Os desafios do Embraer KC-390

No mercado internacional estão atualmente a posicionaram-se muitos agentes preparando inevitável onde de substituições de aviões de transporte C-130H Hercules que terá lugar nas próximas décadas e é por isso é tão importante que o Embraer KC-390 seja bem sucedido e que o seu plano de desenvolvimento seja respeitado.

Em palco estão já posicionados adversários tão poderosos como o Lockheed Martin C-130J, que será o sucessor mais “natural”, o caro e vítima de muitos problemas na fase de desenvolvimento A400M, o AN-12 russo, o Yun 8/9 chinês ou o projeto MRTA da parceria Irkut-HAL. Todos estes concorrentes irão aproveitar um eventual falhanço da Embraer em fazer avançar com o projeto do KC-390.

É assim vital que a empresa aeronaútica brasileira mantenha o seu ambicioso plano de desenvolvimento. É claro que existem vantagens competitivas teóricas para o aparelho da Embraer, como a sua capacidade para se abastecer e ser abastecido em voo e o seu custo final unitário.

Ainda que não exista mais do que 3 aparelhos “de desenvolvimento” encomendados pela Força Aérea Brasileira, esta deverá encomendar pelo menos 20 aparelhos para substituir os atuais 21 C-130E/H e 2 KC-130H, assim como os 5 DHC-5 Buffalo, criando assim um caderno de encomendas que só por si deverá assegurar a sobrevivência do projeto. Desde logo, a primeira barreira a saltar é cumprir a ambiciosa cronologia que estipula a que o desenho do aparelho esteja completamente amadurecido em menos de 24 meses.

Os detalhes já conhecidos do avião indicam que será capaz de transportar até 80 militares ou uma carga útil de até 20.9 toneladas. O KC-390 será concebido para realizar missões de transporte de tropas e material, lançamento aéreo de carga e soldados assim como missões de Busca e Salvamento e abastecimento aéreo.

Uma das decisões que falta ainda tomar quanto ao KC-390 é o motor. Na mesa, estão fabricantes de turbinas como a GE/Safran CFM, a Pratt & Whitney e a Rolls Royce. Sendo que nesta lista a francesa CFM parece em vantagem pela parceria estratégica de Defesa entre a França e o Brasil.

É nesta fase – intitulada de “Joint Definition Phase” – que as OGMA portuguesas podem intervir. Esta fase de desenvolvimento do KC-390 que terá a duração de 12 meses vai arrancar já em janeiro do próximo ano e deverá resultar no primeiro protótipo até 2014. Uma data muito otimista, mas que é vital para que o aparelho da Embraer consiga cativar algum deste mercado de transportes militares.

Fonte:
http://www.defenseindustrydaily.com/Embraer-Launches-KC-390-Tactical-Air-Transport-Program-05380/?utm_campaign=newsletter&utm_source=did&utm_medium=textlink

Anúncios
Categories: Brasil, DefenseNewsPt, Defesa Nacional, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: , | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Os desafios do Embraer KC-390

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: