Daily Archives: 2010/03/25

Quids S18: Como se chama este objeto?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Anúncios
Categories: Quids S18 | 4 comentários

Breve entrevista de Renato Epifânio (MIL) ao Dr. Fernando Nobre

Lusofonia, a importância do espaço da Lusofonia para a nossa afirmação no mundo e nos mercados internacionais.
Portugal com a dimensão do mundo.
O Passaporte Lusófono (de Agostinho da Silva)
Portugal é o mundo lusófono, mais todas as comunidades e todas as comunidadades lusodescendentes no mundo.

Categories: Fernando Nobre, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono | 2 comentários

Jantar do 1º de Maio com Fernando Nobre (Mercado da Ribeira)

Jantar de voluntários e apoiantes com o Dr. Fernando Nobre! Em Lisboa, restaurante a indicar brevemente.
Inscreva-se, via facebook ou enviando uma mensagem de correio eletrónico para: paula.sarmento@lisboacomfernandonobre.org

Categories: Fernando Nobre, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Os sites de Torrents estão a mudar… The Pirate Bay, Mininova, Torrent Spy, etc, já eram e agora…

Quem anda pelos sites de Torrents, sabe que algo está a mudar neste meio… O Pirate Bay já foi ao ar. O mesmo destino seguiram o TorrentSpy, o mininova e muitos outros menos conhecidos sites de Torrents. Na verdade, isso pode incomodar os menos conhecedores do submundo dos Torrents, mas não os “profissionais” da pirataria que – como sempre – andam sempre um passo à frente das multinacionais de Media.

Com efeito, os utilizadores mais intensos de clientes BitTorrent criaram sites fechados, livres dos ficheiros falsos e dos vírus com que as empresas de Media têm saturado os últimos sites de Torrents e somente acessíveis a utilizadores registados que mutuamente se conhecem. Os sites privados de Torrents estão apenas acessíveis a quem receba um convite de um utilizador atual. A maioria destes sites privados são especializados, por tema ou tipo de ficheiro, mas existem alguns mais genéricos, como os sites de Torrents que entretanto fecharam. Mas estes sites privados não escapam à mira da indústria dos Media… Alguns, como o OiNK, já foram encerrados, mas o seu lugar foi rapidamente ocupado por várias alternativas, alguns com mais de cem mil membros ativos.

Em suma, as redes P2P desceram para debaixo da terra, ganharam em discrição e secretismo o que perderam em notoriedade, e este movimento teve muito a ver com o alto perfil mediático que os fundadores suecos do The Pirate Bay tiveram durante as suas longas batalhas com a Justiça. Em resultado da sua derrota, praticamente todos os outros grandes sites de Torrent foram por sua vez condenados à extinção, mas em movimento de contracorrente, vimos nascer estas redes de sites alternativos, bem mais pequenos, quase secretos, privados e muito mais resilientes (porque mais flexíveis) a qualquer tipo de ataque que a indústria queira lançar sobre eles.

Fonte:
http://gizmodo.com/5475006/the-secret-world-of-private-bittorrent-trackers

Categories: Informática | 4 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade