Daily Archives: 2010/04/15

Do peso da “Cultura” na Economia

A Cultura não é um peso morto para o chamado “setor produtivo”, ou um mero sorvedouro de impostos, como apregoam os neoliberais. Já o dissemos algures que em cidades como Nova Iorque a Cultura representava mais de 50% do PIB da economia da cidade. Em Portugal a situação não é tão notável, mas o dito “sector cultural e criativo” em 2006 representou já 2,8% de toda a riqueza gerada nesse ano no nosso país, tendo então dado emprego a 127 mil pessoas, o que corresponderá a 2,6% do emprego total. No total o setor cultural gerou 3,7 mil milhões de euros, um valor que em termos meramente económico é muito significativo.

Estas são as conclusões do estudo “O Sector Cultural e Criativo em Portugal” encomendado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia de Mariano Gago e recorda que os investimentos na Cultura são reprodutivos e geradores de riqueza e emprego como poucos. É claro que a Cultura não pode representar uma crónica e doentia dependência de subsídios e que a procura pelo seus bens devem ser o principal rendimento e que a lógica empresarial deve persistir sobre qualquer (mais fácil e cómoda) subsídio-dependência.

Os dados são, contudo, apenas de 2006, e não revelam o exato impacto que a presente crise económica teve no setor cultural, contudo, apontam para uma alternativa de desenvolvimento que confere com aquela que sugerimos já no artigo que publicámos no número 4 da revista Nova Águia: a produção cultural pode e deve ocupar uma parcela cada vez mais significativa da nossa atividade económica.

Fonte:
http://www.publico.pt/Cultura/sector-cultural-e-criativo-produziu-em-2006-28-por-cento-da-riqueza-gerada-em-portugal_1425082

Categories: Economia, Portugal | Deixe um comentário

Quids S19: Qual é o nome deste quadro?

Regras:

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S19 | 5 comentários

O chocolate combate a dor! Ainda bem!

Segundo o professor Paul Durham da Missouri State University, o chocolate, quando consumido no estado puro, impediria a presença das proteínas responsáveis pela resposta inflamatória associada à dor. Esta conclusão resultou de várias experiências realizadas em ratos nesta Universidade dos EUA.

Ou seja, eis mais uma razão para ir ali ao armário e abrir aquela tablete de chocolate. Ou seria se não a tivesse comido já.

Fonte:

Science & Vie, novembro de 2009

Categories: Saúde | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy