Daily Archives: 2010/06/01

Quids S20: Que telescópio captou esta imagem?

Regras:

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S20 | 6 comentários

Mário Soares considera o apoio do PS a Manuel Alegre “tardio e fatal”

O apoio ao PS irá revelar-se um erro. Para o PS e para Alegre. Para o PS que assim se vai deixar levar a reboque de uma candidatura onde os elementos do BE já se instalaram à muito e onde o Partido irá assumir uma clara posição secundária. Para o PS, também, porque Alegre, uma vez satisfeito o seu Ego e eleito, logo começará a fazer “bloqueio” ao Governo Sócrates, como fazia antes a partir da bancada parlamentar…
Mas sobretudo, é um erro fatal para Alegre. Desde logo, porque perde todos os votos de “descontentamento” que captou nas últimas eleições e que agora não irão votar no “candidato do Poder”. Depois (e isso já se nota) porque todo o seu discurso de crítica perante as numerosas medidas impopulares (algumas necessárias) que o Governo tomar, não poderão ser seriamente contestadas por si… Está assim voluntariamente amordaçado, pelo apoio do PS. Os votos que já perdeu ao procurar tão avidamente a aliança de Sócrates, somar-se-ão assim aqueles dos simpatizantes do PS que não esquecem os maltratos que este deu ao Governo do seu próprio partido e aqueles que estranharão a súbita domesticação do seu discurso.
Em suma: o apoio do aparelho do PS (não confundir com o “PS”) a Alegre vai ser um Flop. Ou melhor: um SapoFlop.
Categories: Política Nacional, Portugal | 4 comentários

Vale a pena assinar petições: O MIL e a Petição “Não destruam os Livros” chegam ao plenário da Assembleia da República

Intervenção no PSD na petição "Não Destruam os livros"
Vídeo: Clicar AQUI

Nuno Encarnação elogiou a Petição, entregue na Assembleia da República, que solicita que “os livros que saíram de circulação não sejam destruídos”. Segundo o social-democrata, “estamos perante um desperdício de um bem que significa conhecimento” e que, como tal, as publicações deveriam ser entregues a instituições carenciadas ou a outros países lusófonos. Na opinião do deputado “a petição tem fundamento sólido, conteúdo útil e recomendações importantes”.

Nuno Encarnação lembrou que, mesmo sem existir legislação que a isso obrigue, já existem editoras com essa prática instituída sendo, contudo, necessário ter em conta vários condicionalismos. O parlamentar recordou que a associação de editores e livreiros alertou para um conjunto de outros problemas, nomeadamente a obrigatoriedade do pagamento do IVA, a liquidação dos direitos de autor e as despesas de armazenamento e transporte.

Recordemo-nos de que foi o MIL que elaborou a petição que reunindo mais de 4500 assinaturas seria entregue na Assembleia da República, tendo o movimento lusófono recebido por vários grupos parlamentares. Algum tempo depois, a iniciativa teria reflexos concretos, merecendo uma resposta governamental que viria a satisfazer a maioria das pretensões dos signatários da petição proposta pelo Movimento.

Categories: Livros, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy