As bases lunares serão… subterrâneas?

Um "tubo de lava" fotografado pela LRO (http://blogs.discovery.com)

Um "tubo de lava" fotografado pela LRO (http://blogs.discovery.com)

Ainda que os EUA tenham recuado nos seus planos para estabelecerem uma base lunar permanente na Lua, a China não o fez e quando a sua base estiver a ser construída (depois de 2025) é improvável que as outras potencias espaciais como a Europa, a Índia e os próprios EUA fiquem parados. E então, todos estarão a construir bases não na superfície lunar mas… sob ela. Com efeito, a sonda “Lunar Reconnaissance Orbiter” (LRO) já identificou vários poços lunares com várias dezenas de metros de profundidade que devem ser o produto do colapso do teto de “tubos de lava” como aqueles que existem em várias regiões vulcânicas na Terra (como os Açores ou as Canárias). Estas estruturas subterrâneas poderão assim constituir um abrigo precioso para os primeiros colonos terrestres do nosso satélite natural e servirem de local de habitação e de estabelecimento de quintas hidropónicas.

Graças às suas paredes e tetos de lava, os túneis protegerão os colonos dos meteoritos e da radiação que a falta de atmosfera lunar deixa passar e tudo isto a uma temperatura relativamente amena e constante ao contrário das tremendas amplitudes térmicas que se registam na superfície.

As naves espaciais vindas da Terra serão capazes de realizarem aterragens automáticas diretamente nas aberturas nos tubos de lava descobertas pela LRO (e já em número de dez) e encontradas pela primeira vez pela sonda japonesa Kaguya.

Fonte:
http://news.discovery.com/space/subterranean-living-may-await-moon-and-mars-colonists.html#mkcpgn=rssnws1

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | 15 comentários

Navegação de artigos

15 thoughts on “As bases lunares serão… subterrâneas?

  1. LuisM

    😦

    Que pena não virmos a ter um complxo parecido com a Moonbase Alpha
    com águias e tripulantes com calças à boca de sino e telemóveis com minitelevisores a preto e branco.

    🙂

  2. Otus scops

    LuisM

    do que se foi lembrar!
    simplesmente A-D-O-R-A-V-A esta série, comandante Koening, a Maya, etc…

    dedico-lhe a si: http://www.youtube.com/watch?v=8WZW4groJro

    obrigado. 🙂

    • LuisM

      Caríssimo:

      Muito obrigado. Foi esta mesma série que desde cedo me implantou a “maluqueira do espaço”.

      Tenho os duas séries completas em DVD e não me canso de as rever.

      Naqueles anos faziam-se séries e heróis que capacitavam as crianças e os jovens a sonhar.

      Já agora, embora diferente e já noutro tempo, talvez também tenha gostado

      🙂

      • A mim foi a Star Trel, a clássica, alguns anos antes… e depois dela, a alemã orion e depois, de facto, 1999.
        Que implantaram um bicho ainda hoje muito ativo!

  3. ah!
    também eu!
    é claro que não dava mais nada na tv… mas a certo ponto eu vivia à espera do sábado, pelas 20:00 quando dava aquilo…

    • LuisM

      Errado! Às 20 era o telejornal tal como agora.

      A minha vida era em função das 19.00 de Sábado.

      E na segunda brincávamos no recreio sobre o episódio, com os Kispos vestidos a fazer de fatos espaciais e a mexermo-nos em câmara lenta.

      🙂

      • Otus scops

        LuisM

        os Kispos!!!
        será que não brincámos juntos??? fantástico, que memórias!!!
        vou confessar uma coisa: eu era um dos bafejados pela sorte porque tinha um Eagle (troxeram-me uns familiares dos EUA), em metal e plástico. a parte central (em plástico) desprendia-se do Eagle e abria as duas portas laterais que tinham escadinhas internas e tudo! 🙂
        o meu primeiro Kispo era azul escuro com cotovelos e uma faixas vermelhas. escolhi-o porque parecia um astronauta.

        recordar é viver:

        Victor Espadinha

      • também vocês?!
        sim, eu tb fechava os fechos dos kispos até ao pescoço, em pleno verão alentejano para fingir que estava em Alpha…
        um eagle? ora!
        os meus, fazia-os em legos, com as peças que ao longo dos anos fui achando na rua e que juntas davam para fazer um eagle e uma sala ou duas de Alpha.
        ah.
        bons tempos…
        estamos a ficar velhos, hem?

  4. Concordo LuisM eu também gostaria de ver gigantescas estruturas, na superfície da lua mas já que isso não vai acontecer só resta me contentar, mais uma coisa Clavis vc bem que poderia voltar a explorar os tangs lendas urbanas, é uma dos meus favoritos e eu não o ando vendo muito por aqui, e falando em bases aqui vão uns temas que eu tenho curiosidade de conhecer e se possível gostaria de ver alguns posts sobre eles aqui no movv.org eles são:

    Lendas urbanas tais como essa
    http://tejiendoelmundo.wordpress.com/2010/07/30/leyendas-de-madrid-la-casa-del-duende/#more-14980

    Bases secretas subterrâneas soviéticas francesas, americanas e inglesas
    http://tejiendoelmundo.wordpress.com/2010/09/08/bases-de-submarinos-abandonadas-en-rusia/

    Bases alienígenas subterrâneas tal como uma supostamente localizada na gávea
    http://rodrigoenok.blogspot.com/2008/03/as-bases-aliengenas-subterraneas-area.html
    http://www.dominiosfantasticos.xpg.com.br/id421.htm
    ps.: eu também gostaria de ver algumas lendas urbanas portuguesas ou de qualquer outro país lusófono, essas sempre são agradáveis de se conhecer.

  5. guardem-me um lugar nessa ‘memory lane’
    *tive umas férias de Verão em que um dos parceiros mais velhos cismou que havia de fazer em cartão comunicadores e lasers ‘à la’ 1999 para o grupo inteiro… e fez. foi um espectáculo que durou dias! 🙂 *

  6. lembro-me desses!
    e dos lasers!
    irritavam porque nunca funcionavam de jeito (nada como os phasers de star trek)
    mas faziam-se muito bem em Lego!
    argh!
    saudades!

  7. LuisM

    Quem me chamar velho, leva uma bengalada!

    🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: