Sobre o “Plano de Ataque” dos EUA às instalações nucleares do Irão

Instalações nucleares do Irão (http://www.inewscatcher.com)

Instalações nucleares do Irão (http://www.inewscatcher.com)

Um alto responsável do exército dos EUA admitiu que existia um plano de ataque para impedir o Irão de obter armas nucleares. Mas também admitiu estar seriamente preocupado com as consequências de tal ataque. Quem falava (provavelmente demais) era o almirante Mike Mullen do Estado-Maior dos EUA. O almirante acrescentou que continuava a esperar que os esforços diplomáticos e as sanções económicas produzissem efeito e que não fosse necessário recorrer à opção militar.

Apesar do discurso esperançoso e “diplomático” o certo é que – ao que me recorde – é a primeira vez que um alto responsável militar dos EUA admite publicamente a existência de um plano de ataque detalhado às instalações nucleares da República Islâmica. Tal reconhecimento implica também uma “quase certeza”: assim que o Irão detonar a primeira bomba nuclear experimental o plano é ativado… ou então a existência de tal plano de ataque é um puro absurdo. E não é.

Fonte:
http://www.defpro.com/news/details/17262/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 13 comentários

Navegação de artigos

13 thoughts on “Sobre o “Plano de Ataque” dos EUA às instalações nucleares do Irão

  1. O ianks ñ tem condições de um ataque por terra, + um raide aereo e rápido, pq possívelmente eles serão vistos e terão de enfrentar a FAI, coso consigam alguma coisa, destruir uma usina deles, a radiação + as bombas, vão causar a morte de milhares de Persas ; sem contar q a radiação vai atingir , dependendo dos ventos, mt países,o estreito de ormuz vai ser fechado na amarra, eles lançaram + 4 subs leves de baixa visibilidade nos sonares e com + de 20 torpedos, podem até serem Kamikases,lanchas rápidas torpedeiras, possivelmente com torpedos schvwal Rússos ou Ucrânianos,a econômia de mt países vão entrar em colapso de x,meu emprego e o seu possívelmente vão p o ralo,sei ñ? Os SSioniSStras e q serão os cachorros p morder os Persas, + a resposta? e os aliados dos Iranianos, como vão reagir?Siria, Libanos,lêia-se Hesbollah,Palestinos, a coisa tá feia, tem mt maluco no pedaço.Que Deus (YHWH) nos ajude.Amém.

    • Paulo39

      @Carlos Argus

      É extremamente complicado compreender a mensagem quando se escreve dessa forma :s

      • Otus scops

        Paulo39

        esta at é d melhoreS… 😀
        criptografia ou 1ª experiência AO2067 c portunhol

        hugs

  2. por terra, nunca. Faltam-lhes meios… imagino que seriam necessários pelo menos 500 mil homens para assegurar uma vitória terrestre… o ataque aéreo, fundamentalmente por mísseis de cruzeiro é assim a opção mais provável, numa primeira fase, sendo depois seguido por bombardeamentos por avião.
    Não é certo que haja libertação de radiação, nesses ataques… a menos que ataquem o reator, e isso seria uma estupidez (os ventos iriam parar a Israel, muito provavelmente), a ideia deve ser destruir toda a infraestrutura, menos os reatores, algo que atrasaria uns bons 10 anos o programa nuclear iraniano, de facto.
    Os restantes árabes fariam o que fazem sempre: protestariam, mas não mexeriam uma palha. Não tem sido sempre assim? Porque outra razão é que Israel ainda existe?

  3. Gostei da sua analise Clavis ela é bem realista, explorando vários pontos dessa questão, um ataque ao Iran por parte dos EUA ou de Israel é algo que não este descartado e atualmente é bem provável.
    Mas o fator que deve ser considerado é o Golfo de Omuz, se o Iran bloquear esse canal o preço da gasolina no mundo e isso não são uma boa idéia muito boa quando o mundo ainda não se recupero de uma crise financeira Global.

  4. Um ataque de misseis, teria uma reposta de misseis tbm dos Iranianos ; os SSioniSStras seriam atacados e os ianks tbm…ormuz seria fechado…o mundo cruel.Tem mt loucos no pedaço.

  5. Odin

    Mesmo em crise financeira, os EUA vão encontrar um meio de frustrar os planos do Irão/Irã obter armas nucleares. Como já aprendeu, com as experiências no Afeganistão e no Iraque, não se sente bem com a idéia de atacar os iranianos. E se os EUA não fizerem diretamente, farão através de Israel. Ou com um ataque aéreo, ou sabotagem?

  6. LuisM

    O facto de haver centenas (se não já milhares) de pequenas instalações disseminadas pelas mais recônditas regiões e nas mais profundas catacumbas do Irão, tornará a eficácia do eventual ataque praticamente inatingível. Pior: em caso de ataque massiço que destruisse toda a estrutura governativa iraniana, as tais instalações ficariam à mercê de quem quer que fosse para utilizar esses materiais radioactivos ao seu bel prazer. Talvez o programa nuclear militar do Irão já tenha atingido o ponto de não retorno.

  7. Eu acredito que os SSioniSStras é q serão lançados contra os Persas, + os Iranianos atacados , vão dar uma de terra arrasada, vão tbm atacar as bases ianks no Irak, no Afeganbistão, os Palestinos vão revidar, os Sirios, o temível Hesbollah, o pesadelo dos SSioniSStras. O estreito de ormuz está com minsubs adormecidos, esperando, assim com FAI; enfim os ataores estão no palco, e só abrir as cortinas desse teatro de horror, p eles e p o planeta. E te digo +, a ONU ñ irá aprovar o ataque aos Iranianos, os Chineses estão com mt dinheiro investido em negocios com os Persas.Melhor p o mundo todo.

  8. Mas Israel não tem meios para um ataque na escala que é necessária… no Iraque havia apenas um reator (Osirak), mas os iranianos aprenderam com esse ataque e dispersam (e enterraram) muito as suas instalações… para que um tal tenha sucesso tem mesmo que ser em grande escala e com uso massivo a mísseis de cruzeiro.
    Israel pode conseguir atacar com sucesso os alvos principais, mas isso dificilmente retardará o programa nuclear iraniano, no seu todo…

  9. Odin

    Vejo que me enganei com a Dilma. Parece que em relações exteriores, não vai seguir a linha do Lula e Celso Amorim.

    http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1728545&seccao=CPLP

    • Otus scops

      sim, mas não por motivos políticos, ideológicos ou estratégicos, mas por questões de direitos humanos.
      na minha opinião é um caminho perigoso porque assim, a Dilma vai ter que cortar com muita gente, China, Rússia, Angola, Arábia Saudita, etc, etc, etc…
      apesar de ser uma posição muito corajosa e de grande elevação cívica, a ser verdade, parece que a Dilma deu o primeiro tiro no pé, a realpolitik é implacável!

    • Odin

      Mas o governo do Brasil querer se posicionar tanto do lado dos iranianos quanto do lado de Israel, por exemplo, é tolice. O governo Brasil deve argumentar em favor da paz entre as nações, procurar persuadir Israel dar a independência à Palestina árabe, mas sem ameaças de sanções ou qualquer coisa parecida. Deve ser amigável tanto aos muçulmanos quanto aos judeus. E não fazer a palhaçada de defender que os iranianos tenham o direito de enriquecer urânio. Não é possível que o Celso Amorim, o nosso ministro das relações exteriores, acredite que o programa iraniano é para fins pacíficos. Ele não pode ser tão ingênuo assim. Eles querem destruir Israel e, até os árabes do Golfo Pérsico estão preocupados com a ameaça iraniana. Já pensou se Tel Aviv for atacada por um míssil nuclear lançado da terra dos persas? E o Brasil ter apoiado o programa nuclear “pacífico” deles? Vamos (os brasileiros) ficar manchados na história do mundo por fanfarrice do PT nesta época. Países governados por religiões, é no que dá.
      http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/conteudo.phtml?tl=1&id=1072634&tit=Ahmadinejad-cita-Brasil-em-conversa-com-Putin-revela-documento-vazado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: