW

    Só existem estes candidatos?! Assim não sei…
    Eu voto no Sarkozy.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: