Daily Archives: 2010/03/18

Mais atrasos e aumentos de custos com o F-35 Lightning II

O F-35 conheceu novos atrasos, dilatando ainda mais os custos do programa mais dispendioso da atualidade. Os últimos planos incluem a compra de 2456 aparelhos a um custo total que será superior a 246 biliões de dólares, um valor estapafúrdio que prova que a intenção original de criar um aparelho “económico” que beneficiasse das economias de escala resultantes da partilha de tecnologia furtiva se gorou. Com efeito, desde 2002, mais de 100 biliões de dólares já foram somados ao preço original. Em suma, atualmente, cada F-35 deverá custar perto de cem milhões de dólares… Dificilmente um “caça económico”, portanto, já que tem um preço quase triplo ao Gripen NG!

E em cima disto tudo, o Pentágono admitiu agora um deslize de mais de um ano de todo o programa. Ou seja, os Marines já não vão receber os seus primeiros F-35 em 2012, mas, na melhor das hipóteses, apenas em 2013… A Leste nada de novo, em suma. Ou melhor, a Ocidente nada bom de novo.

Fonte:
http://defensetech.org/2010/02/18/f-35-delayed-again/

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 3 comentários

Quids S18: Que foguetão é este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S18 | 6 comentários

O Brasil vai decidir em finais de março de 2010 quem será o vencedor do programa F-X2

O Brasil vai decidir finalmente quem será o vencedor do programa F-X2 no final de março, declarou o chefe de Estado Maior da Força Aérea Brasileira, o General Juniti Saito. A decisão – admitiu o General – será mais “política e estratégica”, proveniente do próprio Lula da Silva a partir da avaliação técnica feita pela FAB, sobre as propostas dos três finalistas: Boeing, Dassault e Saab.

Sendo que a decisão está assim na mesa de Lula da Silva e como este já deixou bem clara a sua preferência pelo Rafale, sobretudo devido à transferência de tecnologia que os franceses garantem, já que isso a prazo garante ao Brasil a tecnologia necessária para que um dia possa fabricar os seus próprios aviões de 5ª geração.

Apesar de Lula já ter provavelmente “falado demais”, o certo é que perante a preferência da FAB pelo Gripen NG e por uma renovada ofensiva da Boeing que chegou a sugerir que tal opção aumentaria as hipóteses da Embraer ganhar com o Super Tucano um concurso por aviões de ataque ligeiro na USAF a Dassault parece ter descido o preço dos seus aparelhos pelo menos dois biliões de dólares de 8,2 biliões para 6,2 biliões de dólares e ainda mais 4 biliões de dólares em manutenção. Tal descida deixa ainda o Rafale a 2 biliões de dólares de vantagem, mas permite distanciar-se do Super Hornet, com os 5,7 biliões mais 1,9 biliões de dólares em manutenção.

O esforço francês é compreensível… Ao fim ao cabo a Dassault ainda não ganhou nenhum contrato de exportação e se o seu Rafale ganhasse o F-X2 o exemplo poderia cativar outros interessados, como a Índia que está a avaliar também o aparelho francês.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Brazil_to_make_fighter_jet_decision_by_end_of_March_general_999.html

Categories: Brasil, DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 7 comentários

O Brasil e China adiaram o seu quarto lançamento de satélites conjunto um ano, de meados de 2010 para meados de 2011.

CBERS-3 (www.inpe.br)

CBERS-3 (www.inpe.br)

O Brasil e China adiaram o seu quarto lançamento de satélites conjunto um ano, de meados de 2010 para meados de 2011.

A decisão de adiar resultou de uma reunião entre as duas partes e foi confirmada por Thyrso Villela, o diretor do departamento de satélites, aplicações e desenvolvimento da Agência Espacial Brasileira.

O satélite em questão é o CBERS-3 e é o mais recente produto de uma parceria entre a China e o Brasil datando de 1988 e que corre no âmbito da construção, lançamento e operação de satélites de observação da Terra, em inglês “China-Brazil Earth Resources Satellite (CBERS)“. O objetivo desta família de satélites é o de reunir informação sobre o ambiente, poluição, a agricultura e o desenvolvimento urbano nos territórios da China e do Brasil.

O programa CBERS é atualmente o maior programa de parceria no domínio espacial em que o Brasil está empenhado tendo já resultado no lançamento de três satélites (em 1999, 2003 e 2007). O ultimo satélite lançado foi o CBERS-2B, colocado em órbita em setembro de 2007, que estará operacional até meados de 2012, altura em que o CBERS-3 assumirá essa missão.

Os primeiros três satélites CBERS foram construídos em 70% pela China, mas os seguintes, o CBERS-3 e o CBERS-4 serão construídos em 50% por cada um dos parceiros, já que o Brasil já adquiriu o know-how técnico suficiente para cumprir uma parcela mais intensa do trabalho de construção dos satélites, naquela que a mais visível vantagem da parceria sino-brasileira.

O projeto CBERS demonstra assim as vantagens de um programa de cooperação cientifica e espacial entre dois países em desenvolvimento, assim como as vantagens da as partilha de conhecimentos e informações daí resultantes.

O sistema CBERS tem um retorno imediato para a sociedade dos dois países, muito superior ao investimento realizado, e não somente no domínio da aquisição de conhecimentos e da manutenção de postos de trabalho altamente qualificados mas também nos domínios da prevenção de desastres naturais, previsões meteorológicas e monitorização da desflorestação.

Os satélites CBERS já produziram mais de um milhão de fotografias que podem ser livremente acedidas a partir da Internet de forma completamente gratuita.

Fonte:
Xinhua News Agency

Categories: Brasil, China, Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: | 5 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade