Daily Archives: 2010/07/04

O J-15 chinês: um clone medíocre do SU-33 russo

Foi em finais da década de 90 que a China comprou à Ucrânia um avião Su-33, isto é, uma versão navalizada do Su-27. Desde entao, os engenheiros chineses desmontaram o aparelho de construção russa e criaram aquele que hoje é conhecido por J-15. Desde o início, a intenção chinesa era voar o J-15 a partir de um portaaviões chinês.

Foi este J-15 que foi recentemente criticado por uma alta patente da força aérea russa, o coronel Igor Korotchenko, criticando o aparelho e classificando-o como um produto inferior: “É improvável que o clone chinês J-15 alcance o mesmo desempenho e caraterísticas do SU-33 russo e não me admiraria se a China voltasse às negociações com a Rússia sobre a compra de SU-33.

Os chineses estão com dificuldades em resolver os desafios técnicos com asas recolhíveis. A criação de um motor adequado parece ser outro problema que os engenheiros chineses ainda não conseguiram resolver. O primeiro J-15 voo em 31 de agosto de 2009, com dois motores chineses WS-10, sendo contudo pouco claro porque não se ouviu mais falar do aparelho, sendo provável que tal se deva precisamente às dificuldades listadas por este militar russo.

Fontes:
http://defensetech.org/2010/06/08/russian-official-delivers-smackdown-on-chinas-carrier-based-fighter-knockoff/#ixzz0qvT3Go80Defense.org
http://defensetech.org/2010/06/08/russian-official-delivers-smackdown-on-chinas-carrier-based-fighter-knockoff/

Anúncios
Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 13 comentários

As dificuldades mundiais com a Dívida Soberana não são revertíveis nem resolúveis

As dificuldades mundiais com a Dívida Soberana não são revertíveis nem resolúveis. A Bolha atual das Dívidas Soberanas segue-se à explosão da Bolha do Suprime em 2008 e terá um efeito cumulativamente muito superior com consequências sociais e económicas a uma escala que hoje é difícil alcançar mas que serão sem precedentes nos últimos cem anos e que provavelmente se poderão apenas comparar à turbulência social de meados do século XV. Aquilo em cuja antecâmara nos encontramos não é um revolução, é uma vaga imparável, descontrolada e irreprimível de revoltas violentas, mortais e que destruirão as sociedades tal como as conhecemos hoje.

Este modelo económico assente no endividamento crescente do Ocidente e na manufactura de todos os bens no Oriente e fornecimento de quantidades crescentes de matérias-primas e alimentos chegou ao seu limite e esgotou-se: simplesmente, as nações consumidoras do Ocidente, que abdicaram da Produção em troca de Bancos e Bolsas, não se podem endividar mais. E os países que (como a China ou a Arábia Saudita) que com os seus superavits comerciais sustentaram este endividamento não acreditam mais que estas dívidas sejam solúveis. Nesta situação, o sistema só tem mesmo que implodir.

Países que produzem matérias-primas, alimentos ou bens manufacturados poderão atravessar os próximos dez anos em relativa tranquilidade, porque o crescimento do seu mercado interno ou mesmo o comércio entre estes mercados emergentes poderão ser suficientes para compensar a severa redução de exportações que terá lugar na Europa e nos EUA. Mas no Ocidente – desindustrializado – iremos conhecer uma onda sem precedentes recentes de revoltas e violência. Vagas de refugiados abandonarão a Europa em busca de maior tranquilidade na Rússia, África e América do Sul. Governos xenófobos substituirão a maioria dos governos na União Europeia

Categories: Economia | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade