Cavaco Silva continua a ser o PR mais impopular de sempre e das hipóteses de Fernando Nobre

Dr. Fernando Nobre

Dr. Fernando Nobre

A Eurosondagem Expresso-SIC-Renascença indica que somados, Manuel Alegre, Fernando Nobre e o candidato que o PCP deve apresentar, têm juntos mais votos que o total de votos reunidos por Cavaco Silva. Indica também que o calvário presidencial começou em meados de 2008, quando Cavaco interrompeu as férias de Verão para uma comunicação ao país sobre o Estatuto dos Açores. E o caso das escutas em Belém “explodiu em cheio na cara do Presidente”.

A sondagem permite-nos esperar que a clássica “maioria sociológica de Esquerda” que existe em Portugal desde o 25 de abril de 1974 possa – pela multiplicidade de candidatos que se apresente à Esquerda – maximizar a votação e forçar a uma segunda volta e que a maior vantagem de Cavaco Silva não será o seu apagado percurso presidencial, mas a má memória dos portugueses para as suas patéticas atitudes no caso das Escutas e do Estatuto dos Açores. Importa portanto ir recordando os portugueses destas atitudes cavaquistas, recordar-lhes também o “contrato do silêncio” assinado entre Sócrates e Alegre e deixar que o apoio do PS a este leve até Manuel Alegre toda a carga negativa acumulada por estes últimos anos de governação socialista. Com um tão amplo de candidatos à Esquerda, será possível minimizar a abstenção e forçar Cavaco a uma segunda volta (isto supondo que ele é mesmo candidato, o que não é certo) e associando Alegre à ligação que ele próprio forçou com o PS erodir a sua base eleitoral (já de si enfraquecida pelas suas hesitações pós-presidenciais) e numa segunda volta, recordar os portugueses de que Cavaco foi um mau Presidente (o mais impopular de sempre) e que foi eleito sob uma base de mentira e logro: de que os seus (supostos) méritos como economista de nada serviram para nos salvar da recessão global que caiu em cheio em cima de nós.

Fonte:
Expresso

Categories: Fernando Nobre, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Cavaco Silva continua a ser o PR mais impopular de sempre e das hipóteses de Fernando Nobre

  1. Rui Montenegro

    Infelizmente os Portugueses são um povo de brandos costumes e fraca memória. Por essa razão ,acredito que o “pior presidente de sempre” ( galardão com o qual concordo em absoluto)irá voltar a Belém para continuar a fazer aquilo que melhor sabe : NADA!
    Hábil a gerir silêncios, esquivo quanto basta para não se comprometer , este presidente tem sido uma desilusão para quem nele acreditou! Felizmente não foi esse o meu caso, pelo que não me causou nenhuma estranheza a postura absolutamente deplorável que sempre adoptou.
    Para a grande maioria dos portugueses é bem feito que levem com estes tipos todos e com as suas politicas de roubalheira, porque quando começar o “circo eleitoral” lá os veremos alegres e contentes de bandeirinha na mão a apoiar esta cambada de oportunistas que teimam (com o nosso consentimento ) em acabar com o pouco que resta.

  2. joaquim marques.

    Penso que o nosso PR tem uma personalidade perturbada e perturbante devido a um complexo de inferioridade.
    Não me parece que tenha interesse pela história do mundo e do progresso humano, assim como pela filosofia e arte.
    Talvez por força do cargo que tem ocupado,
    tenha vindo a procurar alterar a situação, mostrando que dispõe de alguma cultura geral e não só a que aprendeu no curso académico.
    Um PR, no meu entender, deve ser uma personagem de tipo oposto àquele.
    Não podendo governar, (aliás é a maior tentação deste PR), devia caber-lhe pressionar os overnos naquilo que lhe compete intervir, transparentemente, sem silêncios e mistérios e discursos dúbios e cobertos de uma certa
    névoa.
    Como economista, é mais um que prima pela falta de daqueles atributos excepcionais no ser comum, mas que está na moda evocar, como a criatividade, pois os modelos de fazer ecnomia não têm evoluído senão na arte de surripiar aos outros sem lhes provocar a ira, aquela que é difícil de aplacar.

  3. há um nítido esforço em demonstrar que não é mais aquele ignorante que se gabava de não ter um livro na mesinha de cabeceira, e isso é particularmente notório em alguns discursos recentes… mas estes são escritos por terceiros
    um PR é – no amputado quadro constitucional atual – pouco mais que um magistrado de influência, um formador de pontes e um dialogante e mediador. Todos traços que – pela via de uma timidez crónica e uma incultura patente – são incompatíveis com a personalidade de Cavaco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: