Eles queixam-se… mas e tal se fossem fazer alguma coisa?!


(http://wehavekaosinthegarden.blogspot.com)

Começo a ficar farto de ver políticos – especialmente do PS – a lamuriarem-se sobre o estado da Justiça em Portugal. Sócrates em particular tem-se deixado (com ou sem razão, nunca saberemos…) enredar em múltiplos casos com a Justiça. E queixa-se. Mas somos nós – cidadãos mais ou menos anónimos – que temos o direito de nos queixarmos. Sócrates tem o dever de mudar alguma coisa para por fim a este desagregar podre da Justiça, o mais importante e essencial pilar do sistema democrático. Ficamos à espera… à espera de uma reforma simplificadora do complexo emaranhado de Leis que temos, de sistemas efetivos que premeiem o mérito e nao o desleixo (97% dos juízes bons ou muito bons!), de tribunais sumários efetivos, de tribunais especializados, do reforço sério e consistente de meios das polícias de investigação, de MEDIDAS rápidas e decididas, enquanto ainda temos – pelo menos – um simulacro de Justiça para salvar e enquanto a Democracia ela própria nao colapsa.

Em vez de se queixarem, digam-nos lá, senhores políticos da partidocracia reinante: o que vão fazer?

Categories: Justiça, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: