Daily Archives: 2010/03/23

Fernando Nobre: Sondagens, Suposto “divisionismo de Esquerda”, Alegre e autofagia no BE

Fernando Nobre (http://www.cm-lagos.pt)

Fernando Nobre (http://www.cm-lagos.pt)

Uma sondagem da Universidade Católica indica que Cavaco Silva beneficia da clássica má memória dos eleitores portugueses e está agora bem à frente dos dois outros candidatos presidenciais já conhecidos Fernando Nobre e Manuel Alegre. Ainda me lembro do tempo em que Cavaco Silva, após ter chefiado um Governo minoritário do PSD fez campanha com o lema “deixem-nos Governar”, depois de o PSD ter acabado de ser governo e de anos antes ter governado em coligação com o PS… Então, os portugueses comeram nesse prato, agora, parece que já se esqueceram do papelão patético que Cavaco teve ao mandar um acessor caninamente fiel telefonar aos jornais para que estes publicassem notícias sobre “escutas” na Presidência e depois forçando a demissão deste (mas paradoxalmente, mantendo-o em funções), quando foi sempre evidente que Fernando Lima agiu sempre sob ordens do dono.

Com efeito, a sondagem da Católica dá a Cavaco 57% das intenções de voto, ou melhor dá-o como quem “apresenta melhores capacidades para desempenhar o cargo presidencial”, seguido a grande distância por Manuel Alegre com 19% (resultado um pouco inferior ao das últimas Presidenciais), seguido por Fernando Nobre, com 8% da sondagem.

Não sabemos se este valor corresponde minimamente à verdade ou não, mas sabemos que seja la qual for o valor final da votação serão votos que numa primeira instância viriam daquele conjunto que anos antes votou Manuel Alegre. É por isso compreensível que Manuel Alegre, logo no dia seguinte ao anúncio de Fernando Nobre tenha dito que a sua candidatura “vinha dividir a Esquerda”. A lógica era simples: tal “divisão” beneficiava o putativo candidato único da Direita, Cavaco Silva. É claro que tal afirmação foi mais fruto de nervosismo do que de reflexão: os votos de protesto do PS que Alegre recolheu nas últimas presidenciais à muito que transpiraram para as bandas abstenção desiludidos (como eu) com as hesitações de Alegre e, sobretudo, com o seu recente abraço socrático e silêncio decorrente contra as mais impopulares facetas do socratismo. São estes eleitores desiludidos, que se iam abster, que Nobre agora recuperou, com a certa adição de uma parcela de votos significativa do BE, dos setores mais frustados com o seu apoio a um candidato que é praticamente oficial do PS, partido que o BE tem tanto combatido no Parlamento e que é a origem principal dos votos que ganhou nos últimos dez anos. Assim, Fernando Nobre, parece mais capaz de ter uma votação até maior do que Alegre, especialmente porque até a ala direita do PS (alinhada a Sócrates) dificilmente esquecerá tudo o que Alegre disse dela e engolirá esse sapo.

Fernando Nobre poderá até cativar alguns votos do centro-direita… Nas últimas autárquicas apoio António Capucho, em Oeiras, alguns sociais-democratas ainda se lembram do comportamento absolutamente deplorável de Cavaco no caso das “Escutas”, da forma como soprou notícias para os jornais e como depois “executou” o seu mais fiel assessor de imprensa. Muitos sabem bem também qual é currículo humanitário de Nobre e dão-lhe o devido valor… De Alegre, contudo, só lhe reconhecem os méritos literários e uma certa inclinação inconsequente para demolir a governação do seu colega de partido, José Sócrates. E todos se lembram que Alegre nunca, mas nunca mesmo, se pronunciou sobre o Face Oculta…

Fontes:
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1518807
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1368683

Categories: Fernando Nobre, Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Quids S18: Que foguetão é este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S18 | 9 comentários

Lost S06E07 “Dr. Linus”: Comentários

Evangeline Lilly, a Kate de Lost (http://www.imotion.com.br)

Evangeline Lilly, a Kate de Lost (http://www.imotion.com.br)

1. No episódio “lighthouse”, Jack perguntara a Hurley: “O que é que Jacob” quer de mim, ao ver que o seu nome aparecia na “lista de candidatos” do Espelho do Farol. Essa resposta é em “Dr. Linus” respondida:

2. Linus ensina História Europeia no universo paralelo de LA-X, em 2004, e é apresentado neste episódio ensinando sobre o exílio de Napoleão na Ilha mediterrânea de Elba… Esta linha tem com toda a certeza relevância do intrincado enredo de Lost e pode explicar porque é que Jacob e sobretudo porque é que o Monstro (MLocke) estão na Ilha. O último deixou aliás já bem claro no último episódio que a sua prioridade era sair da Ilha, como se se sentisse nela preso e se se quisesse evadir desta prisão. Napoleão era um ditador, exilado por ter perdido uma guerra. Jacob seria um outro ditador da “raça dos Antigos” e MLocke o seu guarda imortal? Quando o diretor Reynolds pede a Ben que “supervisione” a aula de “detenção” será uma referência indireta à chefia dos Outros por parte de Ben?

3. Em LA-X, Locke encoraja Ben a assumir a direção da escola. Isso é exatamente o que ele acaba por fazer, na Ilha, encorajando Ben a assumir a posição de Jacob de defensor da Ilha, enquanto ele e os Outros que quiserem sair (aparentemente, com a excepção de Ben) a abandona. Notemos ainda uma curiosidade: na sala de aulas de Bem encontramos um póster de Vasco da Gama, o nosso descobridor do caminho marítimo para a Índia…

4. De volta a 2007, Richard Alpert lidera um pequeno grupo formado por Jack e Hurley a caminho do Black Rock. Jack pergunta então diretamente a Richard como é que é possível que ele em 30 anos não tenha envelhecido nada, ao que este responde que “recebeu uma oferenda de Jacob”. Richard esclarece então mais um mistério de Lost: ele chegou à Ilha no veleiro esclavagista. Pessoalmente, preferia que ele fosse um antigo alexandrino, do final do período romano, o que era consistente com a presença de tantos motivos egípcios na Ilha, os seus olhos com “Khol” (de facto um detalhe anatómico real, neste ator). Mas não, não passa de um antigo marinheiro do Black Rock. Pode não ser a resposta que eu preferia, mas pelo menos é menos um “mistério de Lost” para a lista… O regresso de Richard ao navio tem como objetivo o seu suicídio mas alega que “não pode suicidar-se” e que terá que ser outra pessoa a detonar a barra de dinamite por si. Não parece tratar-se de um obstáculo moral, mas de algo muito concreto, um pouco como Michael que não se conseguia suicidar em Nova Iorque… Terá a Ilha, ou o Monstro algum tipo de capacidade para salvarem os candidatos? Ou será que a “dádiva” de Jacob o tornou imortal (por exemplo, através da capacidade de auto-regeneração total de tecidos?) inclino-me mais para a segunda tese.

5. Ilana explica a Sun que ela ou o marido são um “candidato” e o que isto significa: que são candidatos a substituir Jacob na sua missão na Ilha, mas acrescenta que a natureza dessa missão será apenas revelada quando a seleção for feita. Já sabemos que não se trata de simplesmente “proteger a Ilha”, porque essa é que era missão do Monstro de Fumo, logo será outra, de natureza diferente… Qual?

6. Miles refere os milhões de dólares que valem os diamantes enterrados junto de Nikki e Paulo (Rodrigo Santoro), fazendo uma recordação que irá indicar que estes dois personagens vão regressar ao elenco de Lost…

7. Mlocke (o Monstro em forma de Locke) diz a Bem quando ele cava a sua própria sepultura, que ele está a preparar a sua fuga da Ilha e que acredita que Ben é a melhor pessoa para deixar na Ilha, à sua guarda (a sua missão original). Isso quer dizer que muito provavelmente o Monstro vai transformar Bem num… Monstro de Fumo, a única criatura com as caraterísticas necessárias (de poder e invulnerabilidade) para defender capazmente a Ilha. Um palpite que antes do fim desta temporada saberemos se corresponde ou não aos planos dos produtores.

8. Numa das cenas finais do episódio vemos um periscópio de um submarino e no seu interior… Charles Widmore. Algo me diz que Widmore vai tomar o lugar de Jacob na luta contra o Monstro…

Categories: LOST (Perdidos) | 8 comentários

Face Oculta: Porque mudaram os arguidos de telemóvel?

Um dos detalhes mais graves em relação ao caso Face Oculta é a intrigante mudança de telemóveis por parte de suspeitos como Armando Vara feita a meio do processo. A troca terá ocorrido para iludir as escutas e foi feita precisamente no momento em que o DIAP de Aveiro comunicou ao PGR que havia aberto uma certidão a José Sócrates. As escutas decorriam desde finais de 2008, mas, de súbito e no mesmo dia em que o processo chega à Procuradoria Vara e outros trocam de telemóveis. Se isto é coincidência, então eu sou turcomano. E juro que não sou. Ainda mais intrigante é que a 24 de junho quem entrega a certidão em mãos ao procurador-geral da República é o próprio procurador-distrital de Coimbra, Braga Themido. Ora se enquanto a certidão esteve nas suas mãos esta esteve longe da imprensa, e se deixou de o estar nesse mesmo dia (tendo em conta a estranha mudança de telemóvel de vários arguidos) então a conclusão é lógica (ainda que incerta): O PGR ou alguém do seu gabinete vendeu a informação aos jornais.

A troca dos números de telemóvel decorreu da suspeição por parte dos arguidos de que estariam a ser escutados, como reconhece a própria Polícia Judiciária, como escreve o SOL: “Resulta das intercepções das comunicações de e para os telemóveis utilizados pelos suspeitos Manuel Godinho, Armando Vara e Paulo Penedos que, pelo menos desde 29 de Junho, aqueles assumiram como fortemente provável, senão mesmo certo, que os telemóveis por si utilizados, ou pelo menos alguns deles, estariam interceptados.” Ironicamente, o facto de alguns destes arguidos terem trocado apenas o cartão e não o telemóvel propriamente dito, por cartões pré-pagos (comprados em qualquer loja e logo, impossíveis de identificar) e por terem optado pela manutenção do mesmo telemóvel, permitiu que pelo IMEI deste fosse possível identificar novamente os novos números de telefone. Assim, a “dica” foi dada por alguém sem conhecimentos técnicos, o que exclui a própria Judiciária como fonte e reforça a tese de que a origem do “sopro” tenha vindo de um Jurista, estreitamente ligado aos mais altos escalões da PGR… E se a PGR deu ao processo a maior confidencialidade, se proibiu qualquer cópia às certidões, se tudo foi entregue em mãos… Caramba, sei que parece circunstancial, mas não há indícios de que a fuga ocorreu no próprio gabinete de Pinto Monteiro? E se tal gravíssimo facto teve mesmo lugar, não se impõe uma demissão imediata?

Não falarei das supostas ligações de Pinto Monteiro ao GOL que correm por aí, nem do “teor socialista” dos seus comunicados, mas o processo da fuga de informação que pode ter comprometido seriamente o bom sucesso das investigações não pode ficar-se pelo tradicional “ataque aos mais fracos”, que neste caso as Felícia Cabrita e Ana Paula Azevedo, do semanário “Sol” que foram formadas arguidas no inquérito instaurado pelo procurador geral da República à divulgação de notícias sobre escutas telefónicas efetuadas no caso Face Oculta.

Fontes:

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=163933&dossier=Caso%20Face%20Oculta
http://aeiou.expresso.pt/jornalistas-do-sol-constituidas-arguidas=f569244

Categories: Justiça, Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade