Daily Archives: 2010/02/22

Mira Amaral passou-me à frente na fila para o “Cartão do Cidadão”. Grumpf.

Mira Amaral

Mira Amaral (http://diario.iol.pt)

Estive recentemente a tratar do meu Cartão do Cidadão. De facto, já devia há muito ter tratado disto, mas tenho sido dissuadido de tal por causa dos longos períodos de espera que existem nos locais onde requeremos este cartão… Foi por isso uma surpresa quando vi o ex-ministro Mira Amaral, entrar na Loja de Turismo dos Açores (Av. Elias Garcia, Lisboa), tirar uma senha e esperar pacientemente pela sua vez enquanto lia um molho de mensagens de mail impressas em papel e as anotava com uma caneta.

O antigo ministro de Cavaco Silva não usou nenhuma “cunha” para passar à frente de ninguém, nem os serviços de qualquer secretária ou funcionário e usou todo o tempo de espera para ir trabalhando. Um bom exemplo, que infelizmente não é seguido por todos os gestores de empresa portuguesas, como bem sabemos…

Subiu vários degraus na minha consideração. Apesar de ser cavaquista.

E pouco depois, tornava a descer… A Loja do Cidadão ficou sem “sistema informático” e todas as pessoas chamadas recebiam apenas essa nota, regressando à sala de espera. Quando este regressou… O ex-ministro sai rapidamente da sala e passa à frente de umas boas dez pessoas, eu inclusive. Obviamente não se livrou de uma bronca e de uma fotografia.

Nota curiosa: ao seu lado estava um velhote de uns 70 e poucos anos lendo o folheto clínico do “Cialis”.

Anúncios
Categories: Política Nacional, Portugal, Sociedade | 5 comentários

Quids S18: Como é conhecida esta região?

1. Todos os quids valem um ponto.

2. Os Quids são lançados pela manhã. Entre as 21:00 e as 24:00 (Hora de Lisboa)

3. As pistas só serão dadas à hora de almoço (12:30-14:30) ou mais cedo, se possível. Contudo, nesse período do dia seguinte podem ser dadas várias pistas, desde que pedidas por um (qualquer) dos participantes.

4. Só há quids entre 2ª e 6ª (incluindo feriados). Salvo imprevisto…

5. Os Quids terminam quando um concorrente chegar aos 20 pontos.

6. A qualquer momento, poderão sair “QuidsExtra” de texto ou de imagens, com as mesmas regras dos demais, mas sem limite de dia ou de hora. Estes quids valerão sempre 3 pontos e correrão até que um nickname novo, num IP novo, chegue aos 100% ou se tendo passado mais de 48 horas, ao participante que recolher melhor classificação.

7. É vivamente desencorajado o uso de vários nicknames para o mesmo concorrente, já que desvirtua o espírito do jogo. Lembrem-se que o IP tudo revela…

Categories: Quids S18 | 11 comentários

O Desemprego: o grande problema do nosso tempo

O problema do Desemprego não é um dos problemas da nossa sociedade, nem sequer um dos mais graves. É O PROBLEMA da nossa sociedade, o “nó górdio” que tudo ata e que tudo soltará se alguma vez for encarado com coragem e frontalidade, tudo desatará. Sem Emprego condigno não há estabilidade social, criminalidade em níveis aceitáveis, geração de riqueza, estabilidade social, independência económica, orçamentos equilibrados e velhices seguras.

Existem atualmente em Portugal um número crescente de pessoas que não recebe qualquer apoio do Estado na sua condição de desempregado. Estima-se que este número já ultrapassará os 170 mil desempregados. Basicamente, estas pessoas provêm de dois grupos: jovens que nunca trabalharam mais de 6 meses e que, logo, não têm os dias mínimos de descontos e desempregados de longa duração, com mais de 40 anos que as empresas se recusam a contratar – contra toda a lógica, já que recusam a sua experiência e maturidade – em clara discriminação e violação da Lei.

O subsídio de desemprego deve ser alargado, nem que seja à custa da redução da prestação mensal já paga aqueles afortunados que o recebem, quer à custa do aumento da contribuição social das empresas que nunca recrutam empregados com mais de 40 anos. Mas sobretudo, a carga fiscal que as empresas pagam por cada novo funcionário com mais de 40 anos deve ser severamente reduzida como forma de combater esta forma de desemprego crónica que exclui definitivamente centenas de milhar de pessoas do Mercado de Trabalho. Este mecanismo deve ser reforçado com a imposição de quotas que determinem uma percentagem de novos empregados com mais de 40 anos. Estas medidas são essenciais para manter as famílias – quase sempre com menores – que dependem destas pessoas e necessárias porque os gestores portugueses são ineptos e não percebem que estas pessoas estão no auge das suas capacidades e não no declínio como ditam os gurus e os “manuais de gestão” que tão acriticamente devoram…

Fonte:
http://dn.sapo.pt/bolsa/emprego/interior.aspx?content_id=1461202

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal, Sociedade Portuguesa | 6 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade