Daily Archives: 2010/03/02

Lost S06E05 “The Lighthouse”: Comentários

1. Na parte da ação que decorre em 2004, onde Jack regressa ao seu apartamento descobre – surpreso – a cicatriz de uma operação ao apêndice. Como a pequena ferida no pescoço do primeiro episódio desta Temporada e nos olhares de vago reconhecimento que os Sobreviventes trocam entre si, neste Universo Paralelo parece haver uma “estranheza” na pertença dos Sobreviventes a esta realidade, como se de facto não fizessem parte dela e tivessem sido aqui “plantados” pela detonação da bomba nuclear Jughead.

2. Daniel, o filho de Jack no universo de “LA X” está a ler uma “edição anotada” de Alice no País das Maravilhas. Ora este livro de Lewis Carroll (agora a chegar aos cinemas numa espantosa adaptação de Tim Burton) é precisamente sobre a viagem de Alice a… Um Universo Paralelo, a onde se acede através de um espelho. Haverá assim um “espelho” por onde os Sobreviventes poderão fundir-se com os seus replicantes que estão no universo onde a Ilha permanece acima das águas?

3. Nas audições de David no Williams Conservatory e onde este interpreta ao piano a “Fantaisie Impromptu” de Chopin Jack conhece Dogen. Curiosamente, à entrada está um cartaz que diz “benvindos todos os Candidatos”, uma alusão indireta à identificação de Hurley como um Candidato a Outro. Este, como Bem e antes dele outros membros dos Outros, não parece reconhecer Jack. E se os Outros estão neste Universo Paralelo fora da Ilha, tal quer dizer que Jacob aqui não os recrutou para a proteger, porque ela se afundou e Jacob, aqui, precisamente, não existe…

4. De volta a 2007, na Ilha, encontramos um Hurley que recebe neste episódio as suas melhores linhas… Hurley tem uma nova visão de Jacob, debruçado na piscina, como se esta fosse (e é) o local mais importante da Ilha, a fonte verdadeira daquilo em que Jacob e o Monstro se transformaram.

5. Quando Hurley segue os hieróglifos na parede do templo até uma porta secreta é confrontado por Dogen. Jacob reaparece e diz-lhe para dizer a Dogen que é um “Candidato” como ele e que “faz o que quer”. Candidato a quê? A Outro e com a missão de proteger a Ilha, escolhido por Jacob.

6. Hurley convence Jack a segui-lo com a frase que Jacob lhe disse para usar: “tens aquilo que é preciso”. Uma frase que invoca uma frase que o pai de Jack lhe dizia… Como poderia Jacob conhecer uma frase dita na intimidade familiar na família de Jack? Apenas se estivesse presente ou… Se tivesse uma espécie de sistema de vigilância montado. O que veremos mais tarde ser o caso.

7. Na cena em que Jack e Hurley regressam à caverna da primeira Temporada, reencontram os esqueletos de “Adão” e “Eva”. Hurley diz que podem ser os restos de alguns dos sobreviventes do voo 815 que tenham viajado para o passado. E eu acho que sim… Que são os de Rodrigo Santoro e da companheira, que não morreram picados pela aranha, mas que por alguma forma aqui reaparecem, após terem viajado no Tempo. E assim se resolveria um dos primeiros mistérios de Lost.

8. Jack e Hurley chegam ao farol, uma construção muito antiga, de cinco andares, e em excelentes condições de conservação (muito melhores que as do Templo). No topo vê-se um reflexo de luz, vindo do espelho que o faz funcionar como um farol. Jack pergunta muito judiciosamente “como é que não demos com uma estrutura desta antes?”. Sugerindo que Jacob a construiu ou que a mantinha de alguma forma camuflada.

9. No topo do farol (o “lighthouse” que dá nome ao episódio) encontramos um mecanismo com espelhos que refletem a luz de um fogo central. Hurley diz que devem virar o espelho até 108o, mas Jack descobre que a cada grau corresponde um nome e que o dele está lá, associado ao número 23… E que quando os espelhos passam por esse número refletem a casa onde Jack cresceu, expondo assim a forma como Jacob conhecia a intimidade da vida familiar de Jack.

10. O espelho ao rodar mostra a dado ponto o que parece ser uma cidade com edifícios de inspiração oriental, muito idênticos às ruínas da Ilha em estilo e arquitetura. A minha tese é que surgem quando os espelhos passam pelo número de Jacob e que são uma representação da Ilha no seu tempo, quando as misteriosas ruínas da Ilha ainda não o eram.

11. Jacob diz a Hurley que “alguém mau está a chegar” e que é tarde demais para avisar os que estão refugiados no Templo. Não é assim difícil adivinhar que no próximo episódio os Outros do Templo serão completamente massacrados pelo Monstro… Veremos!

12. Claire trata Jin e pergunta ao Outro (Justin) que capturou onde escondem eles Aaron, o seu filho. Reintroduzindo o seu nome logo após no episódio anterior ter mostrado um Monstro omnipotente temendo uma criança loura que tem a idade aparente de Aaron. Mais um sinal de que Aaron terá um papel crucial no final desta Temporada não sendo difícil antecipar uma batalha final entre Aaron e o Monstro…

13. O Monstro – na forma de Locke – entra na tenda de Claire e assume-se assim como o “amigo” que ela dizia ter e que lhe dizia que Aaron estava com os outros. Fica assim percebido que tirou Claire do Templo. Mas como sabe Claire que Locke não é o Monstro?

Anúncios
Categories: LOST (Perdidos) | Etiquetas: | 20 comentários

Quids S18: Que avião será este?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S18 | 6 comentários

A Índia inicia os testes sobre o seu tanque Arjun

A Índia está prestes a iniciar uma bateria de testes entre o tanque Arjun, fabricado localmente, e tanques russos T-90. Os testes serão realizados durante pouco mais de um mês entre 14 MBTs de cada modelo e serão conduzidos na 24a Divisão de Infantaria de Bikaner, no norte do Rajastão.

O desempenho dos dois modelos de tanques será cuidadosamente medido e comparado: velocidade, precisão de tiro em movimento, capacidade para funcionar em longas distancias e fadiga nas tripulações.

O exército indiano já encomendou 124 Arjuns e está a avaliar a substituição dos 399 de T-90 comprados em 2001 para serem usados enquanto o Arjun não estivesse operacional. Algo que foi sendo adiado sucessivas vezes devido aos problemas com o novo MBT.

Estes testes comparativos podem indicar que o exército indiano acredita agora que o Arjun está pronto para substituir os mais de 4 mil tanques em inventário no exército indiano, sobretudo para os seus T-72. De facto, este teste não decidirá se o T-90 ou o Arjun irá substituir esta imensa frota de blindados, mas apenas se o Arjun já está pronto ou não para o fazer.

O problema é que o Arjun tem sido muito difícil de desenvolver. Problemas com o sistema de controlo de fogo, peso excessivo, suspensão, fraca mobilidade ligada às suas 60 toneladas (o T-72 pesa apenas 45 toneladas) têm retardado a entrada do tanque ao serviço.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/The_Arjun_tank_faces_it_biggest_trial_999.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 9 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade