Daily Archives: 2010/04/11

A Mars Express fez uma rasante a Phobos

Uma das novas fotos de Phobos (http://www.esa.int)

Uma das novas fotos de Phobos (http://www.esa.int)

Imagens captadas na última aproximação a Phobos a partir da câmara de alta resolução “High Resolution Stereo Camera (HRSC)” instalada na sonda europeia “Mars Express” revelaram um grau de detalhe novo, com uma resolução de 4,4 metros por pixels. A aproximação permitiu identificar vários locais candidatos a receberem a aterragem da sonda Phobos-Grunt.

A órbita elíptica da Mars Express aproxima-a de Phobos todos os cinco meses, a um grau que não é acompanhado nem de perto por nenhuma das sondas norte-americanas que orbitam hoje em torno do Planeta Vermelho.

Phobos é um satélite muito irregular com pouco mais de 27 km de diâmetro máximo e com caraterísticas que o tornam muito certamente num meteorito capturado pela gravidade de Marte. O mecanismo em que esta captura ocorreu não é, contudo, claro nem a razão pela qual ele apresenta uma massa tão baixa, o que já levou a defender que se tratava de um satélite artificial.

A Rússia vai enviar em 2011 a missão marciana Phobos-Grunt, que deverá recolher amostras do solo de Phobos e trazê-las de volta para Terra.

Fonte:
http://www.marsdaily.com/reports/Marsexpress_Returns_Phobos_Flyby_Images_999.html

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Joan Laporta: “Ter um Estado próprio não é uma utopia. A Catalunha morre, estão a matá-la”

Raramente (nunca?) falo por aqui do que disseram líderes desportivos. Especialmente de Futebol… Mas vou abrir uma honrosa excepção para as declarações de Joan Laporta, o presidente do Barcelona que prepara a sua candidatura às eleições autonómicas na Catalunha. Laporta vai apresentar-se nas listas do
“Reagrupament”, um partido independentista catalão, um partido nacionalista que defende a formação de um exército e uma diplomacias próprias e o reconhecimento de duas línguas oficiais, o catalão e o aragonês, retirando ao castelhano esse papel.

O partido de Laporta tem, contudo, apenas 1,4% dos votos nas sondagens…. O novo partido é o resultado de uma cisão na Esquerda Republicana (ERC), acusado por muitos por ter feito demasiadas cedências a Madrid na negociação do Estatuto da Catalunha. E ainda que as sondagens sejam desanimadoras, Laporta acredita que potencialmente pode recolher uma parcela muito significativa dos 30 a 40% de defensores da independência catalã.

Laporta é muito popular na Catalunha e pode cativar o voto de muitos que como ele acreditam que “ter um Estado próprio não é uma utopia. A Catalunha morre, estão a matá-la”, referindo-se indiretamente ao Estatuto. A independência da Catalunha, o seu apoio e concretização por meios pacíficos são deveres históricos de Portugal. Se em 1640, os Tercios espanhóis não tivessem sido desviados para reprimir a revolução catalã em vez da portuguesa, hoje, estaríamos tão colonizados por castelhanos como a Galiza ou a Catalunha e, a par do Estatuto da Catalunha, falaríamos igualmente do “Estatuto de Portugal”. É, pois, dever de reciprocidade, defender que os povos e nacionalidades ibéricas busquem a sua sobrevivência longe das aspirações assimiladoras de Madrid e Castela e que encontrem as energias anímicas bastantes para sacudir o jugo da língua castelhana e do centralismo cinzento e cultural e economicamente opressivo de Madrid. Assim, em nome de todos os lusófonos da Península, junto a minha voz a galegos e oliventinos e clamo: Viva Catalunha!

Fonte:
http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1526593&seccao=Europa

Categories: Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: , | 14 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade