Daily Archives: 2010/08/30

Fernando Nobre: “No Mundo, no último ano, dezoito milhões de milhões de dólares foram utilizados para financiar os avalizar bancos e outras instituições financeiras, enquanto em quarenta e nove anos foram apenas disponibilizados dois milhões de milhões de dólares pelos países doadores para a ajuda ao desenvolvimento dos países mais pobres”

Fernando Nobre (http://www.aulamagna.pt)
Fernando Nobre (http://www.aulamagna.pt)

“No Mundo, no último ano, dezoito milhões de milhões de dólares foram utilizados para financiar os avalizar bancos e outras instituições financeiras, enquanto em quarenta e nove anos foram apenas disponibilizados dois milhões de milhões de dólares pelos países doadores para a ajuda ao desenvolvimento dos países mais pobres.”
Fernando Nobre, Humanidade

Trata-se aqui de pura e simples estupidez estratégica. A aplicação inteligente de uma parcela de recursos que – afinal sempre existiam – permitiria fazer sair muitos países mais pobres do subdesenvolvimento crónico e torná-los em verdadeiros pólos regionais de crescimento que depois, arrastariam para a mesma via outros países seus vizinhos. Este efeito cascata poderia ter feito ingressar nos ciclos comerciais mundiais países que deles estão efetivamente excluídos e onde todas as ajudas ao desenvolvimento mais não fazem do que alimentar cleptocracias cada vez mais ávidas e que nunca criam condições reais de desenvolvimento, apenas condições para que nações inteiras se tornem em nações de pedintes crónicos.

As ajudas ao desenvolvimento enquanto forem apenas bastantes para acolher a emergências humanitárias nunca serão suficientes para alavancar o desenvolvimento de países desesperadamente carentes delas. Têm assim que aumentar de escala, para não serem crónicas e, sobretudo, têm que ser prestadas localmente, sem intermediação nos corruptos e ineptos governos locais, para que possam criar condições de longo prazo que libertem esses países da miséria e subdesenvolvimento crónicos…

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Quids S20: Que avião é este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S20 | 16 comentários

O rover lunar da Astrobotic Technology e o prémio Google… a vencer em 2012?

A empresa norte-americana Astrobotic Technology tenciona recolher os 36 milhões de dólares do prémio da NASA quando em dezembro de 2012 enviar uma missão robótica bem sucedida (espera ela…) à Lua.

A NASA anunciou recentemente que entregará um prémio de 10 milhões de dólares a cada empresa que consiga recolher dados sobre o lançamento, trajetória e perigos de um voo para Marte.

Além da NASA, a Astrobotic poderá também ganhar o prémio de 24 milhões de dólares do Google Lunar X Prize e 2 milhões de dólares que o governo da Florida prometeu pagar se o lançamento fosse feito a partir do seu território.

De uma forma muito adequada, a Astrobotic escolheu lançar a sua missão com o lançador de uma outra “start-up” privada, a SpaceX, reservando um foguetão Falcon 9 por 56 milhões de dólares. Este custo – mais a soma de todos os prémios que a empresa pode receber – implica um prejuízo, pelo que a Astrobotic está a vender a espaço no seu veículo lunar a operadores e a agências espaciais internacionais. Em teoria, colocar um instrumento na Lua, no rover da Astrobotic, pode ser um bom investimento, já que o custo por grama em relação a uma missão convencional é várias dezenas de vezes inferior, mas nestas questões há também o aspecto propagandístico e de orgulho nacional…

O rover deverá ser capaz de percorrer 500 metros na superfície lunar e enviar imagens e dados para Terra devendo ser capaz de se manter ativo na Lua durante pelo menos 14 dias. Em termos de energia, o rover dependerá de baterias de iões de lítio fosfato, capazes de resistir às baixas temperaturas lunares.

Fonte:
http://www.pittsburghlive.com/x/pittsburghtrib/news/pittsburgh/s_694317.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

Juno: uma sonda blindada a enviar a Júpiter

A sonda espacial Juno continua a ser montada numa instalação da NASA em Denver. Para suportar as agruras do sistema de Júpiter, a sonda tem um escudo protetor mais forte do que qualquer outro de uma sonda anterior, sem o qual os seus delicados circuitos eletrónicos não resistiriam ao forte magnetismo gerado pelo planeta gigante.

A maior ameaça a qualquer sonda que tenha que operar nas vizinhanças de Júpiter é o seu campo magnético de partículas de alta energia que o rodeia e cuja extensão ultrapassa até algumas órbitas dos seus satélites, como Europa, a mais de 650 mil km de distância do gigante planetário.

A eletrónica da Juno terá que suportar doses de Raios X equivalentes a 100 milhões de radiografias comuns, afirma Bill McAlpine, o responsável pelos sistemas de controlo de radiação da Juno.

O cofre que protege a Juno da radiação foi concebido e está a ser construído pela Lockeed Space Systems e é construído de titânio, um material flexível o suficiente para suportar as vibrações do lançamento, relativamente fácil de trabalhar e resistente à radiação. A caixa de titânio da Juno terá um cm de espessura e pesará no total 18 kg. Em termos de área, será equivalente à de um SUV, rodeando o centro de comando da sonda, a sua fonte de energia e 20 instrumentos eletrónicos. Com estes equipamentos, o cofre passará a pesar cerca de 200 kg.

A Juno terá também uma órbita especial, especialmente desenhada para evitar o equadror joviano – onde a radiação é mais intensa – e assim sobrevoará sobretudo os pólos de Júpiter e não o seu equador. A Juno terá também sistemas eletrónicos concebidos especificamente para ambientes de elevada radiação, como o marciano. Todos estes sistemas serão instalados de forma compactada de forma a protegerem-se uns aos outros contra a radiação.

A Juno será lançada em agosto de 2011 para a sua missão de exploração do sistema joviano.

Fonte:
http://www.nasa.gov/juno

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade