Daily Archives: 2010/02/21

Os MiG-29 Fulcrum polacos

MiG-29 Fulcrum polaco em (http://farm4.static.flickr.com)

Ao contrário da maioria dos países do Leste da Europa que faziam parte do Pacto de Varsóvia, a Polónia optou por continuar a voar os seus aviões de origem soviética. De facto, não só usa ainda os seus antigos MiG-29 e Su-22, como até reforçou o número dos primeiros adquirindo aparelhos que antes tinham voado na Alemanha de Leste e na República Checa. Com este reforço, os MiG-29 polacos deverão manter-se ativos até pelo menos 2028, algo que só será possível atualizando constantemente estes aparelhos e, eventualmente, comprando ainda mais Fulcrums usados para efeito de canibalização de peças.

Força Aérea Polaca mantém um tempo mínimo de voo de 80 horas de voo anuais para os pilotos dos MiG-29 e de 180 horas para os pilotos dos seus F-16.

Cerca de 75% dos F-16 estão operacionais apresentando estes aviões uma taxa de avarias idêntica à dos aviões de origem russa na época da Guerra Fria, com uma avaria de um F-16 a cada sete horas de voo, enquanto que tal sucede ao MiG-29 a cada cinco horas e com o ainda mais antigo, mas muito mais robusto, Su-22, com uma avaria apenas de dez em dez horas!

Atualmente, a Força Aérea Polaca tem 128 aviões (nos tempos do Pacto de Varsóvia chegou a ter 600) e quando em 2015 os Su-22 forem retirados este número descerá ainda mais, para 80. Como segundo obrigações NATO, o país deverá manter 120 aparelhos, é certo que a Polónia terá que comprar mais F-16 e que a frota de MiG-29 terá que se manter aos números atuais, havendo rumores que serão adquiridos alguns aviões sul-coreanos T-50 e A-50 para complementar estes dois tipos de aeronaves.

Fonte:
Air Forces Monthly, dezembro de 2009

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 3 comentários

Cancelem tudo: Praticar desporto, não faz perder pedo (Science & Vie)

Parece que afinal de contas, praticar desporto… Não faz perder peso. Sabe-se que para emagrecer, é preciso diminuir as entradas energéticas, de forma a que sejam inferiores às saídas. O problema é que o desporto, ainda que aumente as saídas, não altera a balança.

Uma grama de lipídios fornece uma quantidade de energia de 9 kilocalorias e para perder um kg de massa gorda, é preciso assim uma atividade física de perto de 9 mil calorias. Mas, uma hora de marcha rápida queimam apenas 400 kcal e uma de ténis 600 kcal, ou seja, temos que andar vinte horas de marcha rápida ou 15 horas de ténis, sem comer nada, para perder apenas um quilograma! E atenção: o desporto dá fome, por isso para perder peso o melhor é mesmo uma dieta constante. Sem duvida que uma pratica desportiva regular permite aumentar as saídas energéticas, mas o corpo buscará sempre um equilibro, procurando compensar essas saídas com novas entradas (fome). Bom, pelo menos o desporto parece contribuir para um melhor equilíbrio entre matérias gordas e magras no nosso corpo, e para uma melhor silhueta, mas emagrecer… Nope.

Fonte:
Science & Vie, novembro de 2009

Categories: Ciência e Tecnologia, Saúde | 1 Comentário

A “Missão Solar” da Índia: a resposta indiana ao problema das Alterações Climáticas

Painéis Solares na Índia

Painéis Solares na Índia (http://www.greenpeace.org)

A Índia está empenhada num extenso programa para aumentar a produção de energia solar em apenas dez anos. Esta estratégia é o cerne da ação indiana contra as Alterações Climáticas e que nesse período de tempo deverá resultar na produção de 20 mil megawatts.

O grande problema desta estratégia indiana é que o custo de produção da energia solar é ainda muito alto, especialmente quando comparado com o da produção convencional e que, logo, tal estratégia tem que contemplar investigação científica e produção de novos materiais e técnicas.

A Índia tem além do mais, outro grande problema: metade da população indiana não tem acesso a energia elétrica e qualquer aumento da produção de energia “verde” será rapidamente absorvido. É assim compreensível que o governo indiano procure na energia solar formas de fornecer energia elétrica à sua população, de forma distribuída e local.

A Índia espera gastar até 19 biliões de dólares na sua “Missão Solar”, os quais serão investidos localmente em investigação e na fabricação dos painéis solares e que serão determinantes para que a Índia assuma a sua parte que lhe cabe no seu dever global para o problema das Alterações Climáticas.

Fonte:
http://www1.voanews.com/english/news/India-Boost-Solar-Power-Generation-11Jan10–81147317.html

Categories: Ecologia, Economia, Política Internacional | Etiquetas: , | Deixe um comentário

A Boeing apresenta uma cápsula espacial para o concurso CCD da NASA

A cáosula Boeing (http://www.flightglobal.com)

A cápsula Boeing (http://www.flightglobal.com)

A Boeing apresentou a sua resposta ao concurso “Commercial Crew Development” (CCD) da NASA. Trata-se de uma cápsula para até sete tripulantes e que poderá ser lançada por diversos tipos de lançadores comerciais atualmente disponíveis no mercado.

A Boeing tem uma parceria com a Bigelow Aerospace, para desenvolver uma cápsula para os seus hotéis espaciais, de onde resulta esta cápsula (derivada da Orion, entretanto cancelada por Obama) e assim foi-lhe fácil desenvolver este projeto e alinhar-se assim com outras empresas concorrentes e concorrer ao programa CCD e aos 6 biliões de dólares a que este corresponde.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/articles/2010/02/09/338035/picture-boeing-reveals-commercial-crew-capsule.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade