As “Power Bracelets” ou “Pulseiras Holográficas”: Embuste em curso…

O “grande” tema do momento são as… “Power Bracelets”. Sim, não é a Crise Financeira, o Défice crónico das contas públicas nem este clima de “fim de regime” do Socretismo. São aquelas braceletes que começaram a aparecer em desportistas norte.americanos e que rapidamente se tornaram num fenómeno global.

As braceletes têm como suposto objetivo tornar aqueles que as usam em pessoas “mais fortes” e com “melhor equilíbrio”. Mas desde logo, o uso de palavreado “científico” e o preço estapafúrdio que cobram pelas coisadas lança enormes suspeitas sobre a veracidade dos efeitos de tal “dispositivo”: entre 20 a 50 euros por cada bracelete de silicone com um holograma! Que margem de lucro terá isto? 1000%?

As “Power Bracelets” alegam que as virtualidades resultam da presença de um holograma embebido e uma tal “Tecnologia Mylar” especial. Os comerciais da bracelete dizem que “no holograma Myler está uma frequência que quando entra em contacto com o campo magnético natural do nosso corpo, funciona em sincronia com este campo elétrico dando ao seu utilizador uma sensação de bem estar, que se reflete diretamente no equilíbrio, força e flexibilidade”. A “Tecnologia Mylar” permitiria assim que o nosso corpo reencontrasse a frequência ideal de 7.83 hertz.

Mas então se tudo não passa de um logro, porque é que a maioria das pessoas que já utilizaram uma “Power Bracelet” sentiram benefícios concretos e – para elas – profundamente reais? Porque estes “testes” ocorrem em pessoas que sabem que estão a usar as ditas pulseiras e os seus supostos efeitos… Quem realizou “testes cegos”, isto é, testes em que as pessoas desconheciam que estavam a usar as pulseiras ou os seus efeitos não observou este tipo de benefícios. Tal observação indica que estamos perante um efeito do poder da auto-sugestão ou Placebo. Se dissermos a uma pessoa que ela vai conseguir fazer uma determinada coisa, estatisticamente ela irá acabar por conseguir fazê-lo melhor, algo bem conhecido na psicologia e que pode explicar facilmente todos os benefícios das “Power Bracelets”.

Em suma, como no passado com as igualmente inócuas – mas caras – pulseiras magnéticas, estamos agora novamente perante mais um embuste, sanitariamente inofensivo mas muito danoso e completamente ineficaz…

Fontes:
http://www.ratbags.com/rsoles/comment/powerbalance.htm
http://www.examiner.com/sitemaps/x-16850-NY-Triathlon-Examiner~y2009m11d1-Hologram-balance-bracelets–is-it-a-scam-or-will-they-make-you-a-better-stronger-triathlete
http://www.adelaidenow.com.au/sport/power-of-holograms-or-just-a-big-scam/story-e6frecj3-1225849554095

Anúncios
Categories: Hoaxes e Mitos Urbanos | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: