O Google Car apanhava(apanha?) passwords e mails das redes abertas…

Já viu alguma vez um daqueles carros citadinos que a Google usa para recolher imagens para o Google Street View? Se não viu, então é porque não está atento ou porque não vive numa grande cidade. Eles são ubíquos e percorrem com relativa regularidade as principais artérias das grandes cidades, captando imagens de 360º e, sabe-se agora, muito mais… Segundo a própria empresa norte-americana os carros teriam recolhido “acidentalmente” dados de redes WiFi abertas.

Ora quando a comissão de proteção de dados francesa viu esses dados descobriu que além de captar dados sobre redes WiFI abertas (o que é relativamente inócuo, já que todos o fazemos se caminharmos numa grande artéria lisboeta, com um telemóvel que suporte WiFi), gravou também palavras-chaves de correio eletrónico e segmentos de mensagens de eletrónico das redes que encontrou! Com que objetivo foram recolhidos estes elementos? Para serem entregues a alguém fora da Google?… Tipo a NSA ou o governo norte-americano? E mesmo se não fosse, se este via NSA ou Tribunais requeresse estes dados, não seria a Google obrigada a cedê-los?

Fonte:
http://www.gizmodo.com.br/conteudo/dados-wi-fi-capturados-pelos-carros-do-google-street-view-incluiam-senhas

Categories: Informática, Política Internacional, Sociedade | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “O Google Car apanhava(apanha?) passwords e mails das redes abertas…

  1. Luiz Ely Silveira

    A agência americana “NSA” não necessita disso para vigiar quem lhe interessa. Desde o desenvolvimento do “PROMIS”, um programa de rastreamento de dados e informações que circulam na rede, tendo por base a captura de palavras-chaves no assunto que interessa ao bisbilhoteiro, ninguém está 100% seguro. O PROMIS foi desenvolvido nos anos 80 na Inslaw Inc., de Washington, uma pequena empresa de informática. Daí, posteriormente, surgiram diversas versões, a maioria inclusive em uso civil.

  2. sem falar no famoso ECHELON…
    Quanto aos carros da Google: ou o faziam por incúria-desleixo ou o faziam por terem recebido instruções para tal (de quem?)
    De uma forma ou de outra: andam atrás dos nossos dados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: