Professor agredido por pai de aluno a quem mandou puxar as calças para cima

Esta moda abjecta conhecida como “sagging” nos EUA está a ser proibida em muitas escolas e Estados norte-americanos. A “moda” é usada como símbolo de negação da autoridade e como expressão de rebeldia (o que é saudável), mas serve sobretudo para afrontar os outros e servir de forma de desafiar a autoridade que tem que existir no Professor, na Escola e na Sala de Aula e sem a qual não pode haver um sistema educativo minimamente eficiente.

O episódio é igualmente revelador de uma Escola onde – mercê de sistemáticas declarações estúpidas da anterior ministra – se instalou um clima em que os alunos se sentem imunes de qualquer ação disciplinar e onde o facilitismo criminoso (para a qualidade do Ensino e para a formação dos futuros cidadãos) se tornou regra.

Acreditamos que a Escola só poderá cumprir a sua missão se os professores não tiveram autoridade na sala de aula, se não for regida por critérios de exigência e se, sobretudo, não forem aplicados os critérios agostinianos de Educação livre e simplificada propostos pelo professor.

Anúncios
Categories: Educação, VideoBlogue | 10 comentários

Navegação de artigos

10 thoughts on “Professor agredido por pai de aluno a quem mandou puxar as calças para cima

  1. Fenix

    A autoridade tem a meu ver voltar a ser dada aos professores.Qual o problema de um professor bater num aluno se ele se mercer?!De o castigar?!Faz parte da educação,alguem que passa maior parte do tempo com eles tem que ter autoridade e ser respeitado como se fosse um pai ou uma mãe.Eu levei muita porrada nunca os meu pais foram chatiar um professor por me ter batido.Como eu cheguei a ver páis de outros que eram os piores da turma a quase baterem nos professores ou mesmo a baterem.Achava ridiculo como hoje ainda acho tal situação.Que moral aqueles páis tem para educarem os filhos quandos eles não sabem não fazem e não tem tempo para tal.Outros tem que obrigatoriamente ter autoridade para por limites e que seija obrigatoria instituscionalizada e que haja prisão para os pais que tomem tal atitudes como bate num professor por ter batido no seu filho,quando ele mercer.

    • Paulo39

      @Fenix

      Não concordo que o professor tenha o direito de bater num aluno. Na minha opinião, a violência é sempre o pior método para chegar a um objectivo (e que na maior parte das vezes não resulta).
      Se isso acontecesse, acabaríamos numa sociedade onde a violência seria uma coisa normal e haveria muito mais problemas.

      No entanto, estou absolutamente de acordo com o aumento de autoridade que tem de ser dado urgentemente aos professores. E sobretudo, acho que se devem responsabilizar os pais de todos aqueles pré-(e não só)adolescentes que não cumprem as regras e se julgam no direito de passar por cima de tudo e de todos. A função da escola não é substituir a educação que deve ser dada pela família, mas sim transmitir conhecimentos e educação cívica.

  2. Carlos Portugal

    Caro Clavis:

    O ridículo «sagging» não é qualquer símbolo de «rebeldia», mas tem sim origem numa prática bem abjecta, generalizada na maior parte das prisões de aquém e além-Atlântico; prática essa em que os presidiários mais novos são obrigados a andar com as calças descaídas como forma de humilhação, mostrando a sua «disponibilidade» para serem violados pelos mais velhos…

    É tão simples e nojento quanto isto. E, se esta «juventude» acéfala gosta de ser humilhada e de fazer tristes figuras…

    Cumprimentos.

    • Paulo39

      Não fazia ideia disso!

      De facto, depois de saber isso, ainda acho mais parva a moda de se fazer isso (“cá fora”).

  3. conheço essa leitura, mas de facto parecer ser um “hoax” não correspondendo aquilo que corre nas prisões dos EUA onde o gesto tem como significado:

    “The origins of sagging come from the United States prison system due to three primary factors. First, uniforms issued to prisoners are usually a few sizes too large. [2] Secondly, belts are sometimes prohibited to avoid suicide by hanging oneself, or to avoid being used as a weapon in fights. [3] [4] The style was later popularized by hip-hop artists in the 1990s.[3]”
    http://en.wikipedia.org/wiki/Sagging_(fashion)

  4. Carlos Portugal

    Caro Clavis:

    Provavelmente tem razão. Mas não deixa de ser uma humilhação, tal como o corte de cabelo à «máquina zero», próprio dos campos de prisioneiros, e tão em voga entre certos grupos de jovens. De notar que nem as tropas nazis o cortavam assim, usando o «estilo prussiano»…

    Voltando ao «sagging», é mesmo uma tristeza, de uma forma ou de outra…

    Cumprimentos

    • Fenix

      É por essa maneira de pensar que isso chegou onde chegou.Não se trata de violencia delibrada nem espacamentos.Umas reguadas nas mãos nunca fizeram mal a ninguem mas doi.No corpo e na alma de quem as leva e de quem ás dá.Nos dias de hoje os pais não tem tempo para educarem os seu filhos com horarios de trabalho que tem.A escola deve também educar para ela também ser respeitada como instituição.Os uniformes escolares deviam ser obrigatorios a todos os alunos de igual.

  5. é uma tristeza, um alvitamento próprio e da Escola (espaço de cidadania), razões pelas quais defendo a sua proibição pelas Escolas…

  6. Fenix

    E não pensem que sou um velho que tá a dizer isso so tenho 34 anos,eu andei nas melhores e nas piores escolas,c+s,secundarias e ect deste pais.E digo que hoje deve ser quase impossivel um aluno ouvir uma aula do principio ao fim em silêncio sem um professor mandar calar alguem 3 em 3 minutos nas melhores das epoteces.E a culpa é de quem?É dos páis dos alunos que por ai andam pois não sabem o que é respeito nem autoridade pois nunca a tiveram.Mas no entanto acham que deve ser aumentada.Como pode ser aumentada a autoridade?! Se os páis não a querem dividir com professores e instituição escolar.

  7. felizmente, já não apanhei essas escolas de hoje… mas pelo que me dizem o panorama (de disciplina) é muito pior do que há 30 e tal anos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: