Alemanha: As hesitações alemãs quanto à Europa e à Construção Europeia

O papel da Alemanha tem sido e será em toda a presente crise financeira que assola o continente um factor de instabilidade. A Alemanha – que tanto lucrou com os Fundos Europeus, não por os ter recebido, mas porque os que os receberam lhe compraram bens e equipamentos – é hoje um pouco convicto membro da União e uma importante causa para o descrédito do Euro.

As hesitações alemãs em colaborar num pacote de resgate de emergência à Grécia tiveram um custo elevado na cotação do euro e na credibilidade do futuro do projeto europeu. Mas ainda mais fatal foi a necessidade de ver um membro da União Europeia e, sobretudo, do ainda mais restrito “clube do euro” ser forçado a estender também a mão ao FMI porque o pacote europeu (tão dificilmente criado…) era insuficiente para as necessidades gregas. Ao mostrar-se disposta a deixar cair a Grécia, a Alemanha esqueceu que foram também os seus eurocratas e dirigentes que durante dez anos fecharam os olhos aos desmandos de Atenas, sendo assim também coresponsáveis na crise presente.

As hesitações alemãs são ademais estúpidas. Se a Grécia declarasse falência as principais vítimas seriam não os gregos, mas os alemães, já que são alemães os Bancos que emprestaram à Grécia o essencial da sua imensa dívida externa, nada mais nada menos do que 40 mil milhões de euros, que se esfumariam imediatamente se a Alemanha não tivesse patrocinado este pacote de resgate, que assim em vez de “salvar” os gregos acaba por realmente salvar os Bancos alemães que sem critérios de exigência ou rigor (dois mitos alemães) emprestaram à doida aos gregos sem terem em conta a sustentabilidade destes empréstimos a curto prazo pensando apenas nos seus prémios de “gestão” de curto prazo e não nos riscos sobre a própria sobrevivência das suas próprias instituições financeiras e até do Estado grego.

Fonte:
http://aeiou.expresso.pt/a-alemanha-tem-um-diferendo-com-a-europa=f583967

Categories: Economia, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Alemanha: As hesitações alemãs quanto à Europa e à Construção Europeia

  1. Lusitan

    Sim, MAS… não estavam à espera que a Alemanha ajudasse a Grécia sem qualquer tipo de contra-partidas?!?! Quando um pedinte vos pede esmola, também lhe dão a vossa carteira? Mesmo sabendo que ele é frequentador assíduo da vossa loja? Fiar, sim… Ser parvo, não, muito obrigado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: