Fernando Nobre: “O Homem é mais importante do que os números dos parâmetros económicos”

Fernando Nobre (http://www.ionline.pt)

Fernando Nobre (http://www.ionline.pt)

“O Homem é mais importante do que os números dos parâmetros económicos. É mais importante saber se os homens vivem melhor e são mais felizes do que estarmos sempre preocupados com o lucro, a competitividade e a produtividade. Reparem, meus queridos amigos, nunca se acumulou tanta riqueza, nunca se produziu tanto como hoje na História da Humanidade, mas também é verdade que nunca como hoje as disparidades foram tão brutais.”
Fernando Nobre
Gritos contra a Indiferença

A Globalização neoliberal produziu melhorias substanciais nas métricas estatísticas de muitos países no mundo, mas muito particularmente na China e na Índia mas não é líquido que tenha havido uma melhoria na qualidade de vida da maioria dos seus cidadaos. Bem pelo contrário, há indicadores de que ainda que a média de rendimentos tenha subido, a disparidade e o fosso entre as camadas mais ricas e as mais pobres se agravou… é esta realidade que se impôs como “única” e sem alternativas que importa atacar e substituir. Buscar formas de organização económica e social mais justas e equilibradas, mais locais e menos globais, mais reais e produtivas do que virtuais e estéreis. Precisamos de uma revolução económica que humanize as relações entre os Homens e que devolva ao espaço da cidadania tudo o que as multinacionais e os interesses financeiros lhe furtaram nos últimos anos. E comecemos por um passo decisivo para retomar a democracia aos grupos que a raptaram e que a detêm hoje refém elegendo um candidato verdadeiramente independente e livre das pressões a que a partidocracia se verga tão facilmente: elegendo Fernando Nobre.

www.fernandonobre.org

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Fernando Nobre: “O Homem é mais importante do que os números dos parâmetros económicos”

  1. Otus scops

    o exemplo clássico da estatística “eu tenho dois frangos e tu nenhum, logo cada um de nós tem um” aplica-se na perfeição a este texto corajoso e lúcido!
    é verdade, o Mundo desde o início da década de 90 sec. XX é excedentário em produção de alimentos e a fome persiste, nunca foi tão rico e próspero, e as desigualdades aumentam, a ciência evoluiu a níveis nunca vistos e ainda subsistem tantas doenças, telecomunicações e transportes, só para os ricos é um paradoxo!
    o certo é que as classes médias dos países mais abastados continuam a sofrer de uma doença de civilização muito grave, a estupidoconsumocracia! enquanto não for debelada o Mundo continuará a ficar mais desigual.

  2. ora bem!
    excesso de um lado, carestia no outro, com lixo de permeio!
    anafados (e morrendo de tal doença) de um lado
    e esfaimados (e morrendo de tal) do outro.
    raio de planeta!

    por isso é que não desisti e sigo lutando para deixar este mundo um pouco diferente, até passar o momento de transferir o testemunho a outro…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: