A China já terminou a construção da sua primeira estação espacial, a Tiangong 1

Estação Espacial Tiangong 1 (http://himg2.huanqiu.com)

Estação Espacial Tiangong 1 (http://himg2.huanqiu.com)

A China já terminou a construção do primeiro módulo da sua primeira estação espacial e está agora a testar os seus sistemas preparando a sua colocação em orbita em 2011.

O lançador da estação será um foguetão Longa Marcha 2F de dois estádios ligeiramente modificado de forma a conseguir transportar as 8 toneladas e meia da Tiangong 1. Após ter sido colocada numa órbita estável, a estação receberá a visita da Shenzhou 8 na segunda metade de 2011 e mais tarde, em 2012, das Shenzhou 9 e 10, em 2012. Não é contudo certo quando é que a estação vai receber os seus primeiros tripulantes permanentes, se em 2011 ou mesmo se os irá receber de todo, ou se será apenas povoada no decurso de voos Shenzhou.

Uma coisa, contudo, é certa: a tecnologia a testar será a mesma que é necessário dominar para cumprir com sucesso a aterragem lunar que a China quer realizar antes de 2025… O mesmo objetivo é aliás demonstrado no lançamento de uma segunda sonda lunar já em outubro deste ano e no de uma alunagem em 2012. Tudo preparando essa colocação da bandeira chinesa no solo lunar numa data que alguns antecipam ser tão cedo como 2017… provando assim cabalmente a superioridade chinesa sobre todas as outras potencias da atualidade e reavivando – talvez – a adormecida “corrida espacial” da década de 60. Ou não…

Fonte:
http://abcnews.go.com/Technology/wireStory?id=11416851

Anúncios
Categories: China, SpaceNewsPt | 11 comentários

Navegação de artigos

11 thoughts on “A China já terminou a construção da sua primeira estação espacial, a Tiangong 1

  1. Otus scops

    ora bem, vamos começar a fazer apostas:
    – quando vai cair?
    – quando vai ser abandonada?
    – quando vai explodir?
    – quando vai avariar?

    aceitam-se mais sugestões.

    agora “a superioridade chinesa sobre todas as outras potencias da atualidade” em quê? sinistro…

  2. Pingback: A China já terminou a construção da sua primeira estação espacial, a Tiangong 1 « PLANO BRASIL

  3. Onde estão os pioneiros da corrida espacial , os Rússos?O espaço é amarelo, o dragão vai vencer asÁguias? Td leva a crer q sim.Estão se eforçamdo mt p isso; quem será sua “Cartago”? A Índia? Veremos.

    • Odin

      No caso, “as águias” seria uma referência aos EUA? Se for, a mas não vão conseguir ainda na primeira metade deste século, não mesmo! A China pode vir a ser um dos grandes concorrentes dos EUA, como a UE através da ESA, a Índia, o Japão. Da ex-URSS tem a Rússia e a Ucrânia. Outros países como a Coréia do Sul, Israel, Irão(Irã),tem os seus programas espaciais também. A classe governante da China e da Rússia são determinados, querem fazer de seus países, superpotências mundiais(diferente do caso da brasileira). Então, podem ameaçar a hegemonia dos EUA em tecnologia aeroespacial sim. É que a NASA e a Roscosmos são pioneiras, mas o modelo que eu considero bom é a ESA européia. O Brasil devia fazer sociedade com outros países para acelerar o nosso programa espacial. Carlos, na sua opinião, o Brasil devia compartilhar uma agência espacial? Se sim, com quem?

  4. LuisM

    Para o melhor e para o pior, os chineses estão completamente dependentes da tecnologia russa pois nem sequer possuem design e concepção próprios. Será muito difícil de virem a suplantar os russos em feitos espaciais.

    • Odin

      Sim! Os chineses suplantarem os russos em feitos espaciais, vai levar muito tempo ainda, se isso vier a acontecer.

  5. ainda não… mas estão a fazer como o Japão na década de 70: engenharia reversa.
    Em menos de 10 anos, já apanharam o comboio.

    • Otus scops

      nunca tinha ouvido falar no conceito de “engenharia reversa” http://pt.wikipedia.org/wiki/Engenharia_reversa .
      mais uma que aprendo no Quintus!
      partindo dessa premissa então a China continuará a fazer lixo, como espero, e sejamos honestos o Japão nunca se emancipou tecnológiamente, “apenas” produz muito bem e aperfeiçoa. vejamos algumas diferenças entre o Japão e a China:
      – o Japão produz com uma qualidade irrepreensível (ao contrário da China),
      – faz incontáveis melhoramentos e aperfeiçoamentos (a China faz o contrário, degrada a qualidade e adultera para pior)
      – o Japão teve (talvez ainda tenha) como Leitmotiv a qualidade, o conceito do produto, a filosofia de produzir bem é uma honra (a China é o lucro a qualquer preço sem olhar a meios ou princípios e preços baratos)
      – o Japão segui a escola norte-americana (os Chineses os soviéticos e agora os Russos) com todas as mais-valias que isso representa.

      mas não se deve menosprezar nem ter uma atitude sobranceira com os chineses, há que ter muito cuidado!

      sem querer ser impertinente repito a pergunta:
      “a superioridade chinesa sobre todas as outras potencias da atualidade” em quê? (ok, retiro o sinistro…) 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: