Daily Archives: 2010/04/08

Cavaco Silva continua a ser o PR mais impopular de sempre e das hipóteses de Fernando Nobre

Dr. Fernando Nobre

Dr. Fernando Nobre

A Eurosondagem Expresso-SIC-Renascença indica que somados, Manuel Alegre, Fernando Nobre e o candidato que o PCP deve apresentar, têm juntos mais votos que o total de votos reunidos por Cavaco Silva. Indica também que o calvário presidencial começou em meados de 2008, quando Cavaco interrompeu as férias de Verão para uma comunicação ao país sobre o Estatuto dos Açores. E o caso das escutas em Belém “explodiu em cheio na cara do Presidente”.

A sondagem permite-nos esperar que a clássica “maioria sociológica de Esquerda” que existe em Portugal desde o 25 de abril de 1974 possa – pela multiplicidade de candidatos que se apresente à Esquerda – maximizar a votação e forçar a uma segunda volta e que a maior vantagem de Cavaco Silva não será o seu apagado percurso presidencial, mas a má memória dos portugueses para as suas patéticas atitudes no caso das Escutas e do Estatuto dos Açores. Importa portanto ir recordando os portugueses destas atitudes cavaquistas, recordar-lhes também o “contrato do silêncio” assinado entre Sócrates e Alegre e deixar que o apoio do PS a este leve até Manuel Alegre toda a carga negativa acumulada por estes últimos anos de governação socialista. Com um tão amplo de candidatos à Esquerda, será possível minimizar a abstenção e forçar Cavaco a uma segunda volta (isto supondo que ele é mesmo candidato, o que não é certo) e associando Alegre à ligação que ele próprio forçou com o PS erodir a sua base eleitoral (já de si enfraquecida pelas suas hesitações pós-presidenciais) e numa segunda volta, recordar os portugueses de que Cavaco foi um mau Presidente (o mais impopular de sempre) e que foi eleito sob uma base de mentira e logro: de que os seus (supostos) méritos como economista de nada serviram para nos salvar da recessão global que caiu em cheio em cima de nós.

Fonte:
Expresso

Anúncios
Categories: Fernando Nobre, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | 3 comentários

Quids S19: Que veículo é este?

Regras:

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S19 | 7 comentários

Declaração MIL a respeito do nosso apoio a Fernando Nobre

Publicado no “Jornal de Letras

Categories: Fernando Nobre, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Estaremos à beira de uma “taxa global” a aplicar aos Bancos?

Gordon Brown declarou que estamos prestes a chegar a um acordo internacional sobre a imposição de um imposto global sobre os bancos que deverá servir para prevenir a eclosão de nova crise financeira. É possível que este acordo seja alcançado já na próxima cimeira do G20 em junho deste ano ou, eventualmente, no outro encontro do G20, em novembro. Além de este imposto global, o G20 deve também aprovar a aplicação conjunta de novas regras sobre os capitais dos bancos, também com a intenção de prevenir novas crises.

Ambas as medidas procuram devolver alguma regulação a um mercado que – mercê das pressões dos lobbistas e economistas – foi largamente liberalizado, com as consequências que hoje todos conhecemos. O imposto global será tanto mais eficiente quanto mais globalizado for… Sem dúvida que os Bancos se apressarão a transferir para os seus clientes esse custo acrescido e que, logo, haverá uma tendência para que as grandes contas fugirem para os países que não aplicarem estas novas regras, pelo que será crucial procurar formas de que a maioria dos países do mundo (e não somente os do G20) sigam também estas regras, ou teremos criadas condições para favorecer mais uma deslocalização, desta feita dos capitais…

Fonte:
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=168230

Categories: Economia, Política Internacional | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade