A Portugal Telecom: Covil de nepotistas, sobrinhos e filharada de políticos

André Sampaio: "Além da Sofia, também tenho um tacho na PT" (http://aeiou.caras.pt)

André Sampaio: "Além da Sofia, também tenho um tacho na PT" (http://aeiou.caras.pt)

A Portugal Telecom tornou-se um autêntico covil para políticos “reformados” e sua filharada. Esta praga assola sobretudo os escalões mais elevados da PT e no seu amplo número contam-se figurinhas de currículo tão anónimo e de nome tão sonoro como a filha de Edite Estrela, o filho de Teixeira dos Santos ou o mano favorito de Santanaz Lopes. Estes “génios da gestão” de pergaminhos firmados graças ao estatuto VIP dos seus papás, mamãs e manos refastelam-se alegremente nos sofás da PT, lado a lado com outros (in)dignos representantes das “Quatrocentas Famílias” que Alternadamente, governam em bi-partido este país desde o Pombalismo, como o filho de Jorge Sampaio, o filho de Guterres, o filho de Marcelo Rebelo de Sousa, o filho de Otelo Saraiva de Carvalho.

É claro que os VIP da política para encaixarem a sua prole nestes cargos babilonicamente remunerados e de trabalho inteletual “suave” (essencialmente como “consultores” ou “gestores de topo”) teriam primeiro que se encaixarem na PT… E foi isso que fizeram João de Deus Pinheiro (conhecido em Bruxelas por passar mais tempo no golfe que no Parlamento Europeu), Briosa e Gala, ex-secretário de Estado para a Cooperação, Jaime Gama, José Lamego, Álvaro Amaro, Isabel Damasceno, entre muitos outros…

Sejamos claros: estes múltiplos exemplos de nepotismo naquela que é hoje a maior empresa portuguesa e a única verdadeira multinacional neste país são a expressão de uma sociedade profundamente penetrada pelo fenómeno da corrupção da classe política com a maior das impunidades. Esta prioridade que a PT parece dar às relações de sangue sobre os verdadeiros méritos profissionais e académicos dos preenchedores destes cargos indica que ao mais alto nível de gestão a empresa está paralisada pela incompetência. E por cada lugar preenchido nepoticamente, temo um lugar na mais importante empresa portuguesa desperdiçado para a incompetência e menos uma oportunidade para um daqueles 80 mil portugueses abandonam o país em busca de alternativas no estrangeiro.

Fonte:
http://castelodevide.blogspot.com/2005/08/o-pap-politico-e-o-filho-tem-emprego.html

Categories: Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa | 19 comentários

Navegação de artigos

19 thoughts on “A Portugal Telecom: Covil de nepotistas, sobrinhos e filharada de políticos

  1. Rui Montenegro

    Este “sitio” vergonhoso a que alguns chamam de País, tem sido palco ,de alguns anos a esta parte, das maiores vigarices de que há memória! Memória á o que falta ao Portugueses que se deixam conduzir como se de uma cambada de imbecis e atrasados mentais se tratassem.
    Os “boys” deste governo e de outros, continuam a governar-se e a roubar o mais que podem, enquanto nós ( aqueles, os outros, os que só mercem atenção em tempo de campanha…) somos “chulados ” até não poder mais.
    Onde estão os Portugueses? Refiro-me aos verdadeiros, aos que não se acomodam nem vão em cantigas! Será que existem? Ou, pelo contrário, já foram abafados pela maioria de acomodados?
    Pela parte que me toca, tenho pena de não ter tido sorte. O mundo é tão vasto e logo calhou ter nascido aqui

  2. Etedo

    hummmm…ainda que existam alguns que se podem refastelar num sofá, outros há que contribuem activamente para o desenvolvimento da empresa…e nem todos são gestores de topo…

  3. Otus scops

    entrevista de J.Sampaio no passado dia 21 ao Público:

    http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/jorge-sampaio-deu-posse-a-santana-lopes-apesar-de-temer-populismo_1428641

    excertos deliciosos:
    “Como vê a situação do país?
    Com preocupação séria. Estamos num momento muito difícil, de desigualdade social, de crise financeira, económica. É evidente que tudo isto foi europeu, foi mesmo mundial, mas a verdade é que o nosso tecido produtivo e a nossa produtividade são o que são, sempre o denunciei. É preciso puxar pelas energias positivas. Os “Vencidos da Vida” não levam a lado nenhum. Tenho é receio que não se encontre solução nem para os desempregados de longa duração, nem para a percentagem dos novos licenciados que não têm emprego e isso é muito preocupante. É preciso ter o talento de fazer compromissos.”
    comentário:
    “Vencidos da vida, blá, blá, blá.” na frase imediata “tem receio que…” não haja solução para o flagelo do desemprego. no fim dá a receita para o sucesso “talento de…”. que grande cínico! desavergonhado.

    “A verdade é que nós não temos institucionalizado uma cultura de defesa intransigente dos princípios democráticos.”
    comentário:
    realmente tem razão, foi um presidente fraco, algo ausente, bastante responsável pela situação de ausência de defesa intransigente desses princípios democráticos que apregoa. goste-se ou não do homem, mas M.Soares foi muito mais corajoso e destemido, sem medo de errar, tomava decisões e agia, ao contrário deste poltrão bem falante.

    quanto ao post infelizmente isto está ramificado, até ao nível do presidente de freguesia! compadrio, oligarquias e demais adjectivos já enunciados no artigo.

  4. Otus scops

    em jeito de humor, gostava de dizer que o filho do presidente ao menos aproveita a vida, a Sofia Cerveira é deslumbrante! ainda para mais mais velha (literalmente meia-dúzia de anos) cheia de experiência, o sonho de qualquer jovem, para mostrar aos amigos 8-). mais os desfiles de moda, eventos sociais etc, o glamour e a vida de sonho que esta sociedade mediática promove (dor de cotovelo). 😀

  5. Nos últimos 12 anos não houve sempre a promessa de acabar com o clientelismo político?? 😉 Isto houve e sempre haverá, quem tem influência conseguirá sempre arranjar um tachinho para os seus.

  6. houve, claro. e ainda mais recentemente, já com Sócrates.
    Apesar disso, não faltam nomes do PS nas grandes empresas públicas… como o Face Oculta e o negócio TVI veio demonstrar de forma tão cabal.

  7. luis neves

    Para Rui Montenegro
    ” ….Onde estão os Portugueses? Refiro-me aos verdadeiros, aos que não se acomodam nem vão em cantigas! Será que existem? Ou, pelo contrário, já foram abafados pela maioria de acomodados?….”

    Meu caro amigo , estes Portugueses que voçê procura , já não moram cá , muitos destes portugueses , que voçê , e muitos outros , procuram nas ruas portuguesas já cá não moram , estes decediram bater com a porta a este pais , simplesmente emigráram , produzem riqueza lá fora , constituem as suas empresas lá fora , tiram cursos de medecina no exterior , pois o pais que lhes viu nascer , apesar de ter falta de médicos , barra-lhes a entráda aos cursos de medecina , muitos deles são alunos brilhantes , mas em nome dos tacinhos são corridos daqui ao pontapé , estes portugueses que voçê , eu , e tantos outros procuram na nossa sociedade já abaláram daqui para fora , trabalhadores altamente qualificados , altamente produtivos , deixaram-nos , são uma gente de rico valor , mas que nasceram num pais pobre de espirito.
    Vemos por essa europa fora grandes empresários , grandes cientistas , professores nas universidades de topo a nivel mundial , muitos deles são PORTUGUESES , mas que um dia , se aperceberam , que este pais tem uma mão cheia de nada para lhes oferecer , portugueses que podiam estár aqui entre nós , a gerár riqueza e desenvolvimento , mas que um dia se aperceberam , que estarião eternamente a trabalhar , e ver todo o seu esforço a ser sugado pelos senhores dos tachos que delapidam o nosso pais .
    Estes já não voltam , e muitos como eles já estão a se preparar muito paulatinamente para lhes seguir o paço , veja como a taxa de emigração portuguesa de gente qualificada está a aumentar nestes ultimos anos !!!!
    Na altura da inquisição , todos aqueles que se recusavam a serem conformistas , a fazer parte do pensamento dominante , tiveram que abandonár o nosso pais , vimos gente ilumináda , gente bem formada a ter que ir para o exterior , hoje passado trezentos anos de inquisição , voltamos novamente a ver a nossa melhor gente a ir embora , hoje não fogem da fogueira como naqueles tristes tempos , hoje fogem do conformismo e do chico-espertismo das gentes que estão no sistema , mais uma vez , o nosso pais perde e os outros ganham .

    “…..Pela parte que me toca, tenho pena de não ter tido sorte. O mundo é tão vasto e logo calhou ter nascido aqui…”

    Veja as coisas numa outra prespectiva , diga antes ” Graças a deus que não nasci no Paquistão , no Iraque , na Palestina , no Ruanda , ainda bem que nasci em portugal !!! ” , Se pensar assim vai vêr que ficará menos triste com a desgraça que vai corroendo o nosso pais .

  8. Rui Montenegro

    Caro Luis Neves, Concordo consigo (quase que) em absoluto! Esse pessoal já cá não mora,foi para outras paragens desenvolver as suas potencialidades e acredito que são muitas.
    Disse que concordava em quase tudo porque no que respeita a este “sitio” não vejo possibilidade de quaisquer soluções ,nem para nós ,nem para a geração futura ( para não falar de outras que se seguirão ).
    De 1974 a esta parte ,quem sucessivamente se governou e nos governou, teve ao menos o mérito de delapidar em absoluto tudo aquilo que existía em nome de uma “nova” ordem de valores… O resultado está á vista e é no minimo confrangedor!
    O Ruanda, Paquistão e afins são efectivamente os termos de comparação que me fazem sentir menos mal. Gostaria de poder nivelar por outra bitola e certamente há quem o faça e que tenha a coragem para bater com a porta. Eu já não tenho idade para o fazer. Mas todos os dias tenho pena de não o ter feito.

  9. luis neves

    Para Rui Montenegro
    “….Eu já não tenho idade para o fazer. Mas todos os dias tenho pena de não o ter feito…”

    Cáro amigo , compreendo-o perfeitamente quando diz isso , tenho um pai que conta com 66 anos de idade , ele diz-me muitas vezes isso que voçê escreveu .
    Quando o meu pai era jovem , contra a sua vontade , deram-lhe uma arma para a mão e enviaram-no , juntamente com outros tantos jovens , para os capins de moçambique , foi lá que ele perdeu a sua inocencia , foi lá que ele aprendeu o que é perder um amigo , ” mãe ” , foi a ultima palavra que um dos seus melhores amigos preferiu antes deste lhe morrer nos braços esvaido em sangue e cravádo de balas , ainda hoje chora este camaráda , de lá só trouxe mágoa , lagrimas e lembranças do napalm , ele fala-me ás vezes , em tom de desabafo , do sofrimento e da tristeza de ter participado naquela guerra injusta . Quando a sua comissão terminou voltou a portugal , decedido a fazer alguma coisa , decidido a lutar para que os seus futuros filhos não vivessem aquilo que ele viveu , juntou-se á clandestinidade, mas sempre a viver em portugal , lutou pela democraçia , andou escondido da pide como se de um marginal se tratasse , ajudou a formar alguns partidos que ainda hoje existem , até que em 25 de Abril de 1974 deu-se a tão esperáda revolução , ele conta-me como aquele dia , foi um dos mais felizes que já viveu , foi um dia em que a sua vida se encheu de ilusões e de esperanças , mas hoje , passado 36 anos , meu pai é um homem desiludido , desiludido não com a vida , não com a familia , mas com o país que o viu nascer , desiludido com TODOS os partidos , todos os politicos , ele já não vota mais , não vale a pena , diz ele , ” só querem poleiro ” , tantas vezes que ele me diz , ” …se soubesse o que sei hoje , estes malandros jamais se teriam servido de mim como se serviram , fui tão burro , se soubesse o que sei hoje , tinha saido de portugal quando podia , quando era jovem ….” .
    Tanto sofriemento e sonhos desperdiçados , os senhores dos tachos é que benefeciaram da luta daquele boa e sofredora gente , lutaram em vão , desperdiçaram tempo e talento para uma gente que nada mereçe .
    Tenho 32 anos , tambem estou a pensar em abandonar o pais , sou formado em engº quimica , e trabalho num hipermecado como repositor , meu salário é de 600 euros , não sei o que é folgar aos sábados e domingos , sou casado , tenho um filho com dois anos , estou seriamente a pensar em enviar meu corriculum para alguns contactos , dentro da minha area de eng quimica , para o exterior , Australia , canadá , nova zelandia , são fortes hipotesses , por aqueles ládos tenho muito trabalho na minha area , aqui não consigo arranjar nada , gostava de ficar a viver em Portugal , mas se não sair , temo que daqui a trinta anos possa ter um discurso parecido com o do meu pai , penso que neste pais não vou conseguir dár o futuro que queria dár ao meu filho .
    saudações

  10. todos levantamos de facto essa hipótese.
    eu próprio, que tanto defendo a portugalidade, havendo uma oportunidade credível, partiria também.
    o estado de desairo é tremendo. a podridão na política, também.
    por isso coloco aliás tanta energia na campanha de Fernando Nobre, com quem tive o prazer de estar pessoalmente na passada 5ª.

  11. Rui Montenegro

    Caro Luis Neves,
    O exemplo da vida do seu Pai é esclarecedor da luta e esforço que essa mesma geração fez, para que nós ,aqueles que viemos a seguir , tivessemos tido a oportunidade de ter usufruido de uma vida melhor! Esses Portugueses a que me referia eram exactamente pessoas como o seu Pai e essas pessoas ( como diz e bem ) já não existem e se existem, estão desiludidos e revoltados por verem que todo o seu esforço foi em vão!
    O seu caso é (infelizmente) o exemplo do que este país reserva para quem se esforça e para quem “sonha” ter um projecto de vida. As saídas profissionais para quem não faz parte do “aparelho partidário” são absolutamente confrangedoras e este país arrisca-se a curto prazo a ser um Portugal de pobres e reformados, porque os jovens , esses são obrigados a sair daqui como aconteceu nos anos 50 e 60!
    Não acredito nestes politicos nem nesta ” alternancia democrática???” que apenas se tem governado à custa de todos nós: Não acredito igualmente que exista solução para o estado de coisas a que chegámos. Será inevitavelmente mais do mesmo! Mais impostos, mais desemprego, mais falencias de empresas, mais desculpas , mais empresas de rating ( as mesmas que não conseguiram prever a falência da banca americana…),mais tachos e finalmente mais eleições com novas promessas e com visitas aos bairros sociais, mercados ,feiras, centros de 3ª idade com muitos beijos , abraços e esperança renovada.
    Acordem! Estes tipos são todos uns aldrabões que já perderam a noção da realidade ou então vivem num mundo “esquizofrenicamente” muito diferente do nosso.

    Saudações

  12. e repara-se como os 2 candidatos pela liderança do PSD nenhum levou a questão do nepotismo a debate…
    porque querem usufruir dele, quando chegar a sua vez, claro!

  13. Rui Montenegro

    Caro Clavis,
    Estou absolutamente de acordo de que ,com a alternacia PSD será mais do mesmo. Só ainda não compreendi como é que a grande maioria dos Portugueses ainda se deixa “embalar nestes contos…” e dá maiorias absolutas ( de quando em vez ) a estes individuos?
    Já vivemos cerca de 40 anos de aldrabiçes que redundam invariavelmente em abusos de poder com pesadas facturas para o povo portugues.
    O afamado PEC é mais uma dessas facturas! As consequencias serão absolutamente dramáticas a curto prazo (negativismos aparte ).
    Estamos a jogar um campeonato que não é o nosso e para o qual está à vista que não temos capacidade para nos manter.
    Não me admiro que em 2013 estejamos bem pior do que actualmente e provavelmente à beira de sermos “corridos” da zona Euro ,pelo menos no que diz respeito à unidade monetária.
    As soluções que se avizinham serão invariávelmente o aumento da carga fiscal com o consequente atrofiamento da nossa fraca economia. Resumindo : Quem vier fará igual ou pior.

  14. a grande maioria dos portugueses… não vota!
    votam os políticos, os seus familiares e amigos, ou muitos milhares de pessoas que dependem direta ou indiretamente da política e o resto, abstém-se!
    Se os europeus do norte correrem connosco do euro: só nos resta uma saída digna: correr com a Europa de nós, e apontar prioridades estratégicas a um aprofundamento da CPLP. E isso seria melhor, não pior, para os destinos deste país…

  15. Rui Montenegro

    Acredito! E estou convicto que muitos já pensam da mesma forma. Fazer parte de Comunidade Europeia á custa da degradação continua e sustentada da nossa qualidade de vida, penso não ser a solução.
    Apenas a “teimosia” e “orgulho” dos nossos (deles) politicos poderão justificar esta manutenção.
    Há compromissos assumidos ( leia-se divida ) que certamente não poderemos cumprir , para tal basta fazer contas e se não fôr a Alemanha e quem sabe o FMI ( e aí vai piar ainda mais fino ) ,o futuro não será certamente o Euro.
    Quando nada existir , nem CTT ,nem Fidelidade, nem REN ,nem absolutamente nada; quero ver a cara do ministro que lá estiver a explicar aos já moribundos portugueses, que teremos de fazer mais sacrificios para superar a crise! Essa mesma em que já vivemos pelo menos desde 1983 e que nunca mais passou!

  16. e os lucros, prebendas e tachos que essa Europa lhes dá e às suas famílias…
    é assim que – fundamentalmente – são corrompidos por esta Europa. Não é com notas, é com “empregos”.

  17. paulo tavares

    Segundo as noticias de hoje , o senhor Antonio Mexia , director geral da EDP ( empresa publica que vive do dinheiro dos portuguese ) , receberá só neste ano de 2010 , um ordenado de três milhões de euros , noticia vinculada no dia de hoje no noticiario da tarde do canal 1, nas vesperas do dia de Pascoa de 2010 .
    É caso para dizer , este senhor recebeu um grande ovo de um muito simpatico coelhinho !!!!!

  18. Rui Montenegro

    Os “vergonhosos” mas chorudos prémios dos gestores (???) das E.P multiplicam-se em tempo de crise e de PEC.
    Até arguidos em processos recebem a compensação do seu exemplar desempenho… Este País é uma verdadeira vergonha e os nossos governates pactuam com estes escandalos porque a grande maioria tem “telhados de vidro”.
    A julgar pela lista do sucateiro, as “prendas” contemplam muitos membros do nosso actual governo bem como de outros politicos da nossa praça. Resumindo : São todos a mesma treta e nós é que ,”serenamente” e com grande sentido civico, vamos continuamente “papando estes grupos”.
    De quem é a culpa?

  19. André Sampaio

    De todos os nomes que vejo sistematicamente referidos, creio ter sido o único que disponibilizou (no caso à revista Sábado) nao só o recibo de vencimento, mas também o currículo académico. Tive media de 19 valores no ensino secundário; media de 17 valores na licenciatura de economia da Universidade Nova de Lisboa; e de 18 valores no Mestrado da Universidade Católica. Saí da PT em 2006 e o meu ordenado era de 1000 euros. Acho legitimas todas as duvidas (ate pelos maus exemplos que sao sistematicamente referidos de promiscuidade entre publico e privado) mas da minha parte aqui estão os esclarecimentos.
    Curioso é nao ver a mesma disponibilidade de outros visados.
    Cumprimentos
    André Sampaio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: