Vida Artificial: Criada pela primeira vez em laboratório pela equipa de Craig Venter

Craig Venter

Craig Venter

Após um esforço internacional que decorre já há algumas décadas – de forma mais ou menos discreta – em muitos laboratórios no mundo, eis que uma equipa de mais de 20 cientistas liderada pelo conhecido biólogo Craig Venter conseguiu criar em laboratório a primeira forma de vida artificial. O projeto terá custado perto de 40 milhões de dólares e representa efetivamente um momento histórico abrindo caminho a um sem número de aplicações, desde à construção de bactérias especialmente desenhadas para produzirem biocombustíveis, bactérias especializadas na absorção de CO2 e a produção dedicada de vacinas.

O feito levanta uma série de questões éticas e religiosas muito evidentes e preocupações que se prendem com a muito palpável possibilidade destas criaturas artificiais se escaparem para a Natureza começando aqui a reproduzirem-se sem assistência.

O bactéria artificial baseia-se numa bactéria conhecida, mas foi completamente desenhada a partir de químicos reunidos e processados em laboratório. O organismo artificial tem quatro “marcas de água” no seu ADN que facilitam a sua identifição como “sintético” e que foram colocadas como forma de reconhecimento da sua origem, para a eventualidade de alguma vez conseguir sair do laboratório.

Fontes:
http://www.guardian.co.uk/science/2010/may/20/craig-venter-synthetic-life-form
http://pt.wikipedia.org/wiki/Craig_Venter

Categories: Ciência e Tecnologia, Saúde | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “Vida Artificial: Criada pela primeira vez em laboratório pela equipa de Craig Venter

  1. Luiz Ely Silveira

    Mais uma vez os criacionistas ficam sem saber o que dizer, nem como explicar isso para seus discípulos. Será que, mais uma vez, vão dar um “jeitinho” para adaptar suas teorias aos fatos da realidade evolucionista.

    • Otus scops

      caro Luiz
      concordo integralmente com o seu post.
      os que vivem d€$$a$ “r€£igiõ€$” tem interesse em alimentar esses contos de fadas. os que seguem gostam e cada um é feliz como quer ou pode.

  2. Otus scops

    na realidade é um feito tecnológico e não teológico.
    todos sabemos que o ADN é “apenas” um aglomerado lógico constituído por 4 elementos apenas, a partir daqui é só brincar ao Lego com a matéria. não me choca as experiências pois a humanidade pode vir a beneficiar com elas. quem tem doenças raras, acidentes escabrosos ou até patologias degenerativas agradeceria que os libertassem dessa condição e estas experiências são ensaios para o que aí vem. de certa maneira o homem tem feito selecção e melhoramento de espécies (animais e vegetais) para alimentação humana e para nos servirem como ferramentas (cães, elefantes, gado, gatos, etc) e ninguém se tem queixado.

    não entendo como problemático em termos éticos ou canónicos a “criação” destes seres, aliás, não é uma criação é o desenvolvimento de uma plataforma genética pré existente, uma espécie de tuning genético… 🙂

    o problema da contaminação esse sim, preocupa-me. actualmente temos um problema similar – os transgénicos (que surpreendentemente foram proibidos na Região Autónoma da Madeira!!!)- e não vejo os defensores da ética e das religiões fazerem alarido. um pouco como aquele cruzamento das abelhas melíferas europeias com as africanas que está a dar uma bronca que não sabemos como pode terminar.

  3. a contaminação é um problema muito sério. “superorganismos” desenhados em laboratório podem – em teoria – exterminar toda a vida na terra… e isso, pode ser meio, chato, digamos assim!

  4. joao francisco da silva corea

    Bom ai vai meu comentario bem esclarecedor,não me importa o quanto façam esperiências escrabosas dentro de laboratórios ou em qualquer outro lugar,a forma de mexerem essa esterqueira não muda o fato de que somos algo tão vil quanto qualquer matéria que possamos manusear somos o ser dotados de pura arrogância e que finge serenidade boa parte do tempo! essa é a unica singularidade que uni a todos da espècie humana cada qual defende seus entereces a ponto de acabar com qualquer vida só para atingir suas metas,caso esse muito bem relatado nos livros de históriareais da” humanidade”filmes de” ficção” relatão que o ser em questã é tão incensato quanto suas necesidade,que são as minimas possiveis.caso semelhante é a igreja que tem por finalidade escoder de toda forma possivel a verdade sobre o criador da aberação desse playgrond.Tudo o que eu e vocês façâmos é por enterec.,É o que move a “humanidade” é enterece,os que tiverem enterece em discordar que discordem,pois é essa sua naturesa. Ai vai uma! você (nós) não passa de um apanhado de compostos quimicos que tem praso de validade pré defindo com caracteriticas pre definidas e um carater variavel,condição esta já definida pela pela constituição do ser, a simples falta de uma proteina no cerebro como a talrina fas com que você não tenha mais sanidade.Aos que acreditam em deus que continuem a acreditar nele,eu paticlarmente passei 38 anos da minha vida em busca de resposta para o abandono desse pai chamado DEUS e hoje tenho a sertesa da sua não existência,são mais de 350 evidências da sua não evidêncià 1*abandono de incapas,2*construcão das piramedis do hegito,3*o perfeito não consegue fazer o imperfeito,a propria biblia é cheia de contradição,e assim o segue…etc…etc.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: