A Grécia, o Subprime, as “engenharias financeiras” e cumplicidades orçamentais

Segundo um artigo do jornal New York Times foram táticas idênticas aquelas que levaram à crise dos subprime nos EUA que arrastaram a Grécia para pré-bancarrota. Ao que parece, vários governos gregos – durante mais de dez anos – andaram metidos com Especuladores de Wall Street magicando formas de dar a volta às fiscalizações orçamentais de Bruxelas. Entre os seus mais cúmplices neste logro sistemático e de enormes proporções esteve o banco de investimento Goldman Sachs que terá ajudado o governo grego a arriar marteladas nos seus orçamentos para levar de vencida os fiscais de Bruxelas. No total, alega o Wall Street, uma dívida de vários milhares de milhões de euros terá sido escondida ao longo de mais de dez anos.

Este episódio, haveria de redundar na quase bancarrota grega, e na subida dos spreads de dívida soberana e em última instância no aumento do spread dos empréstimos dos cidadãos de todos os países do sul da Europa. Mas antes do mais devia servir de lição: um Estado não deve ser um cliente de um Banco de Investimentos e os Bancos de Investimentos devem ser severamente regulamentados de forma a não aparecerem como cúmplices na bancarrota de Estados. Ah, sim e já agora… O que andou a fazer o “independente” Banco central grego? Ou seria tão cego e servil como o nosso Vitinho Constâncio, o homem que “não sabe de nada e não viu nada”?

Fonte:
http://aeiou.expresso.pt/divida-taticas-de-wall-street-agravam-crise-da-grecia-nyt=f565465

Categories: Economia, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “A Grécia, o Subprime, as “engenharias financeiras” e cumplicidades orçamentais

  1. rui teles

    Os alemães , na pessoa da sua primeira ministra , avisaram hoje , que a grecia poderia ser expulsa do euro , tambem é um aviso ao resto da navegação !!!
    Portugal que se cuide !!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: