F/A-18E/F Super Hornet: Uma resenha sumária

Para muitos o Super Hornet é o melhor caça do mundo… Algo que resulta mais do se custo unitário, do que das suas características “brutas” e sobretudo porque se tornou a peça fundamental da força aérea embarcada e porque tem permitido colmatar a fraca disponibilidade de Raptors na USAF.

O avião tem a capacidade de funcionar em rede (ao contrário do Raptor) incluindo um Link 16 Datalink e um aumento de capacidade em relação ao Hornet original de um maior raio de ação resultante de depósitos 33% maiores. Por isso o avião é mais longo e largo de asas. Foram também instalados mais dois suportes para armamento, que agora são um total de 11.

O avião utiliza uma turbina General Electric F414-GE-400, uma variante do F404.

O primeiro Block II foi entregue em setembro de 2003 com uma parte frontal redesenhada e mudanças necessárias para que pudesse acolher o radar Raytheon APG-79 AESA. Futuramente, todos os Super Hornet serão atualizados para o padrão Block II.

Em 2012, a US NAVY terá 493 Super Hornets e este será o ano em que a construção do aparelho será encerrada. Contudo, a Boeing propôs à US Navy a entrega de 170 novos aviões para que esta mantivesse a sua operacionalidade até à entrega dos F-35. Cada um destes aviões custaria apenas 49,9 milhões de dólares. A maior vantagem do avião, já que devido aos problemas com as turbinas F414 não ganhou boa reputação e que pela ausência de características stealth não é um verdadeiro aparelho de 4,5 geração…

Fonte:
Air Forces Monthly, outubro de 2009

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “F/A-18E/F Super Hornet: Uma resenha sumária

  1. LuisM

    Apenas uam correção: o F-18E não é operado pela USAF mas sim pela US NAVY dado ser um avião de porta-aviões.

    Entre outros, este avião substitui os F-14, A7s e as primeiras versões do F-18 (F-18A) nos porta-aviões classe NIMITZ.

    Na USAF o velhinho F-16 continuará até entrar ao serviço o novo F-35 (JSF)

  2. é verdade. obrigado pela precisão, Luís.

  3. É querem q o BRASIL, comp´rem o velho F 18…de graça tá caro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: