Daily Archives: 2010/05/22

Trabalhando na Google: Algumas razões do sucesso da empresa rondam pela forma como trata os seus trabalhadores

Trabalhando na Google (http://www.asianwindow.com)

Trabalhando na Google (http://www.asianwindow.com)

Não há dúvidas de que uma das razoes para o estrondoso sucesso da Google reside nos seus trabalhadores. Nos EUA, a empresa aparece de forma consistente no topo da lista de melhores lugares para trabalhar.

Razoes para esta preferência? São sem dúvida, diversas… Mas eis algumas das ditas:
1. A Google mantêm nos seus locais de atividade um ambiente que premeia os que mais contribuem para a empresa
2. Depois do recrutamento, a Google procura reter os seus funcionários, procurando fazer com que se sintam valorizados
3. Na Google, os novos colaboradores são designados como “Noogle” e é lhes atribuído um “Buddy” que age como um amigo e mentor no interior da organização.
4. Como forma de aumentar a interação entre equipas diferentes, encontros fora do escritório são organizados todos os trimestres.
5. Existe na Google uma cultura organizacional plana e o trabalho é divido por pequenas equipas, de facto, na Google o trabalho de equipa é a norma.
6. Na Google há um esforço contínuo de formação. De facto, a empresa dedica a cada um dos seus funcionários uma média de cem horas de treinamento por ano.
7. Os empregados da Google são convidados a enviarem sugestões à gestão e a serem envolvidos nos processos de tomada de decisão.
8. Há na empresa uma utilização muito generalizada de horários flexíveis, onde contam mais os resultados do que as horas trabalhadas. Neste contexto, os empregados da Google podem também realizar teletrabalho, sempre que tal lhes for mais conveniente.
9. A empresa mantêm-se dinâmica, empenhando-se em realizar novos lançamentos a um ritmo intenso e constante.

Mas o sucesso da Google não está completamente encerrado nestas nove razoes… A empresa procura manter um bom ambiente de trabalho e propício à inovação e criatividade. Sobretudo, os seus trabalhadores não são vistos como “custos”, mas como elementos vitais no processo de tomada de decisão. No total, tal abordagem produz uma empresa com um melhor ambiente de trabalho, mais humano, amigável e gerador de elevados níveis de inovação e criatividade.

Pergunta: quantas empresas portuguesas se poderão gabar dos mesmos padrões de qualidade e da mesma visão quanto aos seus “recursos humanos”? E não será um modelo de gestão como este adequado para produzir o tal “salto quântico” nos níveis de produtividade portugueses, que nos dizem serem dos mais baixos da Europa? Naturalmente que sim… Quanto mas distribuídas forem as decisões de gestão, melhor elas serão executadas por todos os seus agentes, quanto melhor for reconhecida e premiada a criatividade, melhor ela se desenvolverá e quanto mais humanas forem as empresas, melhores (mais eficientes e lucrativas) também elas serão…

Fonte:
http://research.globalthoughtz.com/index.php/employees-are-brands/

Categories: Economia, Informática, Sociedade, Sociedade Portuguesa | Deixe um comentário

Fernando Nobre: A “Banha da Cobra” dos Financeiros

Fernando Nobre

Fernando Nobre

“É de temer que, após uma ligeira cirurgia plástica, ou alguma banha da cobra, os mentores políticos e financeiros de todo esse descalabro, passado o susto que levou os ainda estados a socializar os prejuízos com milhões de milhões de euros, queiram recomeçar o mesmo jogo de casino, de derivados, de Offshores e de outros produtos tóxicos” Humanidade, p.22 Fernando Nobre

Não duvidemos. É isto mesmo que estão a preparar. Obama, nos EUA, bem que tem tentado criar uma nova dinâmica regulatório – se sucesso, apesar de todo o enfoque discursivo – e na Europa, apesar de múltiplas declarações neste sentido dos “líderes” europeus, tudo está basicamente na mesma, desde o short-selling aos Off-shores, passando pelo derivados e pelos produtos financeiros de elevada opacidade. Os Especuladores e os Mercados continuam a ditar o rumo das Economias e da vida dos cidadãos e dos Estados. Os seus caprichos e os seus desvairos irracionais arrasam economias e em escassos minutos conseguem evaporar dezenas de biliões de dólares em pânicos incompreensíveis (como aquele que afectou o NASDAQ em princípios de maio).

Urge impor mecanismos ágeis, eficazes e fortes de regulação. Inverter a orgia liberalizante que os teóricos do Pensamento Único neoliberal e globalizante impuseram a políticos fracos ou comprados. Urge fortalecer as polícias de investigação contra a corrupção e o branqueamento de capitais com os meios suficientes para poderem deter todos os criminosos de colarinho branco que prosperam impunemente desde à décadas.

Urge mudar. E como primeiro passo – em Portugal – é preciso apoiar a candidatura presidencial do Dr. Fernando Nobre, um homem de conduta ética e humanística exemplar e que diagnosticou corretamente a grave situação económica e social em que vivemos e que ao provir de fora do quadro político-partidário que nos arrastou a todos para o ponto onde estamos poderá agitar suficientemente as águas e introduzir um começo de mudança no sistema.

Categories: Fernando Nobre, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade