Daily Archives: 2010/07/01

Quids S20: Em que Estado dos EUA foi tirada esta fotografia?

Regras:

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S20 | 6 comentários

Fernando Nobre: Sobre a contestação social contra as restrições do PEC

Fernando Nobre (http://www.aulamagna.pt)

Fernando Nobre (http://www.aulamagna.pt)

Parece claro que dada a situação de endividamento galopante e de desequilíbrio orçamental crónico do nosso país, se chegou a um ponto em que se impõe estabelecer um sério e determinado pacote de medidas de austeridade. Simplesmente, todos nós, particulares, Estado, Empresas e Autarquias – tidos no seu todo – gastaram o que tinham e o que não tinham, escudados por uma convicção infundada de que o Euro impediria qualquer bancarrota e que o tempo do crédito barato era eterno.

O problema está em que esta contenção não está a ser para todos. A recente manifestação da CGTP – promovida contra as medidas de austeridade do Governo – foi “genuína”, como afirmou Fernando Nobre: “Compreendo a manifestação de hoje, inclusive alguns apelos do doutor Manuel Carvalho da Silva [líder da central sindical], porque se podem fazer poupanças noutros sectores que não penalizassem aqueles que já estão em situações fragilizadas e por isso o que hoje assistimos no país é uma manifestação genuína pela qual eu só posso demonstrar solidariedade e total compreensão”.

Num país onde existe um défice claro do terceiro pilar do Estado (a Cidadania) não pode deixar de haver abusos de autoridade e desequilíbrios na participação de todos para a a causa do Bem Comum. Se uns – como os Trabalhadores e Desempregados – vêm subir a sua fatura fiscal todos os meses, os ricos esses recuperam já das perdas de 2009 e vêm neste mesmo preciso ano de severa contenção orçamental aumentar ainda mais a sua riqueza. E demonstrar assim que importa elevar o pilar da Cidadania para que a República Portuguesa seja uma sociedade mais justa e equilibrada, porque não se compreende como é que os cidadãos aceitam de forma tão passiva tamanhas desigualdades… Urge assim dar um grito de revolta contra esta Indiferença instalada, instalar o equilíbrio e a Justiça e dar o primeiro grande abanão num sistema bloqueado e usurpado pelos poderes económicos e financeiros, que tornaram a partidocracia refém dos seus Favores e Prebendas, contra todos nós e contra Portugal. Apoiemos este sinal de revolução social e política que é a candidatura genuinamente suprapartidária (mas não apolítica) de Fernando Nobre, colaboremos na recolha de Assinaturas e votemos no candidato em janeiro de 2011!

Fonte:
http://noticias.pt.msn.com/Politica/article.aspx?cp-documentid=153579502

Categories: Fernando Nobre, Política Nacional, Portugal | 5 comentários

A “Fábrica do Mundo” (China) começa a patinar…

Depois de décadas seguidas que tornaram a China na “fábrica do mundo”, desindustrializando muitos países, criando pobreza e desemprego crónicos onde antes havia prosperidade e desenvolvimento, eis que agora começam a surgir sinais dos tempos que apontam para a alteração desta situação de dominação.

Dez anos de artificial e estritamente financeiro sobreinflacionamento do valor do euro cobraram uma fatura violenta sobre as empresas europeias e abriram as portas às exportações chinesas. Agora, com a multiplicação das dificuldades orçamentais da maioria dos países europeus (criadas em grande medida por défices comerciais monstruosos com a China) o euro caiu na sua cotação frente ao Yuan e ao Dólar e as empresas europeias recuperaram alguma das competitividade perdida. A China respondeu, resistindo às pressões internacionais para subir o valor do Yuan, tradicional subvalorizado e só recentemente conhecera as primeiras correções.

Talvez agora, com a multiplicação de greves por toda a China, exigindo melhores salários e condições de vida, com a desvalorização do euro (apesar do desejo contrário dos eurocratas do BCE) e com uma crescente exigência dos chineses por direitos sociais, laborais e ambientais, este desequilíbrio produtivo mundial se corrija e todos possamos novamente tornar a crescer e a ter Emprego. Com Direitos.

Fonte:
http://aeiou.expresso.pt/conjuntura-queda-do-euro-afecta-exportacoes-chinesas-e-inibe-valorizacao-do-yuan=f583645

Categories: China, Economia, Política Internacional | 11 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade