Daily Archives: 2010/06/08

Quids S20: Que divindade era aqui adorada?

Regras:

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S20 | 6 comentários

Embraer KC-390: Da provável presença portuguesa no desenvolvimento e construção deste transporte militar

Prosseguem contactos para que Portugal participe no projeto KC-390. O tema foi debatido entre empresários portugueses e brasileiros e o proprio José Sócrates na sua última visita a Brasília, que tornou a recordar que a participação do Estado português no projeto dependeria do resultados dos estudos já em curso.

Recordemo-nos de que o projeto KC-390 é um projeto da Embraer onde o patrocínio do governo brasileiro é fundamental. A presença de Portugal neste importante projeto aeronáutico seria absolutamente vital para a gestação de um “cluster” aeronaútico português, já que garantiria a empresas portuguesas (como as OGMA) uma participação ainda na fase de desenvolvimento, onde se gera aquilo que neste projeto é realmente mais importante: o know-how. E quando o avião começasse a ser produzido, poderia substituir os C-130 da FAP, que já daqui a menos de dez anos estes avioes (provavelmente os mais usados no inventário da FAP) terão que ser substituídos e de facto, seria ideal se o fossem por aviões desenvolvidos e parcialmente construídos em Portugal, com o decorrente impacto no Emprego e na criação de empresas nacionais de componentes no débil tecido empresarial português.

Fonte:
http://www.publico.pt/Economia/entrada-de-portugal-no-novo-aviao-de-carga-militar-brasileiro-discutida-com-socrates_1438896

Categories: Brasil, DefenseNewsPt, Defesa Nacional, Portugal | Etiquetas: , | 2 comentários

Nas últimas semanas, a Banca nacional não se tem conseguido financiar no exterior e apenas empréstimos diretos do BCE impediram o bloqueio total do sistema financeiro nacional

O recente agravamento das situações financeira e orçamental da Hungria e da Roménia – países que estao hoje em efetiva bancarrota – assim como a situação grave e continuada na Grécia devia fazer recordar ao governo português a seriedada da situação financeira de Portugal. De facto, nas últimas semanas, a Banca nacional não se conseguido financiar no exterior e apenas empréstimos diretos do BCE impediram o bloqueio total do sistema financeiro nacional.

Perante tal situação é incompreensível que o Governo persista na sua desvairada teimosia de prosseguir com as “grandes obras” (3a travessia, tgv e aeroporto) que o país não tem recursos para pagar e para as quais carece de buscar financiamentos no estrangeiro. Bem sei que nestas obras, não é o Estado que se endivida, mas as empresas que as realizam e o grande problema nacional é já a dívida externa dos privados (superior a 200% do PIB) e nem tanto a do Estado…

Por isso estranha-se que ninguém tenha ouvido o recente aviso do presidente do BPI, Fernando Ulrich, de que o valor de dívida que o Estado quer acumular até 2013 é “completamente impensável, considerando que um dos problemas da economia portuguesa é que o país “não se consegue financiar”.

Como recordou o banqueiro, Portugal nao tem simplesmente recursos para financiar os grandes projetos que o governo Sócrates quer construir, a sacrifício das gerações futuras e do endividamento (e talvez bancarrota) presente.

Fernandxo Ulrich referiu também um aspecto que não tem sido suficientemente sublinhado – pela sua gravidade – e que é o facto de nas últimas semanas todos os títulos de Dívida da República que Portugal tem colocado no Mercado foram comprados pelo Banco Central Europeu. Se o BCE parar com essas operações e se os investidores não se mostrarem interessados pela Dívida Soberana portuguesa, o país não só nao conseguirá financiar estes projetos, como não conseguirá impedir a bancarrota, já que nos próximos dois anos Portugal precisa ir buscar aos Mercados pelo menos 45 mil milhões de euros.

Perante tal situação como compreender esta teimosia socialistas em “grandes obras” que o país não consegue manifestamente pagar? Em vez do TGV porque não se investe uma fração do valor na renovação das Linhas Férreas e nos Pendulares (quase tão rápidos como os TGVs), em vez de um Novo Aeroporto, porque não se opta pelo “Portela+Alverca”? Porque é que, em suma, não se tem uma governação mais realista e menos apostada em servir interesses e lobbies da Construção Civil?

Fonte:
http://economia.publico.pt/Noticia/presidente-do-bpi-portugal-nao-se-consegue-financiar_1437721

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade